Relato de aprendizagens e experiências vivenciadas por um farmacêutico no curso de especialização em educação na saúde para preceptores do sus / Report of experiences and learnings by a pharmacist during the health in education graduate course for preceptors of brazil’s unified health system

Leandro Ribeiro Molina

Abstract


Neste trabalho temos por objetivo apresentar uma síntese crítico-reflexiva sobre a trajetória vivenciada durante o Curso de Especialização em Educação na Saúde para Preceptores do SUS, o qual foi promovido pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa – IEP/HSL em parceria com o Ministério da Saúde, com apoio da Fundação Dom Cabral – FDC, do Conselho Nacional de Secretários da Saúde – CONASS – e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde – CONASEMS. O conteúdo do trabalho foi desenvolvido em sessões específicas para cada uma das seis unidades educacionais trabalhadas durante o curso. Mais uma sessão foi dedicada a destacar os ganhos e mudanças na prática profissional, com abordagem e discussões mais específicas no âmbito do ensino farmacêutico e na prática da preceptoria na área da farmácia. Todas as atividades desenvolvidas durante o curso, bem como as discussões realizadas em grupo, foram extremamente ricas e valiosas por proporcionar o aprimoramento da atuação profissional.


References


BARRETO, V. H. L. et al. Papel do Preceptor da Atenção Primária em Saúde na Formação da Graduação e Pós-Graduação da Universidade Federal de Pernambuco – um Termo de Referência. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 35, n. 4, p. 578-583, 2011.

BOTTI, S. H. O.; REGO, S. Preceptor, Supervisor, Tutor e Mentor: Quais são Seus Papéis? Revista Brasileira de Educação Médica, v. 32, n. 3, p. 363-373, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficinal da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 20 set. 1990.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CES 2. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia. Brasília, 19 fev. 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Caderno de Educação Popular e Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. I FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO FARMACÊUTICA: O FARMACÊUTICO DE QUE O BRASIL NECESSITA. Relatório final. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2008.

CECCIM, R. C.; FEUERWERKER, L. C. M. O Quadrilátero da Formação para a Área da Saúde: Ensino, Atenção e Controle Social. PHYSIS: Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 41-65, 2004.

DIAS, H. S.; LIMA, L. D.; TEIXEIRA, M. A trajetória da política nacional de reorientação da formação profissional em saúde no SUS. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, n. 6, p. 1613-1624, 2013.

DUARTE, N. A escola de Vigotski e a educação escolar: Algumas hipóteses para leitura pedagógica da psicologia histórico-cultural. Psicologia USP, São Paulo, v. 7, n. 1/2, p. 17-50, 1996.

FERRACIOLE, LAÉRCIO. Aspectos da construção do conhecimento e da aprendizagem na obra de Piaget. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 16, n. 2, p. 180-194, ago. 1999.

FORMOZO, G. A.; OLIVEIRA, D. C.; COSTA, T. L.; GOMES, A. M. T. As relações interpessoais no cuidado em saúde: uma aproximação ao problema. Rev. Enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v.20, n. 1, p. 124-127, jan./mar. 2012.

FREIRE, P. Educação e Mudança. 30. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 43. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GALATO, D. et al. Exame Clínico Objetivo Estruturado (ECOE): uma experiência de ensino por meio de simulação do atendimento farmacêutico. Interface – Comunicação Saúde Educação, v. 15, n. 36, p. 309-319, jan./mar. 2011.

HEWSON, M. G.; LITTLE, M. L. Giving feedback in medical education. Journal of General Internal Medicine, v. 13, p. 111-116, fev. 1998.

LIMA, V. V. Competência: distintas abordagens e implicações na formação de profissionais de saúde. Interface – Comunicação Saúde Educação, v. 9, n. 17, p. 369-379, mar./ago. 2005.

MITRE, S. M. et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciência & Saúde Coletiva, v. 13, Sup 2, p. 2133-2144, 2008.

MISSAKA, H.; RIBEIRO, V. M. B. A preceptoria na Formação Médica: o que Dizem os Trabalhos nos Congressos Brasileiros de Educação Médica 2007-2009. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 35, n. 3, p. 303-310, 2011.

NICOLINE, C. B.; VIEIRA, R. C. P. A. Assistência farmacêutica no Sistema Único de Saúde (SUS): percepções de graduandos em Farmácia. Interface – Comunicação Saúde Educação, v. 15, n. 39, p. 1127-1141, out./dez. 2011.

PRADO, M. L. et al. Arco de Charles Maguerez: Refletindo Estratégias de Metodologia Ativa na Formação de Profissionais de Saúde. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, v. 16, n. 1, p. 172-177, jan./mar. 2012.

REGO, S.; GOMES, A. P.; BATISTA, R. S. Bioética e Humanização como Temas Transversais na Formação Médica. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 32, n. 4, p. 482-491, 2008.

RIOS, I. C. Humanização: a Essência da Ação Técnica e Ética nas Práticas de Saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 33, n. 2, p. 253-261, 2009.

SATURNINO, L. T. M. et al. O Internato Rural na formação do profissional farmacêutico para a atuação no Sistema Único de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, n. 4, p. 2303-2310, 2011.

SILVA, R. H. A.; MIGUEL, S. S.; TEIXEIRA, L. S. Problematização como método ativo de ensino-aprendizagem: estudantes de farmácia em cenários de prática. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 77-93, mar./jun. 2011.

ZEFERINO, A. M. B.; PASSERI, S. M. R. R. Avaliação da aprendizagem do estudante. Cadernos ABEM, v. 3, p. 39-43, out. 2007.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-013

Refbacks

  • There are currently no refbacks.