Os trinta anos do acidente de Goiânia e a Gestão do Conhecimento Nuclear: a atuação do Instituto de Radioproteção e Dosimetria / The thirty years of the Goiânia accident and the Nuclear Knowledge Management: the work of the Institute of Radioprotection and Dosimetry

Luis Carlos Jansen, Fernando Barcellos Razuck

Abstract


No ano de 1987 completou-se 30 anos do Acidente de Goiânia, considerado até hoje o maior acidente radiológico do mundo. Durante todo o período do acidente, o Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD) teve um papel essencial na etapa emergencial, auxiliando significativamente na mitigação dos danos. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi apresentar algumas contribuições para a área de radioproteção a partir deste acidente. Para isso, foram realizadas entrevistas com os professores do Curso de Especialização em Proteção Radiológica e Segurança de Fontes Radioativas, oferecido conjuntamente pelo Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD) e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), enfocando a atuação do IRD durante o acidente sobre qual foi o maior legado do acidente para a área de radioproteção. Assim, procurou-se evidenciar o acidente radiológico como uma ferramenta no campo da ciência nuclear, abrindo espaço para um aprendizado mais amplo sobre a gestão do conhecimento das radiações ionizantes.


Keywords


Acidente de Goiânia, Instituto de Radioproteção e Dosimetria, Radioproteção, Gestão do Conhecimento Nuclear.

References


BITTENCOURT, M.; R. de B. CIANCONI. Produção e Compartilhamento do Conhecimento Nu-clear: Um estudo de caso no Instituto de Engenharia Nuclear da Comissão de Nacional de Energia Nuclear (IEN/CNEN). Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 2, Número Es-pecial, p. 175-187, 2012.

CLAUS, T. V.; FREITAS, O. B.; DINIZ, R. M.; GONÇALVES, G.; ZACCHI, R.; BOLZAN, V.; FLÔR, R. C.; ZOTTIS,A. D. Política de segurança para o paciente submetido ao tratamento de ra-dioterapia. Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 2, n. 5, p. 4519-4536 sep./out. 2019.

COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR. Diretrizes Básicas de Proteção Radioló-gica. 2014. Acessado em 12 de abril de 2017. Disponível em: http://www.cnen.gov.br

DRUCKER, PETER F. A Nova Sociedade. Rio de Janeiro, Editora Exame, 2001.

FALEIROS, A. Uma História para Relembrar e Prevenir. Revista Césio 25 anos. 2012.

GOMES, A.; GOMES, M. L./ FERNANDES, E.; NETO, R.; APRIGIO. A Gestão do Conheci-mento nas Organizações: A importância do ciclo do Conhecimento. XXXII ENCONTRO NA-CIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUCAO Desenvolvimento Sustentável e Responsabilida-de Social: As Contribuições da Engenharia de Produção2012.

IAEA. INTERNATIONAL ATOMIC ENERGY AGENCY. Risk management of Knowledge loss in nuclear Industry organizations. Vienna, Austria, 2006.

IRD. INSTITUTO DE RADIOPROTEÇÃO E DOSIMETRIA. Acessado em 07 de maio de 2017. Disponível em: http://www.ird.gov.br

L. C. J., SILVA; RAZUCK, F. B. R. Knowledge management in radiation protection: The Goiânia accident - learning in the face of tragedy. Brazilian Journal of Radiation Sciences, 06-02-B, 2018.

OKUNO, E. Efeitos biológicos das radiações ionizantes. Acidente radiológico de Goiânia. 2013.

SANTOS, C. R. O Gestor Educacional de uma Escola em Mudanças. 2002.

SOUZA, D. C. B.; VICENTE, R.; ROSTELATO, M. E. C.; BORGES, J. F.; TIEZZI, R.; JUNI-OR, F. S. P.; SOUZA, C.; RODRIGUES, B.; BENEGA, M.; SOUZA, A.; SILVA, T. Chernobyl - O Estado da Arte. International Joint Conference RADIO 2014, Gramado, RS, Brazil, Augustl 26-29, SOCIEDADE BRASILEIRA DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA – SBPR, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-037

Refbacks

  • There are currently no refbacks.