Tratamento fisioterapêutico em pacientes portadores de hanseníase após neurólise/Physiotherapeutic treatment in leprosy patients after neurolysis

Neiva Beatriz Casseb Negrão Santos, Fernando Mendonça Cardoso, Angela Shiratsu Yamada, Luciana Fernandes Mais Marin, Rosângela dos Reis

Abstract


Introdução: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa causada pelo Mycobacterium Leprae, sua transmissão ocorre pelas vias aéreas superiores. Acomete principalmente a pele e os nervos periféricos. Objetivo: Verificar os principais nervos acometidos e submetidos a cirurgia Neurólise em portadores de hanseníase e a reabilitação fisioterapêutica. Metodologia: Tratou-se de uma revisão sistemática, onde foram pesquisados artigos utilizando os seguintes descritores: hanseníase, neurólise e fisioterapia. Foram utilizadas as bases de dados: SCIELO, BVS, Google acadêmico, LILACS, ScienceDirect, PUBMED, PEDro, CAPES e MEDLINE. Resultados: Para o estudo foram utilizados um livro sobre hanseníase e tratamento fisioterapêutico pós neurólise, 3 artigos sobre mobilização neural e 10 artigos sobre a hanseníase e os principais nervos acometidos e submetidos a cirurgia. De acordo com o levantamento observou-se que a fisioterapia convencional e a mobilização neural para os nervos ulnar, mediano, radial e fibular tiveram resultados positivos na redução do quadro álgico e nas alterações sensitivas dos pacientes com hanseníase. Considerações Finais: Pode-se destacar que há vários estudos científicos sobre a hanseníase, que relatam sobre os principais nervos submetidos a neurólise, sendo o primeiro nervo mais acometido e submetido a essa cirurgia é o nervo ulnar, o segundo é o nervo tibial, havendo divergências sobre o terceiro nervo. Sobre o tratamento fisioterapêutico após a cirurgia neurólise, e de acordo com as referências pesquisadas, foi verificado um déficit de pesquisa sobre o presente estudo, visto que não foi encontrado artigos atuais que relatassem de forma especifica o tratamento fisioterapêutico após a neurólise


Keywords


Hanseníase, Neurólise, Fisioterapia, Reabilitação.

References


Tiago LM de P. Pós-operatório tardio de descompressão neural periférica em hanseníase:desfecho clínico e percepção do paciente. 2016.

Mendes PD, Telles C, Parise M AM. O Papel Da Cirurgia Descompressiva No Tratamento Da Neuropatia Em Hanseníase. Rev Hosp Univ Pedro Ernesto. 2011;10(1):49–56.

Filho AG de J, Loures E de A, Junior SH, Simoni L de F, Pires PR, Jesus SG de J. Análise dos resultados de neurólises em pacientes com hanseníase. HU Rev Juiz Fora. 2016;42(1):53–60.

Faria L, Valadares G. Aspectos históricos e epidemiológicos da hanseníase em Minas Gerais. Rev Med e Saúde Brasília. 2018;6(3).

Tavares JP, Barros JDS, Camila K, Silva C, Barbosa E, Reis GR. Fisioterapia no atendimento de pacientes com hanseníase : um estudo de revisão. Rev Amaz. 2013;1(2):37–43.

Bastos WM. Características sociodemográficas e epidemiológicas da hanseníase do município de Palmas - Tocantins. 2017;1–74.

Pondé JM, Silva MAF, Barreto IB RC. Neurólise ulnar sob anestesia local em pacientes com hanseníase. Arq Bras Neurocir Brazilian Neurosurg. 2010;29(03):99–102.

Viana TAM, AguiarAL, Carneiro JZ, Aboud DFA, Villa RT VA. Neurólise no Maranhão: tempo e nervos são perdidos? Cutánea Ibero-Latino-Americana. 2017;45(1):204–209.

Alves ED, Ferreira TL, Nery I JA. Hanseníase: avanços e desafios. Nespron. Brasília; 2014. 492 p.

Reis FJJ, Cunha AJLA, Gosling AP, Fontana AP, Gomes MK. Quality of life and its domains in leprosy patients after neurolysis: a study using WHOQOL-BREF. Lepr Rev. 2013;84(2):119–23.

Barbosa DRM, Almeida MG, Dos Santos AG. Características epidemiológicas e espaciais da hanseníase no estado do maranhão, Brasil, 2001-2012. Med. 2014;47(4):347–56.

Véras LST, Vale RG de S, Mello DB de, Castro JAF de DE. Avaliação da dor em portadores de hanseníase submetidos à mobilização neural. Fisioter e Pesqui. 2011;18(1):31– 36.

Véras LST, Vale RG de S, Mello DB de, Castro JAF de, Lima V, Trott A, et al. Electromyography function, disability degree, and pain in leprosy patients undergoing neural mobilization treatment. Rev Soc Bras Med Trop. 2012;45(1):83–88.

Cabral A dos S. Análise da ação do tratamento de mobilização neural em pacientes com Neuropatia Hansênica André dos Santos Cabral Orientador Juarez Antônio Simões Quaresm Santarém 2014 Versão Final. 2014.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-238

Refbacks

  • There are currently no refbacks.