Bioresorbable Vascular Scaffold Dismantling como Mecanismo Potencial de Reestenose e Síndrome Coronariana Aguda / Bioresorbable Vascular Scaffold Dismantling as a Potential Mechanism of Restenosis and Acute Coronary Syndrome

Bruna Bonamigo Thomé, Anna Luiza Frazzon Teixeira, Luiz Gustavo Thomé, Fernando Pasin, Romualdo Bolzani dos Santos

Abstract


Atualmente diversos dispositivos e técnicas são criados para reduzir as complicações associadas a Intervenção Coronariana Percutânea, como a reestenose pós stent. Os Bioresorbable Vascular Scaffold (BVS) encontram-se entre os dispositivos desenvolvidos com tal intuito, representando uma alternativa promissora no tratamento de lesões de coronárias, com a proposta de redução de eventos adversos. Seu mecanismo de ação promove a restauração do fluxo sanguíneo no vaso implantado, com posterior reabsorção do material. No entanto, com o seu uso em maior escala, estão sendo descritos casos de trombose e reestenose do local tratado. Dessa forma, mostra-se fundamental relatarmos tais casos, para tornar possível um maior esclarecimento dos mecanismos envolvidos nas complicações e assim propiciar aprimoramento da técnica e da tecnologia do material, contribuindo para melhores desfechos na revascularização percutânea.

 


Keywords


Síndrome Coronariana Aguda, Revascularização Percutânea, Reestenose pós Stent, Bioresorbable Vascular Scaffold.

References


Felix CM, Fam JM, Diletti R, et al. Mid- to long-term clinical outcomes of patients treated with the everolimus-eluting bioresorbable vascular scaffold: the BVS Expand Registry. JACC Cardiovascular Interventions, v. 9, p. 1652-1663, 2016.

Virmani R, Jinnouchi H, Finn AV. Is Discontinuity a Major Cause of Scaffold Thrombosis?. Journal of the American College of Cardiology, v. 70 n. 19, p. 2345 – 2348, 2017.

Wykrzykowska JJ, Kraak RP, Hofma SH, et al. Bioresorbable scaffolds versus metallic stents in routine PCI. New England Journal of Medicine, v. 376, p. 2319–28, 2017

annaccone M, D’Ascenzo F, Templin C, et al. Optical coherence tomography evaluation of intermediate-term healing of different stent types: systemic review and meta-analysis. European Heart Journal - Cardiovascular Imaging, v.18, p. 159–66, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-234

Refbacks

  • There are currently no refbacks.