Percepção de enfermeiros sobre gerenciamento de resíduos de serviços de saúde/ Perception of nurses on health services waste management

Joice Teles da Silva, Giselle Adryane da Silva Jesus, Myria Ribeiro da Silva, Sônia Maria Isabel Lopes Ferreira, Gisleide Lima Silva, Nayara Mary Andrade Teles Monteiro

Abstract


Objetivo:  avaliar o conhecimento dos enfermeiros sobre o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde na Atenção Primária a Saúde e os possíveis impactos socioambientais decorrentes deste processo. Método: estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, desenvolvido com 11 enfermeiras integrantes de Unidades Básicas de Saúde. Os dados foram coletados através de entrevista estruturada, para a análise utilizou-se o método Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: A análise resultou em 5 categorias: Plano de gerenciamento dos resíduos sólidos; Atuação do enfermeiro no gerenciamento de resíduos de serviços de saúde; Educação permanente sobre gerenciamento de resíduos de serviços de saúde; Impactos socioambientais resultantes do gerenciamento de resíduos de serviços de saúde inadequado; A prática dos 3R’s no serviço de saúde. Conclusão: As enfermeiras possuem visão limitada sobre o gerenciamento de resíduos de saúde, bem como sobre o impacto socioambiental.


Keywords


Resíduos de serviços de saúde, Enfermagem, Atenção primária à saúde, Saúde pública.

References


REFERÊNCIAS

Dias GL, Camponogara S, Costa VZ, Cunha QB. A relação saúde e meio ambiente na atenção primária e na estratégia de saúde da família: uma revisão narrativa. Rev APS. 2017;20(4):636-44. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/mis-40083.

Associação de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE). Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2018/2019. São Paulo. [Internet]. 2019 nov. Disponível em: http://abrelpe.org.br/panorama/.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução da Diretoria Colegiada - RDC Nº 222, De 28 De Março De 2018. Regulamenta as Boas Práticas de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e dá outras providências. Diário oficial da União 29 mar 2018; Seção 1.

World Health Organization (WHO). Safe management of wastes from health care activities: A summary. [Internet]. 2017. Avaiable from: https://www.who.int/water_sanitation_health/publications/safe-management-of-waste-summary/en.

Maeda EE. Diagnóstico do Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) em municípios de pequeno porte: estudo de caso do município de Ibaté-SP. Monografia [Graduação em Engenharia Ambiental]. São Carlos (SP): Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo; 2010.

Delevati DS, Castro MMRS, Ries EF, Bayer VML, Rocha VMP. Waste management challenges of public health facilities subject to RDC 222/18. Saúde debate. [Internet]. 2019 Dec [cited 2020 July 02]; 43(spe3): 190-199. Available from: https://doi.org/10.1590/0103-11042019s314.

Moreira AMM, Günther WMR. Solid waste management in primary healthcare centers: application of a facilitation tool. Rev. Latinoam. Enferm. [Internet]. 2016 [cited 2020 July 05]; 24: e2768. Available from: https://doi.org/10.1590/1518-8345.0646.2768.

Teixeira MV, Echevarría-Guanilo ME, Knuth FG, Ceolin T. Assessment of the Waste Management in Basic Health Units From a South Brazilian City. Rev. Pesqui. Cuidado Fundametal. [Internet]. 2018; 10(3): 824-831, Available from: http://ciberindex.com/index.php/ps/article/view/P103824.

Bardin, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2016.

Sanches APM, Mekaro KS, Figueiredo RM, André SCS. Health-Care Waste: Knowledge of Primary Care nurses. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2018 Out [citado 2020 July 05]; 71(5):2367-2375. Available from: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0244.

Santos MA, Souza AO. Conhecimento de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família sobre resíduos dos serviços de saúde. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2012; 65(4):645-652. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-71672012000400014.

Silva ITS, Bonfada D. Resíduos sólidos de serviços de saúde e meio ambiente: percepção da equipe de enfermagem. Rev. Rene. [Internet]. 2012; 13(3). Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/4002.

Gallotti FCM, Santos ATS, Oliveira CB, et al. Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde: conhecimento da equipe de enfermagem. Cad. Grad. Ciênc. Biol. Saúde Unit [internet]. 2017; 4(2):169-164. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/index.php/cadernobiologicas/article/view/4600/2502

Camargo AR, Melo IBN. A percepção profissional sobre o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde em unidades básicas e ambulatórios de saúde em um município da Região Metropolitana de Sorocaba, SP, Brasil. Mundo Saúde. [Internet]. 2017; 41(4): 633-643. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-999700.

Amarante JAS, Rech TD, Siegloch AE. Avaliação do gerenciamento dos resíduos de medicamentos e demais resíduos de serviços de saúde na Região Serrana de Santa Catarina. Eng. Sanit. Ambient. [Internet]. 2017; 22(2): 317-326. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s1413-41522016150080.

Mahler CF, Moura LL. Resíduos de Serviços de Saúde (RSS): Uma abordagem qualitativa. Risti. [Internet]. 2017; (23): 46-60. Disponível em https://dx.doi.org/10.17013/risti.23.46-60.

Alves SB, Souza AC, Tipple AF, Rezende KC, Resende FR, Rodrigues ÉG, Pereira MS. The reality of waste management in primary health care units in Brazil. Waste Manag. Res. [Internet]. 2014; 32(9_suppl):40-47. Available from: https://doi.org/10.1177/0734242X1454381.

Maiello A, Britto ALNP, Valle TF. Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Rev. Adm. Pública. [Internet]. 2018; 52(1):24-51. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7612155117.

Oli NA, et al. Healthcare waste management in selected government and private hospitals in Southeast Nigeria. Asian. Pac. J. Trop. Biomed. [Internet]. 2016; 6(1): 84-89. Available from: https://doi.org/10.1016/j.apjtb.2015.09.019.

Benevides RAN. Gerenciamento de Resíduos Sólidos na Atenção Básica: percepção da sustentabilidade e dos impactos socioambientais. [Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente]. Ilhéus (Bahia): Universidade Estadual de Santa Cruz; 2013. [acesso em 20 de setembro 2016] Disponível em: http://www.biblioteca.uesc.br/biblioteca/bdtd/201160082D.pdf




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-060

Refbacks

  • There are currently no refbacks.