Tendência de mortalidade por Câncer de Mama na Bahia: 2008-2018 / Mortality trend due to breast cancer in Bahia: 2008-2018

Karolayne Silva Souza, Milena Roberta Freire da Silva, Rodrigo Reges dos Santos Silva, Jaqueline dos Santos Silva, Maria Betânia Melo de Oliveira, Flávia Steffany Leitte Miranda, Diego Canuto Bispo da Silva, Graziele dos Santos Costa, Felicson Leonardo Oliveira Lima

Abstract


O câncer de mama é a neoplasia mais frequente entre as mulheres, constituindo uma doença complexa, com comportamento e evolução clínica diversas. No Brasil, foram estimados 59.700 novos casos de câncer de mama para cada ano do biênio 2018-2019 com incidência de 56,33/100 mil mulheres, sendo esta  a neoplasia que lidera o ranking de mortalidade por câncer na população feminina brasileira. Neste sentido o presente estudo teve como objetivo analisar a tendência de mortalidade por câncer de mama no estado da Bahia no período de 2008 a 2018, e abordar quais faixas etárias obtiveram um maior número de óbitos pela doença. O trabalho consistiu em um estudo ecológico, retrospectivo de série temporal, baseado em dados secundários do Sistema de Informação de Mortalidade do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Foram analisados dados de óbitos por Câncer de Mama no estado da Bahia de 2008-2018, nas faixas etárias de 20 a 80 anos mais, de acordo com o sexo masculino e feminino. As taxas de mortalidade bruta, específica por sexo e ajustada por idade, foram calculadas através do software Joinpoint (4.8.0.1), utilizando o percentual de variação anual (APC) p ≤ 0,05 (alpha). De 2008 a 2018 foram registrados 8.526 óbitos por câncer de mama na Bahia, nas faixas etárias de 20-80+. Nas faixas etárias de 20-39 anos ocorreram 782 (9%) óbitos, 40-59 anos 3732 (44%) óbitos, 60-79 anos 2537 (34%) óbitos, 80+ 1104 (13%) óbitos.  Em relação aos óbitos por sexo, observou-se 8.413 (99%) para o sexo feminino e apenas 113 (1%) para o masculino. A taxa de mortalidade bruta variou de 6,4 óbitos/100 mil habitantes em 2008 para 9,3 óbitos/100 mil habitantes em 2018. As taxas ajustadas de maiores variações foram as de 40-79 anos, e a taxa específica com maiores variações dos 60-80+. O presente estudo mostra o crescente número de óbitos para a população feminina, principalmente na faixa etária de 40-59 anos, sendo este considerado um agravo de saúde publica no Brasil. Para tanto, faz-se necessário a elaboração de medidas que possibilitem a diminuição deste número de óbitos, principalmente no que diz respeito ao diagnóstico precoce da doença.


Keywords


Neoplasia maligna da mama, Óbitos, Faixa etária.

References


ALVES, I. R. F. Análise temporal da mortalidade por câncer de mama em mulheres nordestinas no período de 2007 a 2017 (Trabalho de Conclusão de Curso), Cajazeiras, PB: Universidade Federal de Campina Grande; 2019.

ASSIS, E. A.; BARRETO, M. L.; LIMA, K. B. E. Perfil sociodemográfico do câncer de mama na Bahia nos anos de 2013 a 2018, Textura, Governador Mangabeira-BA, v. 13, n. 21, p. 104-113, 2019.

BARBOSA, Ana Mirela Muniz et al. Câncer de mama, um levantamento epidemiológico dos anos de 2008 A 2013. 2017.

COSTA, L. L. N. et al., Mortalidade por Câncer de Mama e Condições de Desenvolvimento Humano no Brasil, Revista Brasileira de Cancerologia, 65(1), 2019.

COUTO, M. S. A. Análise da taxa de mortalidade por câncer de mama nos municípios brasileiros no período de 1987 a 2013 e fatores associados [dissertação]. Juiz de Fora, MG: Universidade Federal de Juiz de Fora; 2016.

LOBÔ, J. L. S. et al., Mortalidade por Câncer de Mama Feminino em Alagoas no Período de 2001 a 2016: Análise de Tendência e Distribuição Espacial, Revista Brasileira de Cancerologia, 66(1), 2020.

MACENA W. G.; HERMANO, L. O.; COSTA, T. C. Alterações fisiológicas decorrentes do envelhecimento. Rev. Mosaicum. v. 27, p. 223-236, 2018.

PAULA, G. F. et al., Mortalidade por câncer de mama em mulheres da Região Sul do Brasil nos anos de 2007 a 2016, Anais Eletrônico do XI EPCC – Encontro Internacional de Produção Científica, 2019.

SILVA, J. F. C. et al., Mortalidade por câncer de mama masculino nas regiões brasileiras e nos estados do Nordeste, Revista Saúde, 46(2), 2020.

SOUZA, N. H. A. et al., Câncer de mama em mulheres jovens: estudo epidemiológico no nordeste brasileiro, SANARE, Sobral - V.16 n.02, p.60-67, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-247

Refbacks

  • There are currently no refbacks.