Atenção primária à saúde: percepção da pessoa idosa a respeito do atendimento do enfermeiro / Primary health care: perception of the elderly person regarding nursing care

Thayane Araújo Lacerda, Eurides Souza de Lima, Graciana de Sousa Lopes, Maria Da Conceição Barreiros de Moura, Sabrina de Souza da Silva

Abstract


Este trabalho objetiva descrever a percepção da pessoa idosa a respeito do atendimento do enfermeiro na atenção primária à saúde. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa realizado com 25 idosos cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde da Família do Distrito Oeste de Manaus, Amazonas, Brasil, no período de setembro a novembro de 2018, aplicando-se um questionário semiestruturado elaborado pelas autoras. Os dados coletados foram trabalhos por meio da técnica de análise temática. Grande parte dos participantes da pesquisa referiram satisfação com o atendimento do enfermeiro, relatando boas experiências e proximidade com a família, outros referiram dificuldades na comunicação, falta de vínculo e insuficiência de orientações e atividades de educação em saúde. Entende-se que a figura do profissional enfermeiro é de grande valia, é quem vai tornar possível a relação enfermeiro-paciente, capacitando a família para a prática do cuidado e proporcionando a compreensão da sua importância e responsabilidade. Conclui-se que apesar de um atendimento satisfatório, a visão do idoso a respeito do enfermeiro na atenção básica era reduzida em algumas vezes a atendimentos relacionados aos programas, não existindo uma peculiaridade no cuidado ao idoso.

 

 


Keywords


Enfermagem, Saúde do idoso, Atenção Básica.

References


BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica / Ministério da Saúde: Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2012.

_______, Ministério da Saúde. Estatuto do Idoso / Ministério da Saúde - 3. ed., 2. reimpr. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

_______, Ministério da Saúde. Portaria n. 1395, de 10 de dezembro de 1999. Dispõe sobre a Política Nacional de Saúde do Idoso e dá outras providências [legislação na Internet]. Brasília; 1999. [citado 2007 abr. 22]. Disponível em: http:/dtr2018.saude.gov.br/susdeaz/legislacao/arquivo/Portaria_1395_de_10_12_1999.pdf.

_______, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BARCELLOS, E. S.; ANDRADE, M. Atendimento domiciliar: a família como co-responsável no processo de cuidar do idoso. Informe-se em promoção da saúde, v.5, n.1, p. 01-03, 2005.

BELIE, R.A. O uso de entrevista, observação e vídeo gravação em pesquisa qualitativa: Caderno de Educação, Pelotas, v.30, p.187-199, jan/jun.2008.

COSTA, M. F. L.; VERAS, R. Saúde pública e envelhecimento. Caderneta de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.19, n.3, p.735-743, jun. 2003. Disponível em:< www.upf.tche.br/seer/index.php/rbceh/article/viewfile/10/32>. Acesso em: 08 mar 2018.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MINAYO, M.C.S. (org.). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14 ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

MINAYO, M.C.S. (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010, p. 316.

NUNES, Maria Inês; LIMA, Tânia Gonçalves de. Envelhecimento bem-sucedido. In: NUNES, Maria Inês; FERRETTI, Renata Eloah de Lucena; SANTOS, Mariza dos; (org.). Enfermagem em Geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogam, 2012.

SAMPAIO, S.N; ESTEVES, A.V.F; OLIVEIRA, A.P.P; FRANCO, P.C.; LIMA, E.S. Visão da pessoa idosa sobre o atendimento do enfermeiro da Atenção Básica. Revista Baiana de Enfermagem. Vol,32: e27618, 2018.

SEMSA, Secretaria Municipal de Saúde de Manaus. Plano Municipal de Saúde 2014-2017. Disponível em: www.manaus.am.gov.br. Acesso em 24 mar 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-176

Refbacks

  • There are currently no refbacks.