Efeito da drenagem linfática na síndrome da tensão pré menstrual / Effect of lymphatic drainage on pre menstrual tension syndrome

Elaine Dias Freire da Silva, Fabiana Peixoto Giacon, Juliana Aparecida da Silva Gonçalves

Abstract


A drenagem linfática manual (DLM) faz parte das técnicas utilizadas para favorecer a circulação dita “de retorno”. A DLM drena os líquidos excedentes que banham as células, mantendo, dessa forma, o equilíbrio hídrico dos espaços intersticiais. A síndrome pré-menstrual (SPM) classifica-se no CID-9, é um conjunto de sintomas físicos, emocionais e comportamentais, que iniciam na semana anterior à menstruação e aliviam com o início do fluxo menstrual. A utilização dos critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders – 5ª edição (DSM-V), em associação ao preenchimento de diários prospectivos por pelo menos dois ciclos menstruais consecutivos, é atualmente reconhecida como o modo prático de confirmação diagnóstica. O objetivo da pesquisa é verificar a diminuição dos sintomas da SPM com a técnica de DLM, avaliar se houve mudança no relacionamento interpessoal das voluntárias e analisar se os sintomas apresentados após a técnica deixaram de fazer parte dos critérios diagnóstico e se permaneceram reduzidos após o encerramento da DLM. Participaram do estudo mulheres de 27 a 41 anos consideradas portadoras da SPM através da análise diagnóstica do questionário DSM-V (anexo I) que foi respondido na semana final que antecede a menstruação, durante 2 ciclos menstruais. Após isso foi aplicado DLM uma vez por semana durante 2 ciclos menstruais, elas preencheram o DSM-V da mesma forma. Após o fim das sessões preencheram mais 2 DSM-V. Foi analisado se houve alguma mudança nos sintomas e comportamento pós intervenção e se o resultado permaneceu. Conclui-se com este estudo que a DLM é eficaz na diminuição dos sintomas da SPM reduzindo os critérios diagnóstico da síndrome, as voluntárias permaneceram com prejuízo das atividades diárias, porém alguns sintomas permaneceram reduzidos após o encerramento das sessões de DLM.


Keywords


drenagem linfática, tensão pré menstrual, tpm, drenagem

References


BRANDÃO, D.S.M et al. Avaliação da técnica de drenagem linfática manual no tratamento do fibro edema geloide em mulheres. Rev. Conscientiae Saúde; 9(4):618-624, 2010

BORATOA, G.B et al. Efeito da Drenagem Linfática na Redução de Edema de Membro Inferior: Estudo de Caso em Pré e Pós-Operatório de Abdominoplastia. Rev Bras Terap e Saúde, 4(1):13-18, 2013 .

BRILHANTE, AVM. et al. Síndrome pré-menstrual e síndrome disfórica pré-menstrual: aspectos atuais. FEMINA, vol 38, n. 7. Julho, 2010.

DAVID J. KUPFER, M.D. et al. Diagnostic and Statistícal Manual of Mental Disorders, Fifth Edition. Pág.171-174. Ed.Artmed, 2014.

FONSECA, F.M et al. Estudo comparativo entre a drenagem linfática manual e atividade física em mulheres no terceiro trimestre de gestação. Rev. Científica dos profissionais de fisioterapia. Vol. 4, n.2, 2009.

LEDUC, ALBERT; OLIVIER. Drenagem Linfática: teoria e prática. 3ª edição, Manole, 2007.

MATSUMOTO, T. et al. Altered autonomic nervous system activity as a potential etiological factor of premenstrual syndrome and premenstrual dysphoric disorder. Biopsychosoc Med, 1:24, 2007.

PEREZ, E.; VASCONCELOS, M. G. Técnicas Estéticas Corporais. 1. ed. São Paulo: Érica, 2014.

PEARLSTEIN, T; STEINER, M. Premenstrual dysphoric disorder: burden of illness and treatment update. J Psychiatry Neurosci.;33(4):291-301, 2008.

RENNÓ JR, J. et al. Saúde Mental da Mulher: transtornos psiquiátricos relacionados ao ciclo reprodutivo. Rev. Psiquiatria. Ano 2, nº6, nov/dez 2012.

SILVA, CML. et al. Population study of premenstrual syndrome. Rev. Saúde Pública.;40(1):47-56, 2006.

VALADARES,GC. et al. Transtorno disfórico pré-menstrual revisão: conceito, história, epidemiologia e etiologia. Rev. psiquiatr. clín.;33(3):117-23, 2006




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-215

Refbacks

  • There are currently no refbacks.