Características do uso e abuso de drogas da população em tratamento em centro atenção psicossocial infanto juvenil na Cidade do Recife / Characteristics of drug use and abuse of the population under treatment at a psychosocial care center for young children in the City of Recife

Marcos Martins Leandro, Marina Araújo Rosas, Keise Bastos Gomes da Nóbrega, Luziana Carvalho de Albuquerque Maranhão, Anne Krishna Primo Sicato Epalanga, Vera Lucia Dutra Facundes

Abstract


Adolescentes estão comumente expostos aos riscos de uso de drogas lícitas e ilícitas e essa problemática acarreta em prejuízos significativos ao desenvolvimento desses sujeitos. O presente estudo tem como objetivo conhecer as características sociodemográficas, perfil do uso/abuso de drogas e história clínica da população atendida em um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) Infanto juvenil da cidade do Recife/Pernambuco e foi conduzido através de entrevista com roteiro estruturado e observação do pesquisador durante os atendimentos grupais e diálogos durante os intervalos dos atendimentos. Participaram do estudo dez sujeitos com idades entre 8 e 17 anos. A maioria possuía ensino fundamental incompleto, são procedentes de Recife e residem com pais e/ou parentes. Consomem maconha, crack, cola de sapateiro e cigarro e iniciaram o uso devido à curiosidade, grupos de amigos, e/ou proximidade com os pontos das drogas, consideradas situações de risco, uma vez que residem em áreas dominadas pelo tráfico. Alguns têm parentes que também usam drogas, retratando o papel ambíguo da família que deveria atuar como fator de proteção para o uso de álcool e outras drogas. No CAPS AD, os usuários participam de várias atividades grupais, manifestam confiança no tratamento, expressam desejo de recuperação da dependência e deram destaque a relação e vínculo com a equipe do serviço.  As considerações finais evidenciaram que a adesão ao tratamento dessa população é difícil e repercute num desafio constante para os profissionais dos serviços, familiares e usuários, na tentativa de construir possibilidades de enfrentamento aos efeitos da vulnerabilidade social a que essa população está submetida.


Keywords


Adolescente, Dependência química, Risco Social, Serviços de Saúde do Adolescente, Terapia Ocupacional.

References


BARBOSA, T.C., OLIVEIRA, O. F. de; A intervenção da Terapia Ocupacional no Tratamento de Adolescentes Dependentes Químicos. fait.revista.inf.br, 1ª ed. Itapeva, SP, 2014.http://fait.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaque/s06qEFlsHq5uSm5_2014-4-16-21-45-27.pdf. Acessada em 2 março de 2016.

BAHLS, F. R. C., INGBERMANN, Y. K.; Desenvolvimento Escolar e Abuso de Drogas na Adolescência. Estudos de Psicologia (Campinas), 22(4), 395-402. 2005.

BENINCASA, M., REZENDE M.M.; Percepção de Fatores de Risco e de Proteção para Acidentes de Trânsito entre Adolescentes. Boletim de Psicologia, vol. LV, 2006, vol. LVI Nº 125: 241-256 2006.

BERNARDY C. C. F., OLIVEIRA M.L.F.de; Uso de Drogas por Jovens Infratores: Perspectiva da Família, Cienc Cuid Saúde; 11(suplem.):168-175. Universidade Estadual de Maringá (UEM), Paraná, 2012.

BRASIL, A política do Ministério da Saúde para a Atenção Integral a Usuários de Álcool e outras Drogas. Brasília DF, 2003, 2004.

_______ Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde. Marco legal: saúde, um direito de adolescentes. 1ªed. Brasília (DF); 2007.

______Ministério da Saúde. Portaria nº 1.190, de 4 de junho de 2009. Institui o Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e outras Drogas no Sistema Único de Saúde - SUS (PEAD 2009-2010) e define suas diretrizes gerais, ações e metas. Diário Oficial da União 2009; 05 jun.

¬¬¬_______ Ministério da Saúde, Gabinete do Ministro, Saúde Mental no SUS: As Novas Fronteiras da Reforma Psiquiátrica Sistema Único de Saúde (SUS). 2011.

_______ Câmara dos Deputados, Lei nº 8069, de 13 de julho de 1990, e Legislação correlata, Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA, 9º Edição 10/05/ 2012.

CAVALCANTE M. B. P. T., ALVES M. D. S., BARROSO M. G. T., Adolescência, Álcool e Drogas: Promoção da Saúde. Esc. Anna Nery Rev Enferm 2008 set; 12 (3): 555-59 2008.

CEBRID, Centro Brasileiro de Informações Sobre Drogas Psicotrópicas, Livros e publicações Universidade Federal de São Paulo, 2010.

FONSECA, A. C.; SIMÕES, M. da C. T. Os malefícios do tabaco na infância e na adolescência, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2008.

FRANÇOSO L. A., COATES V., Repercussões Sociais Das Sequelas Físicas Em Adolescentes Vítimas De Acidentes De Trânsito. Adolescência & Saúde volume 5 nº 1 março 2008.

FURTADO, Flávia Alessandra Bezerra et al. Gestão compartilhada no contexto da saúde mental. Brazilian Journal of Business, v. 2, n. 3, p. 2464-2472, 2020.

GALDUROZ J.C.F., NOTO A.R., NAPPO S.A., CARLINI E. A., Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil: Pesquisa Domiciliar Envolvendo as 109 Maiores Cidades do País, 2001, Rev Latino-am Enfermagem, Setembro-outubro 2005

LOPES G. M., Álcool e Drogas na Infância e Adolescência, Psiquiatra da Infância e Adolescência HC-USP – Programa Equilíbrio Slide Share, 2013.

LUIS M.A.V., LUNETTA A.C.F., Álcool e Outras Drogas: Levantamento Preliminar Sobre a Pesquisa Produzida no Brasil Pela Enfermagem. Rev Latino-am Enfermagem novembro-dezembro; 13(número especial):1229-30,2005.

OLIVEIRA A. P. G. de, SAPIRO C.M., Políticas Públicas para Adolescentes em Vulnerabilidade Social: Abrigo e Provisoriedade. Psicologia Ciência e Profissão, 27 (4), 622-635, Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS, 2007.

OLIVEIRA, E. B. DE, BITTENCOURT, L. P., CARMO A.C., A importância da Família na Prevenção do uso de Drogas entre Crianças e Adolescentes: Papel Materno, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas, SMAD v. 4, n. 2, artigo 2, 2008.

PEREIRA, P. E., BARDI, G., MALFITANO, A. P. S.; Juventude, drogas e a desconstrução de paradigmas estabelecidos ISSN 0104-4931 Cad. Ter. Ocup. UFSCar, São Carlos, v. 22, n. Suplemento Especial, p. 49-60, 2014.

POZZA, A. G. A. M., FONSECA. A., LACERDA, G. A. DE F.; FARIAS A. A. DE; A Influência Familiar no Envolvimento dos Jovens com as Drogas. Interdisciplinar: Revista Eletrônica da Univar n. 6 p. 154 – 157 2011.

PRATA, E.M.M., SANTOS, M.A. Drogadição, família e adolescência: reflexões. Estudos de Psicologia, v. 11, n.3, 315-322, 2006.

REIS, F. C. dos, SILVA A. A., Adolescência: Consumo de Álcool e Outras Drogas Revista Enfermagem Integrada – Ipatinga: Unileste- MG-v. 2, n. 1- Jul./Ago. 2009.

SCHENKER M., MINAYO M. C. de S., Fatores de risco e de proteção para o uso de drogas na adolescência. Ciência e Saúde Coletiva v. 10, n.3, p. 707-717.2005.

TRIANA, B. N. C., OLIVEIRA L.A.de; Juventude E Drogas: Uma outra Abordagem, Alunos de graduação do 3° ano de Ciências Sociais da UEL, 2008.

VASTERS, G. P.; Trajetória dos adolescentes usuários de drogas de um serviço especializado: do primeiro uso ao tratamento. Dissertação (Mestrado)- Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, 2009.

VASTERS, G. P., PILLON, S. C.; O uso de drogas por adolescentes e suas percepções sobre a adesão e abandono de tratamento especializado. Rev. Latino – AM. Enfermagem, 2011.

ZACHARIAS D. G., GARCIA E.L., PETRY E. L. da S., BRINGMANN, G. e SKOLAUDE, L. N., Familiares de Usuários do Crack: Da Descoberta aos Motivos Para o Uso da Droga. IV Jornada de Pesquisa em Psicologia, Novembro de 2011, UNISC Santa Cruz do Sul RS.

ZAPPE J. G. Adolescência, Ato Infracional e Processos de Identificação: Um Estudo de Caso com Adolescentes Privados de Liberdade Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil 2011.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-076

Refbacks

  • There are currently no refbacks.