A dietoterapia e a importância da reeducação alimentar como promoção da saúde para indivíduos obesos: uma revisão de literatura / Diet therapy and the importance of food re-education as a health promotion for obese individuals: a literature review

Jessany Andrade de Oliveira Lima, Fabiane Malheiros Oliveira, Whandra Braga Pinheiro

Abstract


Introdução: A obesidade é uma doença crônica cujo avanço tem ocorrido de forma acelerado em todo o mundo nos últimos anos. No Brasil, estima-se que mais da metade da população brasileira esteja com excesso de peso ou obesidade. Objetivos: Esta revisão tem por objetivo apresentar informações referentes à dietoterapia e a importância da reeducação alimentar como promoção da saúde em indivíduos obesos. Metodologia: Inicialmente, os artigos foram escolhidos por seu título e resumo. Posteriormente, foram selecionados estudos relacionados à pacientes com distúrbios metabólicos crônicos, desenvolvidos através de metodologias qualitativas. Foram excluídos aqueles trabalhos que não focalizavam a temática abordada. Conclusão: A obesidade constitui um desafio para o Brasil e para o mundo. Os caminhos são múltiplos, e ações isoladas não são capazes de endereçar adequadamente o problema. Contudo o controle do avanço e a redução das prevalências de sobrepeso e obesidade exigem articulações que envolvam ações com níveis de complexidades diferentes, abrangendo mudanças sustentáveis nos ambientes e modos de vida da população. Uma vez que é de extrema importância entender os diversos fatores que desencadeiam a obesidade da mesma maneira que o SUS deve desempenhar suas ações dentro desse contexto. 


Keywords


Obesidade; Doenças Crônicas; Reeducação Alimentar.

References


BRASIL, Ministério da Saúde. Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. Obesidade e síndrome metabólica. 2019.

BRASIL, Ministério da Saúde. Diretrizes Brasileiras de Obesidade. 2016.

BOSIO, Jaqueline Pauluci. BENNEMANN, Rose Mari. MACUCH, Regiane da Silva. Relação entre aprendizagem de si e motivação no combate a Obesidade. XI EPCC. 2019.

BUENO, Júlia Macedo. et. al. Educação alimentar na obesidade: adesão e resultados antropométricos. Revista de Nutrição. Vol. 24. Campinas. 2011.

DEMENECH Mônica Cristina. BERNARDES, Simone. Metas alimentares versus dieta: qual oferece melhores resultados em pacientes com excesso de peso? Revista da Associação Brasileira de Nutrição. São Paulo, SP, Ano 8, n. 1, p. 26-30, Jan-Jun. 2017.

EMANUELLA, Gomes Maia. et. al. Padrões alimentares, características sociodemográficas e comportamentais entre adolescentes brasileiros. Revista Brasileira de epidemiologia. 2018.

FIGUEIRAS, Andrea Rocha. SAWAYA Ana Lydia. Intervenção multidisciplinar e motivacional para tratamento de adolescentes obesos brasileiros de baixa renda: estudo piloto. Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil. 2018.

MACEDO, Irene Coutinho de. AQUINO, Rita de Cássia de. O Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para Políticas Públicas no Brasil no contexto do atendimento nutricional. 2018.

LOPES, Carlos Alexandre de Oliveira. Prevenção da obesidade infantil: uma proposta educativa. Revista de Extensão da UFMG, Belo Horizonte, v. 7, n. 1, p.01-591 jan./jun. 2019.

MORAES, Thais Siqueira de. Intervenção Nutricional No Tratamento De Pacientes Obesos. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. 2010.

RENDEIRO, Luana Costa. Consumo alimentar e adequação nutricional de adultos com obesidade. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. São Paulo. v. 12. n. 76. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-212

Refbacks

  • There are currently no refbacks.