Avaliação do impacto da oxigenação por membrana extracorpórea (ECMO) na COVID-19: uma revisão sistemática/ Assessment of the impact of extracorporeal membrane oxygenation (ECMO) on COVID-19: a systematic review

Altino José Sobroza Pimenta Pereira, Isabella Sobroza Pimenta Pereira, André Salim Duarte, Marco Antônio Valente Roque

Abstract


A COVID-19, causada pelo vírus SARS-CoV-2, é uma síndrome respiratória que surgiu ao final de 2019 e espalhou-se pelo mundo. A maioria dos infectados apresenta manifestações brandas, mas uma parcela significante desenvolve sintomatologia mais grave — a assistência em saúde é fundamental para reduzir a letalidade em especial deste grupo. O suporte ventilatório ganha destaque, uma vez que não existem terapias medicamentosas com bom nível de eficácia. A Oxigenação por Membrana Extracorpórea mostra-se como opção de terapia de suporte, visto que poderia reduzir a mortalidade nos casos graves de COVID-19 ao prevenir a falência pulmonar, além de impactar na mortalidade por causas cardiovasculares. O presente trabalho tem como objetivo investigar uma relação entre o uso de ECMO em casos graves de COVID–19 e os desfechos em pacientes hospitalizados. Foi realizada uma busca no banco de dados CAPES, usando as palavras-chave COVID-19, Oxigenação por Membrana Extracorpórea e Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo. Foram identificados 206 artigos e 5 foram incluídos. Todos os artigos selecionados apresentaram número de pacientes em uso de ECMO pequeno e, ao todo, foram analisados 18 indivíduos. Ao final do estudo, não foi possível estabelecer alteração no desfecho de casos graves de COVID-19 frente ao uso de ECMO.  Mais pesquisas são necessárias para definir essa relação no cenário da atual pandemia.


Keywords


COVID-19, Oxigenação por membrana extracorpórea, Síndrome do desconforto respiratório agudo.

References


CHAVES, R. C. De Freitas et al. Oxigenação por membrana extracorpórea: revisão de literatura. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. São Paulo, v. 31, n. 3, p. 410-424, out. 2019. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

CHEN, Lei et al. Risk factors for death in 1859 subjects with COVID-19. Leukemia. [S.l.], p. 1-11, jun. 2020. Disponível em: . Acesso em: 09 jul. 2020.

CHENG, P. et al. Cardiovascular Risks in Patients with COVID-19: Potential Mechanisms and Areas of Uncertainty. Current Cardiology Reports. [S.l.], v. 22, n. 34, p. 1-6, abr. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

GREIN, Jonathan et al. Compassionate Use of Remdesivir for Patients with Severe Covid-19. The New England Journal of Medicine. Boston, v. 382, n. 24, p. 2327-2336, abr. 2020. Disponível em: < https://www-nejm-org.ez93.periodicos.capes.gov.br/doi/10.1056/NEJMoa2007016>. Acesso em: 09 jul. 2020.

GUAN, Wei-jie et al. Clinical Characteristics of Coronavirus Disease 2019 in China. The New England Journal of Medicine. Boston, v. 382, n. 18, p. 1708-1720, abril 2020. Disponível em: < https://www-nejm-org.ez93.periodicos.capes.gov.br/doi/10.1056/NEJMoa2002032>. Acesso em: 09 jul. 2020.

HONG, Xiaoyang et al. Extracorporeal membrane oxygenation (ECMO): does it have a role in the treatment of severe COVID-19?. International Journal of Infectious Diseases. [S.l.], v. 94, p. 78-80, mar. 2020. Disponível em: . Acesso em: 09 jul. 2020

JIN, Y. et al. Virology, Epidemiology, Pathogenesis, and Control of COVID-19. Viruses. Basel, v. 12, n. 4, p. 372-388, mar. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul 2020

LI, Chenglong et al. Extracorporeal membrane oxygenation programs for COVID-19 in China. Critical Care. [S.l.], v. 24, n. 317, p. 1-4, mai. 2020. Disponível em: . Acesso em: 09 jul. 2020

MENDES, P. Vitale et al. Oxigenação por membrana extracorpórea para síndrome do desconforto respiratório agudo grave em pacientes adultos: revisão sistemática e metanálise. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. São Paulo, v. 31, n. 4, p. 548-554, jan. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

MENON, N. et al. Oxigenação por membrana extracorpórea na síndrome do desconforto respiratório agudo devido à pneumonia por influenza A (H1N1) pdm09. Experiência em um único centro durante a temporada de 2013-2014. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. [S.l.], v. 29, n. 3, p. 271-278, set. 2017. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

RAJAGOPAL, K. et al. Advanced Pulmonary and Cardiac Support of COVID-19 Patients: Emerging Recommendations From ASAIO – a Living Working Document. Circulation: Heart Failure. [S.l.], v. 13, n. 5, p. 1-14, mai. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

RIBEIRO, I. Gonçalves; SANCHEZ, M. Niskier. Avaliação do sistema de vigilância da síndrome respiratória aguda grave (SRAG) com ênfase em influenza, no Brasil, 2014 a 2016. Epidemiologia e Serviços de Saúde. Brasília, v. 29, n. 3, p. 1-13, jun. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

SHI, Shaobo et al. Characteristics and clinical significance of myocardial injury in patients with severe coronavirus disease 2019. European Heart Journal. Oxford, v. 41, n. 22, p. 2070-2079, jun. 2020. Disponível em: . Acesso em: 09 jul. 2020.

WANG, Dawei et al. Clinical course and outcome of 107 patients infected with the novel coronavirus, SARS-CoV-2, discharged from two hospitals in Whuan, China. Critical Care. [S.l.], v. 24, n. 188, p. 1-9, abr. 2020. Disponível em: . Acesso em: 09 jul. 2020.

WHO. World Health Organization. Clinical management of COVID-19. Genebra: mai. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

XIE, J. et al. Association Between Hypoxemia and Mortality in Patients With COVID-19. Mayo Clinic Proceedings. [S.l.], v. 95, n. 6, p. 1138-1147, jun. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020

ZHENG, Ying-Ying et al. COVID-19 and the cardiovascular system. Nature Reviews Cardiology. [S.l.], v. 17, p. 259-260, mar. 2020. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2020




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-225

Refbacks

  • There are currently no refbacks.