Produção Científica em Psicologia Obstétrica/Perinatal / Scientific Production in Obstetric / Perinatal Psychology

Rafaela de Almeida Schiavo

Abstract


Este trabalho pretende apresentar o panorama de publicações científicas em Psicologia Obstétrica/Perinatal. Foram considerados trabalhos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde e Scielo. Para a coleta de dados foram utilizadas as seguinte palavras-chave no campo de busca dessas bases: "Psicologia Obstétrica"; “Psicóloga(o) Obstrétrica(o)”; “Psicologia Perinatal”; “Psicóloga(o) Perinatal”. Os resultados indicaram que não há publicações indexadas nas bases de dados da BVS e Scielo sob os descritores mencionados. Tal resultado indica que a Psicologia Obstétrica/Perinatal apesar de existir desde a década de 70, ainda é uma área muito recente, e com pouca publicação científica. Existe sim, alto número de publicações relacionadas à gestação, parto e puerpério que dão o embasamento teórico para a atuação do psicólogo obstétrico/perinatal. Entretanto, ainda são escassas as publicações que valorizem o termo Psicologia Obstétrica/Perinatal em seu título ou no corpo do texto. Apesar de psicólogos publicarem estudos realizados com gestantes, parturientes e puérperas, estes não se denominam Psicólogos Obstétricos/Perinatal, o que pode ser um dos motivos pelo qual encontramos um baixo número de trabalhos indexados com a terminologia procurada. Produzir estudos voltados especificamente para atuação na área da Psicologia Obstétrica/Perinatal se faz necessário, permitindo que mais psicólogos possam ter uma identidade profissional valorizada e desta forma poder buscar respaldo científico para melhor embasar sua prática com gestantes, parturientes e puérperas, desenvolver instrumentos psicológicos específicos para avaliação desta população e na formação de profissionais com conhecimento específico para atuar nessa área.


Keywords


Psicologia Obstétrica, Psicologia Perinatal, Psicologia.

References


Arrais, AR. & Araújo, TCCF. (2016). Pré-Natal Psicológico: perspectivas para atuação do psicólogo em saúde mental no Brasil. Rev. SBPH, v.19, n.1. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rsbph/v19n1/v19n1a07.pdf

Arrais, AR., Araújo, TCCF. & Schiavo, RA. (2018). Fatores de risco e proteção associados à depressão pós-parto no pré-natal psicológico. Psicologia: Ciência e Profissão. v.38, n.4. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1982-3703003342016

Arrais, AR., Araújo, TCCF. & Schiavo RA. (2019). Depressão e ansiedade gestacionais relacionadas à depressão pós-parto e o papel preventivo do pré-natal psicológico. Revista Psicologia e Saúde. v.11, n.2. Disponível em: http://dx.doi.org/10.20435/pssa.v0i0.706

Bortoletti, FF., Silva, MSC. & Tirado, MCBA. (2011) Aspectos emocionais à luz da psicodinâmica do ciclo gravídico-puerperal. In: Moron, AF. Obstetrícia. Barueri, SP: Manole.

Bortoletti, FF., Moron, AF., Bortoletti Filho, J., Nakamura, RM., Santana, RM. & Mattar, R. (2007) Psicologia na prática obstétrica: abordagem interdisciplinar. Barueri, SP: Manole.

Bortoletti, FF. (2019). O Pré-natal Psicológico. Aula ministrada no curso EAD de pós graduação de Aperfeiçoamento Psicologia Perinatal e da Parentalidade no Instituto MaterOnline.

Conselho Regional de Psicologia São Paulo (org.) (2011). Manual de orientações – Legislação e recomendações para o exercício profissional do Psicólogo. Conselho Regional de Psicologia da 6ª região. SP: CRP SP. Disponível em: http://www.crpsp.org.br/portal/comunicacao/manuais/manual_orientacoes/frames/manual_orientacoes.pdf

Delgado, VG., Oliveira, ES., Frota, EFP., Dias Neta, AR., Chaves, RF., Nascimento, GOB., Maciel, AEC. & Soares, FGS. (2020). Gravidez não planejada e os fatores associados à prática do aborto: revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review. v.3, n.5. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/16528/0

Dicio. (2020). Dicionário Online de Portugês. Disponível em: https://www.dicio.com.br/perinatal/#:~:text=Significado%20de%20Perinatal,Peri%20%2B%20natal.

Maldonado, MT. (2017) Psicologia da gravidez: gestando pessoas para uma sociedade

melhor. São Paulo: Ideias & Letras.

Maldonado, MT. (1976) Psicologia da gravidez, parto e puerpério. Petrópolis: Vozes. MaterOnline (2020). Sobre MaterOnline em números. https://materonline.com.br/sobre/

Nieri, L. (2012). Intervención paliativa desde la psicología perinatal. Rev. Hosp. Mat.

Inf. Ramón Sardá. v.31, n.1, p.18-21. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/912/91224234004.pdf

Oiberman, A. (2001). La palabra en las maternidades: una aproximación a la psicologia perinatal. Psicodebate. Psicología, Cultura y Sociedad. ano 1, n.1. p.87-91. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5645326

Rodrigues, OMPR. & Schiavo, RA. (2011). Stress na gestação e no puerpério: uma correlação com a depressão pós-parto. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. v.33, n.9. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-72032011000900006

Schiavo, RA., Rodrigues, OMPR. & Perosa, GB. (2018). Variáveis associadas à ansiedade gestacional em primigestas e multigestas. Trends in Psychology. v.26, n.4. Disponível em: https://doi.org/10.9788/tp2018.4-14pt

Schiavo, RA. & Perosa, GB. (2020). Child Development, maternal depression and associated factors: a longitudinal study. Paidéia. v.30 e3012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1982-4327e3012

Schiavo, RA. (2019a). A expansão da psicologia perinatal no Brasil. Ribeirão Preto: Sociedade Brasileira de Psicologia. Disponível em: https://www.sbponline.org.br/2019/05/a-expansao-da-psicologia-perinatal-no-brasil

Schiavo, RA. (2019b). Produção científica em Psicologia Obstétrica. Book of Proceedings. V Congresso Ibero-Americano e Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde I Congresso Promoção da Saúde e do Bem-Estar no Ensino Superior. 9th – 11th May 2019. University of Algarve, Faro, Portugal. Disponível em: https://5826bef9-cc99-4336-ac9d-de68e1271853.filesusr.com/ugd/30a75f_a5ab8d78c3b941229110f5514861dcf1.pdf




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-046

Refbacks

  • There are currently no refbacks.