Estimulação Cerebral Profunda em Transtorno Obsessivo Compulsivo – Um Estudo de Revisão Sistemática / Deep Brain Stimulation in Obsessive Compulsive Disorder - A Systematic Review Study

Luiz Henrique Salamoni Abad, João Vítor Andrade Fortuna Abrantes, Dominique Hayduk Montecino, Gabriel Rodrigues Carvalho, Laura Assis de Castro Paletta, Rafaela Alvarenga Leão Couto Marques, Daniel Pedrosa Cassiano, Bruno Ribeiro de Lima

Abstract


O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) é uma condição crônica incapacitante em que 40-60% dos pacientes não respondem adequadamente ao tratamento farmacológico com inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS). Ademais, aproximadamente 10% têm TOC refratário ao tratamento [6]. Portanto, há uma demanda por estratégias alternativas no tratamento da doença. A Estimulação Cerebral Profunda (ECP) tem sido um dos métodos prósperos entre os pacientes refratários ao tratamento conservador. Essa revisão de literatura tem como objetivo avaliar o efeito da ECP e comparar resultados clínicos entre pacientes com TOC avaliando os prós e contras desse tratamento inovador. Foram utilizados artigos publicados no PubMed, na seleção de um total de seis estudos, originais e de revisão, de pacientes diagnosticados com TOC submetidos à ECP. Além disso, os métodos utilizados foram baseados exclusivamente em estudos de 2016 a 2020, excluindo-se quaisquer artigos sem a utilização de ECP nos pacientes com TOC. Destaca-se a utilização do software de cirurgia BrainLab iPlan Stereotaxy e da tractografia como ferramentas para a seleção do alvo e planejamento da trajetória. As evidências apontam para o núcleo subtalâmico como o alvo de estimulação mais favorável, embora os ensaios clínicos ainda estejam em andamento. A ECP é uma área de desenvolvimento promissor para a ciência e para os pacientes com TOC refratário ao tratamento, no entanto, as limitações aparentes ensejam novos estudos.


Keywords


Transtorno Obsessivo Compulsivo, Estimulação Cerebral Profunda.

References


Azriel A, Farrand S, Di Biase M, Zalesky A, Lui E, Desmond P, Evans A, Awad M, Moscovici S, Velakoulis D, Bittar RG. Tractography-Guided Deep Brain Stimulation of the Anteromedial Globus Pallidus Internus for Refractory Obsessive-Compulsive Disorder: Case Report. Neurosurgery. 2020 Jun 1;86(6):E558-E563. doi: 10.1093/neuros/nyz285. PMID: 31313803.

Maarouf M, Neudorfer C, El Majdoub F, Lenartz D, Kuhn J, Sturm V. Deep Brain Stimulation of Medial Dorsal and Ventral Anterior Nucleus of the Thalamus in OCD: A Retrospective Case Series. PLoS One. 2016 Aug 9;11(8):e0160750. doi: 10.1371/journal.pone.0160750. PMID: 27504631; PMCID: PMC4978440.

Mulders AEP, Plantinga BR, Schruers K, Duits A, Janssen MLF, Ackermans L, Leentjens AFG, Jahanshahi A, Temel Y. Deep brain stimulation of the subthalamic nucleus in obsessive-compulsive disorder: Neuroanatomical and pathophysiological considerations. Eur Neuropsychopharmacol. 2016 Dec;26(12):1909-1919. doi: 10.1016/j.euroneuro.2016.10.011. Epub 2016 Nov 10. PMID: 27838106.

Rapinesi C, Kotzalidis GD, Ferracuti S, Sani G, Girardi P, Del Casale A. Brain Stimulation in Obsessive-Compulsive Disorder (OCD): A Systematic Review. Curr Neuropharmacol. 2019;17(8):787-807. doi: 10.2174/1570159X17666190409142555. PMID: 30963971; PMCID: PMC7059162

Real E, Plans G, Alonso P, Aparicio MA, Segalàs C, Cardoner N, Soriano-Mas C, López-Solà C, Menchón JM. Removing and reimplanting deep brain stimulation therapy devices in resistant OCD (when the patient does not respond): case report. BMC Psychiatry. 2016 Feb 6;16:26. doi: 10.1186/s12888-016-0730-z. PMID: 26852116; PMCID: PMC4744631.

Tastevin M, Spatola G, Régis J, Lançon C, Richieri R. Deep brain stimulation in the treatment of obsessive-compulsive disorder: current perspectives. Neuropsychiatr Dis Treat. 2019 May 15;15:1259-1272. doi: 10.2147/NDT.S178207. PMID: 31190832; PMCID: PMC6526924.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-045

Refbacks

  • There are currently no refbacks.