Otimização de parâmetros no processo de predição de demanda intermitente / Optimization of parameters in the intermittent demand prediction process

Antônio Carlos da Silva Rebolho, Fábio Juner Lanferdini

Abstract


Introdução: Testes de avaliação física como o T-Car, são cada vez mais confiáveis e aplicáveis ao treinamento de futebol. Objetivo: Avaliar o efeito de 4 semanas de treinamento de futebol de campo (período base), sobre o desempenho do teste de T-Car, em jogadores de futebol. Materiais e Métodos: Quatorze atletas de futebol (Idade: ~22 anos), realizaram testes de T-Car pré e após quatro semanas de treinamento. Os dados obtidos foram de frequência cardíaca máxima (FCMÁX), frequência cardíaca correspondente ao ponto de deflexão (FCPD), pico de velocidade (PV) e velocidade correspondente ao ponto de deflexão (VPD), todas as variáveis foram comparadas pré vs. após treinamento, utilizando o teste t dependente (nível de significância de α = 0,05). Resultados: Os resultados demonstraram que não houve aumento da FCMÁX, pré (~190 bpm) vs. pós (~196 bpm); e FCPD, pré (~179 bpm) vs. pós (~182 bpm); p > 0,05). Contudo, houve aumento do PV [pré(~15,7 km.h-1); pós (~16,4 km/h-1); p < 0,01], bem como da VPD [pré (~13,6 km.h-1); pós (~14,2 km.h-1); p < 0,01]. Conclusão: O presente estudo demonstrou que 4 semanas de treinamento de futebol de campo provocou aumento do PV e VPD durante o teste de T-Car, sem alterações da FCMÁX e FCPD em jogadores de futebol de campo.

 

 


Keywords


Teste de T-Car, Futebol, Desempenho.

References


Bangsbo J. The physiology of soccer--with special reference to intense intermittent exercise. Acta Physiol Scand Suppl 1994;619:1-155.

Rampinini E, Bishop D, Marcora SM, Ferrari Bravo D, Sassi R, Impellizzeri FM. Validity of simple field tests as indicators of match-related physical performance in top-level professional soccer players. Int J Sports Med 2007;28(3):228-35.

Oliveira PR, Amorim CEN, Goulart CF. Estudo do esforço físico no futebol júnior. Rev Par Educ Fís 2000;1(2):49-58.

Silva PRS, Romano A, Teixeira AAA, Visconti AM, Roxo CDMN, Machado GS et al. A importância do limiar anaeróbio e do consumo máximo de oxigênio (VO2máx) em jogadores de futebol. Rev Bras Med Esporte 1999;5(6):225-32.

Castagna C, Impellizzeri F, Cecchini E, Rampinini E, Alvarez JC. Effects of intermittent-endurance fitness on match performance in young male soccer players. J Strength Cond Res 2009;23(7):1954-9.

Krustrup P, Mohr M, Amstrup T, Rysgaard T, Johansen J, Steensberg A et al. The yo-yo intermittent recovery test: physiological response, reliability, and validity. Med Sci Sports Exerc 2003;35(4):697-705.

Bangsbo J. Yo-Yo test. Ancona Italy: Kells, 1996.

Da Silva JF, Dittrich N, Guglielmo LGA. Avaliação aeróbia no futebol. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum 2011;13(5):384-91.

Ahmaidi S, Collomp K, Caillaud C, Prefaut C. Maximal and functional aerobic capacity as assessed by two graduated field methods in comparison to laboratory exercise testing in moderately trained subjects. Int J Sports Med 1992;13(3):243-8.

Carminatti LJ, Lima-Silva AE, De-Oliveira FR. Aptidão aeróbia em esportes intermitentes - evidências de validade de construto e resultados em teste incremental com pausas. Rev Bras Fisiol Exerc 2004;3(1):120.

Carminatti LJ. Validade de limiares anaeróbios derivados do teste incremental de corrida intermitente (T-Car) como preditores do máximo steady-state de lactato em jogadores de futsal. Florianópolis - SC, 2006.

Faulkner JA. Physiology of swimming and diving. In: Falls H Exercise physiology Baltimore Academic Press 1968:415-46.

Carminatti LJ, Lima-Silva AE, Nakamura FY, Gonçalves JFF, De-Oliveira FR. Sensibilidade do TCAR aos efeitos do treinamento em jogadores de futebol. Rev Perfor 2005;8:71.

Dittrich N, da Silva JF, Castagna C, de Lucas RD, Guglielmo LG. Validity of Carminatti's test to determine physiological indices of aerobic power and capacity in soccer and futsal players. J Strength Cond Res 2011;25(11):3099-106.

Da Silva JF, Guglielmo LG, Carminatti LJ, De Oliveira FR, Dittrich N, Paton CD. Validity and reliability of a new field test (Carminatti's test) for soccer players compared with laboratory-based measures. J Sports Sci 2011;29(15):1621-8.

Rico-Sanz J. Body composition and nutritional assessments in soccer. Int J Sport Nutr 1998;8(2):113-23.

Mantovani TVL, Rodrigues GAM, Miranda JMQ, Palmeira MV, Cal Abad CC, Wichi RB. Composição corporal e limiar anaeróbio de jogadores de futebol das categorias de base. Rev Mack Educ Fís Esporte 2008;4(1):25-33.

Carminatti LJ, Silva AEL, Ribeiro DG, De-Oliveira FR. Determinantes do pico de velocidade em teste progressivo intermitente com pausas. Rev Bras Med Esporte 2006;10:441.

Gallotti FM, Carminatti LJ. Variáveis identificadas em testes progressivos intermitentes. Rev Bras Pres Fisiol Exerc 2008;2(7):1-17.

Floriano LT, Ortiz JG, Souza AR, Liberali R, Navarro F, Cal Abad CC. Influência de uma temporada no pico de velocidade e no limiar anaeróbio de atletas de futebol. Rev Bras Futsal Futebol 2009;1(3):259-69.

Balsom PD, Seger JY, Sjodin B, Ekblom B. Maximal-intensity intermittent exercise: effect of recovery duration. Int J Sports Med 1992;13(7):528-33.

Helgerud J, Engen LC, Wisloff U, Hoff J. Aerobic endurance training improves soccer performance. Med Sci Sports Exerc 2001;33(11):1925-31.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-074

Refbacks

  • There are currently no refbacks.