Prática de bullying Infanto-Juvenil: Conscientização e intervenção em uma Escola particular no interior do Amazonas / Child and Youth Bullying: Awareness and intervention in a private school in the interior of the Amazon

Karllen Adriane Bezerra da Silva, Marcela Moraes Barbosa, Melissa Bruna Vieira dos Santos, Dhienifã Brena Marinho de Souza, Dhionatan Rayden Germano Gadelha, Adria Dantas de Souza, Michel Nasser Corrêa Lima Chamy, Patrícia dos Santos Guimarães

Abstract


Em tempos cada vez mais adversos, a necessidade de uma mente psicologicamente saudável se evidencia e faz com que haja reflexão e busca para compreender a raiz de tantos males que acometem a saúde mental dos indivíduos.

A prática de bullying muito comum nos mais diversos ambientes tem potencial bem mais nocivo quando direcionada à públicos em formação de caráter e personalidade, como o público abordado no Projeto Bullying, aplicado por finalistas do curso de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas em uma escola particular de ensino fundamental na cidade de Coari-Am.

O objetivo do projeto almejava vislumbrar um panorama da proporção do problema na referida escola, conscientizar através de metodologias e didáticas específicas para o público alvo com o teatro, roda de conversa com empoderamento ao conceder a fala no microfone dando voz as vítimas e oportunidade de redenção aos bulinadores e conversa com profissional de psicologia.

Ao final da aplicação do projeto foi ofertada a instituição de ensino iam caixa para servir como canal de comunicação de possíveis práticas de bullying para os alunos denunciantes aos gestores e lideranças da escola de forma anônima. Tal ferramenta tinha o intuito de coibir oi reduzir o número de vítimas na escola.

O projeto do qual este relato de experiência nasceu, intuiu por luz ao tema em questão e dar importância aos malefícios que tal prática inflige às suas vítimas. De certa forma, a questão ainda não tem a visibilidade que deveria e muitos dos traumas e fantasmas das vítimas nunca se vão, então o ciclo vicioso se repete dentro dos ambientes de convivência coletiva da sociedade, assim consegue vitimar silenciosamente sem cessar.


Keywords


Bullying, saúde Mental, infanto-juvenil.

References


BANDEIRA, Claudia de Moraes. Bullying: auto-estima e diferenças de gênero. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação do Desenvolvimento. Agosto, 2009.

BASONI, A. et al. Uma revisão bibliográfica acerca do bullying e suas consequências no ambiente escolar. Revista FAROL – Rolim de Moura – RO, v. 10, n. 10, p. 7-17, jul./2020.

BRANDÃO, E. C.; MATIAZI, L. D. BULLYING: VIOLÊNCIA SOCIOEDUCACIONAL – DESAFIOS PERMANENTES. Pedagogia em Ação, Belo Horizonte, v. 9, n. 1, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Brasília - Df, 2017. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html)>. Acesso em: 01 de setembro de 2020.

CARVALHO, L. J.; MOREIRA, D. B. Políticas públicas de combate ao bullying no âmbito escolar: estratégias de enfrentamento no Brasil, Estados Unidos, Finlândia, Espanha e Portugal. Revista Projeção, Direito e Sociedade, v 8, n°2, ano 2017.

DUTRA, L. R. Bullying: Conscientização e Respeito, Mudança de Atitudes. Universidade Federal do Paraná, Blumenau, 2016.

FERREIRA, T. A. D. Bullying na escola: análise da percepção docente. Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.

FORTE, L. D. P.; CASTRO, E. H. B. Experienciando o Bullying: Possibilidades de Auto Reconhecimento do Ser-Si-Mesmo de Alunos da Rede Pública de Ensino. Revista AMAzônica, LAPESAM/GMPEPPE/UFAM/CNPq.Vol XXV, nº 2, jul-dez, 2020.

FREIRE, A. N.; AIRES, J. S. A contribuição da psicologia escolar na prevenção e no enfrentamento do Bullying. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP. Volume 16, Número 1, Janeiro/Junho de 2012.

JESUS, D. A. C. O pacto entre a escola e o judiciário contra o bullying. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 7, p. 7763-7767 jul. 2019.

KEGLER, E. et al. Perfil do bullying escolar: uma comparação entre escolas da rede estadual e municipal de um município da região central do Rio Grande do Sul. Braz. J. Hea, Rev., Curitiba, v. 3, n. 3, p. 6396-6406 may/jun. 2020.

LISBOA, C.; BRAGA, L.L.; EBERT, G. O fenômeno bullying ou vitimização entre pares na atualidade: definições, formas de manifestação e possibilidades de intervenção. Contextos Clínicos, vol. 2, n. 1, janeiro-junho 2009.

MARCOLINO, E.C. et al. Bullying: Prevalência e Fatores Associados à Vitimização e à Agressão no Cotidiano Escolar. Texto Contexto Enferm, 2018.

PIGOZI, Pamela Lamarca. A produção subjetiva do cuidado: uma cartografia de bullying escolar. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 28(3), e280312, 2018.

PRODÓCIMO, Elaine. Um Olhar Sobre o Bullying: Reflexões a Partir da

Cultura. IX Congresso Nacional de Educação- EDUCERE III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia, Outubro, 2009.

SILVA, E. N.; ROSA, E. C. S. Professores sabem o que é bullying? Um tema para a formação docente. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP. v 17, nº 2, Julho/Dezembro de 2013.

SILVA, D. et al. Vítimas e Agressores – Manifestações de Bullying em Alunos do 6º ao 9º Ano de Escolaridade. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, ESPECIAL 5. AGO.2017.

SILVA, L. O.; BORGES, B. S. BULLYING NAS ESCOLAS. Direito & Realidade, v.6, n.5, p.27-40/2018.

SILVA, J. L. et al. Intervenção em habilidades sociais e bullying. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018.

TOLEDO, M. M. Ciências da saúde: teoria e intervenção 3 / Organizadora Marileila Marques Toledo. Ponta Grossa, PR: Atena, 2020.

TREVISOL, M. T. C.; UBERTI, L. Bullying na escola: a compreensão do aluno no papel de testemunha. Revista Psicologia: Teoria e Prática, 17(3), 164-176. São Paulo, SP, set.-dez. 2015.

TREVISOL, M. T. C.; CAMPOS, C. A. Bullying: verificando a compreensão dos professores sobre o fenômeno no ambiente escolar. Psicologia Escolar e Educacional, SP. v 20, nº 2, Maio/Agosto de 2016.

TREVISOL, M. T. C.; PEREIRA, B.; MATTANA, P. Bullying na adolescência: causas e comportamentos de alunos portugueses e brasileiros. Rev. educ. PUC-Camp., Campinas, 24(1):55-72, jan./abr., 2019.

ZEQUINÃO, M. A. et al. Bullying escolar: um fenômeno multifacetado. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 42, n. 1, p. 181-198, jan./mar. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-244

Refbacks

  • There are currently no refbacks.