Bolinhos de chuva assados adicionados de fibra: Um estudo de análise centesimal e sensorial / Baked “bolinhos de chuva” added fiber: A centesimal and sensorial analysis study

Jeicy Kelly Sena de Souza, Érika Aparecida Luiza Silva, Cinthia Rocha da Silva, Bruna Eugênia Ferreira Mota, Christiano Vieira Pires, Aureliano Claret da Cunha, Patrícia Aparecida Pimenta Pereira, Simone de Fátima Viana da Cunha

Abstract


O consumo de alimentos com alta densidade calórica e baixo teor de fibras tem levado ao acometimento de diversas doenças crônicas não transmissíveis na população brasileira. A reformulação de formulações bem aceitas pela população com ingredientes e técnicas de preparo mais saudáveis podem contribuir para a melhora do estado de saúde do brasileiro. O objetivo do presente estudo foi elaborar e avaliar a composição centesimal e sensorial de formulações de bolinhos de chuva assados acrescidos de diferentes quantidades de fibras. Foram elaboradas 10 formulações de bolinhos de chuva assados acrescidos em diferentes proporções de farinha de trigo integral e farelo de aveia. Além disso, foram realizadas análises do teor de proteínas, cinzas, lipídios, umidade, carboidrato, fibras, potássio, sódio, além do valor calórico total e análise sensorial com avaliação da aparência, sabor, consistência, cor, ideal de consistência e doçura, e intenção de compra. Houve aumento do conteúdo proteico, lipídico e de fibras nas formulações com adição de farelo de aveia e farinha de trigo integral. Sete formulações podem ser consideradas como fonte de fibras (mínimo de 3g de fibras a cada 100g de produto). A amostra com 50,5% de farelo de aveia foi a única que apresentou um índice de aceitação menor que 70%. Conclui-se que a adição de ingredientes fontes de fibras proporciona um produto final mais saudável e nutritivo, havendo um aumento de fibras presentes no produto final e preservando, no geral, as características sensoriais adequadas e boa intenção de compra.


Keywords


análise sensorial; composição centesimal; bolinho de chuva; farinha integral; farelo de aveia.

References


ANDERSON, J.W. Whole grains and coronary heart disease: The whole kernel of truth. Am. J. Clin. Nutrition., v.80, p.1458-1460, 2004. https://doi.org/10.1093/ajcn/80.6.1459

BATTOCHIO, J.R. et al. Perfil sensorial de pão de forma integral. Food Science and Technology, v. 26, n. 2, p. 428-432, 2006. https://doi.org/10.1590/S0101-20612006000200028

BERNAUD, F. S. R.; RODRIGUES, T. C. Fibra alimentar – ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 57, n. 6, p. 397-405, 2013. https://doi.org/10.1590/S0004-27302013000600001

BOITA, E. R; SANTETTI, G; BRESSIANI, J; ORO, T; GUTKOSKI, L. C. Propriedades físico-químicas de farinha de trigo integral elaborada pela reincorporação de frações externas do grão. 2015. 5o Simpósio de Segurança Alimentar- Alimento e Saúde, 2015.

BORGES, J. T. S. Utilização de farinha mista de aveia e trigo na elaboração de bolos. Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, Curitiba, v. 24, n. 1, p. 145-162, jan./jun. 2006. http://dx.doi.org/10.5380/cep.v24i1.5286

BORGES, J. T. S.; PIROZI, M. R.; PAULA, C. D.; RAMOS, D. L.; CHAVES, J. B. P. Caracterização Físico-Química e sensorial de pão de sal enriquecido com farinha integral de linhaça. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, Curitiba, v. 29, n. 1, p. 83-96, jan./jun. 2011. http://dx.doi.org/10.5380/cep.v29i1.22758

BORGES, J. T. S.; PIROZI, M. R.; VIDIGAL, J. G.; PAULA, C. D.; SILVA, N. A. S. Utilização de farinha mista de trigo e quinoa na elaboração de bolos. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, v. 07, n. 02, p. 1034-1048, 2013. http://dx.doi.org/10.3895/S1981-36862013000200004

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA – ANVISA. RDC nº 54, de 12 de novembro de 2012. Regulamento Técnico Mercosul sobre Informação Nutricional Complementar (declarações de propriedades nutricionais). Brasília: Ministério da Saúde, ANVISA, 2012.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde, 2014.

CAPRILES, Vanessa Dias; ARÊAS, José Alfredo Gomes. Avaliação da qualidade tecnológica de snacks obtidos por extrusão de grão integral de amaranto ou de farinha de amaranto desengordurada e suas misturas com fubá de milho. Braz. J. Food Technol, p. 21-29, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/s1981-67232012000100003

CARNEIRO, G. S. et al. Caracterização físico-química de bolos com substituição parcial da farinha de trigo por aveia, quinoa e linhaça. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.11 n.21; p. 2015.

CHIARELI, C. P.; DA SILVA, J. C.; MARCHIORI, J. M. G.; MELLO, M. H. G. Desenvolvimento de um bolo rico em fibras solúveis enriquecido com chia. Revista Ciências Nutricionais Online, v.1, n.1, p.46-52, 2017.

COSKUNER, Y.; KARABABA, E. Some physical properties of flaxseed (Linum usitatissimum L.). J. Food Eng., v. 78, n. 3, p. 1067-1073, 2007. http://dx.doi.org/10.1016/j.jfoodeng.2005.12.017

DANIEL, A. P. Fracionamento a seco da farinha de aveia e modificação química da fração rica em amido. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 26, n. 4, p. 936-943, 2006. https://doi.org/10.1590/S0101-20612006000400034

DOBLADO-MALDONADO, A. F.; PIKE, A.O.; SWELEY, J.C.; DEVIN, J. Key issues and challenges in whole wheat flour milling and storage. J. Cereal Sci., v. 56, n. 2, p. 119–126, 2012. https://doi.org/10.1016/j.jcs.2012.02.015

DUTCOSKY, S. D. Análise sensorial de alimentos. 2 ed. ver. e ampl. Curitiba: Champagnat, 2007.

FAO - Food and Agriculture Organization of the united nations. World Food Situation: FAO Cereal Supply and Demand Brief, 2017.

FIOLET, Thibault et al. Consumption of ultra-processed foods and cancer risk: results from NutriNet-Santé prospective cohort. bmj, v. 360, 2018. https://doi.org/10.1136/bmj.k322

FIORDA, F. A.; SOARES JÚNIOR, M. S.; SILVA, F. A.; SOUTO, L. R. F.; GROSSMANN, M. V. E. Farinha de bagaço de mandioca: aproveitamento de subproduto e comparação com fécula de mandioca. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 43, n. 4, p. 408-16, out./dez. 2013.

GUTKOSKI, L. C. et al. Desenvolvimento de barras de cereais à base de aveia com alto teor de fibra alimentar. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 27, n. 2, p. 787-792, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612007000200025

GUTKOSKI, L. C. et al. Influência dos teores de aveia e de gordura nas características tecnológicas e funcionais de bolos. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 29, n. 2, p. 254-261, abr.-jun. 2009. https://doi.org/10.1590/S0101-20612009000200003.

GUTKOSKI, L.C.; PEDÓ, I. Aveia: composição química, valor nutricional e processamento. São Paulo: Varela, 2000. 96 p.

GUTKOSKI, L.C.; TROMBETTA, C. Avaliação dos teores de fibra alimentar e de b-glicanas em cultivares em cultivares de aveia. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 19, n. 3, p. 387-390, 1999. https://doi.org/10.1590/S0101-20611999000300016

KARAM, L.B.; GROSSMANN, M.V.E.; SILVA, R.S.S.F. Misturas de farinha de aveia e amido de milho com alto teor de amilopectina para produção de “snacks”. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.21, n.2, p.158-63, 2001.

MONTEIRO, C.A. et al. Increasing consumption of ultra-processed foods and likely impact on human health: evidence from Brazil. Public health nutrition, v. 14, n. 1, p. 5-13, 2010. https://doi.org/10.1017/S1368980010003241

MOTA, M. C. et al. Bolo light, diet e com alto teor de fibras: elaboração do produto utilizando polidextrose e inulina. Revista Instituto Lutz, Alfenas- MG, v.70, n.3, p. 268, 2011.

PHILIPPI, S. Tucunduva. Nutrição e técnica dietética 3º ed. 2014.

PIOVESANA, A et. al. Elaboração e aceitabilidade de biscoitos enriquecidos com aveia e farinha de bagaço de uva. Brazilian Journal of Food Technology. Campinas, v. 16, n. 1, p. 68-72, jan./mar. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1981-67232013005000007

POLETTO, B. O. et al. Avaliação físico-química de bolo de chocolate modificado, Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, v. 6, n. 2, p. 77-91, 2015. https://doi.org/10.31072/rcf.v6i2.350

SANGUINETTI, M. G. Análise da composição físico-química e sensorial de bolos elaborados com farinha de arroz e de banana verde. 2014. 44f. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Nutrição) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

SAYDELLES, B. M. et al. (2010). Elaboração e análise sensorial de biscoito recheado enriquecido com fibras e com menor teor de gordura. Ciência Rural, 40,644-647. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782010000300024

SCHNABEL, Laure et al. Association between ultraprocessed food consumption and risk of mortality among middle-aged adults in France. JAMA internal medicine, v. 179, n. 4, p. 490-498, 2019. https://doi.org/10.1001/jamainternmed.2018.7289

SILVA FM, Steemburgo T, de Mello VDF, Tonding SF, Gross JL, Azevedo MJ. High dietary glycemic index and low fiber content are associated with metabolic syndrome in patients with type 2 diabetes. J Am Coll Nutr. 2011;30(2):141-8. https://doi.org/10.1080/07315724.2011.10719953

SILVA, M. C. G. Mistura, identidade e memória na alimentação de imigrantes brasileiros em Barcelona. Habitus, Goiânia,v. 11, n.1, p. 65-76, jan./jun. 2013. http://dx.doi.org/10.18224/hab.v11.1.2013.65-76

SOARES, J. P. et al. Efeito da adição de proteína do soro do leite como substituto do trigo na formulação de bolos sem adição de açúcar 2 Braz. J. Food Technol., Campinas, v. 21, e2016190, 2018. http://dx.doi.org/10.1590/1981-6723.19016

STONE, Herbert; SIDEL, Joel L. Introduction to sensory evaluation. Sensory Evaluation Practices (Third Edition). Academic Press, San Diego, p. 1-19, 2004.

TEIXEIRA, E.; MEINERT, E. M.; BARBETTA, P. A. Análise sensorial de alimentos. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1987. 180 p.

VAGULA, J. M. et al. Desenvolvimento e análise sensorial de esfirra integral com e sem farinha de aveia. Brazilian Journal of Food Research, Campo Mourão, v. 8, n.1, p. 1-15, jan./mar. 2017.

VOORPOSTEL, C. R.; DUTRA, M. B. L.; BOLINI, H. M. A. Sensory profile and drivers of liking for grape nectar among smoker and nonsmoker consumers. Food Science and Technology, v. 34, n. 1, p. 164-173, 2014. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612014000100024

WEBER, F. H.; GUTKOSKI, L. C.; ELIAS, M. C. Caracterização química de cariopses de aveia (Avena sativa, L.) da cultivar UPF 18. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 22, n. 1, p. 39-44, 2002. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612002000100007




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-087

Refbacks

  • There are currently no refbacks.