Degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e suas complicações no idoso / Age-related macular degeneration (AMD) and its complications in the elderly

Swammy Amaral Mitozo, Vanusa do Nascimento, Luiz Afonso Ituassú Galvão Britto, Içonha Amaral Mitozo, Euler Esteves Ribeiro, Fernanda Farias de Castro, Fátima Helena do Espírito Santo, Rosangela de Fátima Ribeiro Costa

Abstract


A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é uma doença degenerativa que provoca uma perda progressiva da visão central. Ela afeta a mácula, região central da retina, que é responsável pela visão central, sendo usada na leitura, na identificação de detalhes e cores. É a causa mais comum de perda de visão em pessoas acima de 50 anos.

Este estudo teve como objetivo pesquisar as publicações em base de dados de periódicos científicos PubMed, estudos que contemplam a temática “Degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e suas complicações no idoso”, descrevendo as principais complicações; identificando e caracterizando as publicações quanto autoria, título, periódico publicado e ano de publicação e identificando os fatores que interferem ou contribuem para o desenvolvimento da doença. Após avaliação, foram identificados quatro (04) artigos, compondo, então o documento da presente pesquisa relatando as complicações em pacientes idosos portadores de DMRI. Sendo elas: ruptura espontânea do epitélio pigmentar da retina, hemorragia sub-retiniana, descolamento de retina e infarto macular. A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) apesar de apresentar formas de prevenção satisfatórias, não demostra grande eficácia quanto ao tratamento das complicações. Dessa forma, a estratégia padrão de combate baseia-se principalmente na prevenção e na manutenção da autonomia e independência dos indivíduos acometidos.


Keywords


Idosos, DMRI, complicação idoso.

References


Shome D, Vadera S, Khare S, et al. O envelhecimento e a face indiana: um estudo analítico do envelhecimento na face asiática da Índia. Plast Reconstr Surg Glob Open. 2020; 8 (3): e2580. Doi: 10.1097/GOX.0000000000002580.

Veras R. Envelhecimento populacional contemporâneo: demandas, desafios e inovações. Revista Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 43, n. 3, p. 54854, 2009.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Longevidade: viver bem e cada vez mais. Retratos: a Revista do IBGE, v. 16, fev. 2019. https:/biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/2929/rri_2019_n16_fev.

Brasil, Ministério da Saúde. Pacto pela Saúde 2006 – Consolidação do SUS e aprova as Diretrizes Operacionais do Referido Pacto. Portaria Nº 399, de 22 de fevereiro de 2006.

Cruz IBM, Schwanke CHA. Reflexões sobre biogerontologia como uma ciência generalista, integrativa e interativa. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 3, p. 7-36, 2001.

Mello PRAAP, Roma AC, Moraes Júnior HV. Análise da qualidade de vida de portadores de uveítes de causas infecciosas e não infecciosas pelo questionário NEI-VFQ-25. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 71, n. 6, p. 847-54, 2008.

Nehemy MB. Degeneração macular relacionada à idade: novas perspectivas. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 69, n. 6, p. 955-8, 2006.

Javitt JC, Zhou Z, Willke RJ. Association between vision loss and higher medical care cost in medicare beneficiaries. Ophthalmology, Baltimore, v. 114, n. 2, p. 238-45e1, 2007.

Anderson AO, Bainbridge JWB, Shima DT. Delivery of antiangiogenic molecular therapies for retinal disease. Drug Discovery Today, London, v. 15, n. 7/8, p. 272-82, 2010.

Torres RJA, et al. Fatores modificáveis de degeneração macular relacionada a idade. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 72, n. 3, p. 406-12, 2009.

Cypel MC, et al. Achados oculares em pacientes com mais de 99 anos. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 69, n. 5, p. 665-9, 2006.

Santos LPF, et al. Degeneração macular relacionada à idade: prevalência e fatores de risco em dois centros oftalmológicos de referência em Pernambuco. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 68, n. 2, p. 229-33, 2005.

Novack GD. Pharmacotherapy for the treatment of choroidal neovascularization due to age-related macular degeneration. Annual Review of Pharmacology and Toxicology, 48, 61-78, 2008.

Ding X, Patel M, Chan C. Molecular pathology of age-related macular degeneration. Progress in Retinal and Eye Research, 28, 1-18, 2009.

Zarbin MA. Current concepts in the pathogenesis of age-related macular degeneration. Archives of Ophthalmology, 122, 598-614, 2004.

Damico FM. Angiogênese e doenças da retina. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 70, n. 3, p. 547-53, 2007.

Kaiser PK, et al. Angiografic and optical coherence tomographic results of the MARINA study of ranibizumab in neovascular age-related macular degeneration. Ophthalmology, Baltimore, v.114, n. 10, p. 1868-75e4, 2007.

Mitchel P, et al. Ranibizumab (Lucentis) in neovascular age-related macular degeneration: evidence from clinical trials. British Journal of Medicine, v. 94, n. 1, p. 2-13, 2010.

Bressler NM, et al. Improved vision-related function after ranibizumab vs photodinamic therapy. Archives of Ophthalmology, Chicago, v. 127, n. 1, p. 1321, 2009.

Fletcher EC, et al. Computerized model of cost-utility analysis for treatment of age-related macular degeneration. Ophthalmology, Baltimore, v. 115, n. 12, p. 2192-8, 2008.

Iu LPL, Kwok AKH. An update of treatment options for neovascular age- related macular degeneration. Hong Kong Medical Journal, Hong Kong, v. 13, p. 460-70, 2007.

Cavallero E, Corvi F, Souied E, Bandello F, Querques G. Spontaneous retinal pigment epithelium tear in geographic atrophy. J Fr Ophtalmol. Jan; 39 (1):64-8, 2016.

Yeh B1, Ferrucci S. Retinal pigment epithelium tears after bevacizumab injection. Optometry. Mar; 82 (3):152-7, 2011.

Baba T1, Kubota-Taniai M, Mitamura Y, Yamamoto S. Age-related macular degeneration with massive subretinal hemorrhage easily removed through a retinal break. Retinal Cases Brief Report. Fall; 2 (4): 292-5, 2008.

Benner JD1, Ahuja RM, Butler JW. Macular infarction after transpupillary thermotherapy for subfoveal choroidal neovascularization in age-related macular degeneration. Americn Journal Ophthalmol. Nov; 134 (5): 765-8, 2002.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-028

Refbacks

  • There are currently no refbacks.