Cuidado clínico de enfermagem a gestante com pré-eclâmpsia: Estudo reflexivo / Clinical nursing care for pregnant women with pre-eclampsia: A reflective study

Francisca Josiane Barros Pereira Nunes, Nayara Santana Brito, Germana Pinheiro Correia Lima, Antonia Regynara Moreira Rodrigues, Luana Silva de Sousa, Dafne Paiva Rodrigues

Abstract


A pré-eclâmpsia é a complicação mais frequente na gestação, apresenta-se como desordem multissistêmica, caracterizada pela hipertensão arterial, com proteinúria e ou edema. Neste aspecto o cuidado clínico de enfermagem deve voltar-se para um olhar clínico racional dos fatores de risco que podem ser diminuídos mediante cuidado em saúde direcionado para prevenção de complicações e redução de morbimortalidade. Nesta complexidade o estudo busca refletir sobre o cuidado clínico de enfermagem a gestante com pré-eclâmpsia. Apresenta-se como estudo reflexivo realizado em dezembro de 2019, a partir das leituras, reflexões e discussão dos autores, conduzido por duas temáticas: Dimensões do cuidado clínico e Perspectivas para o cuidado clínico de enfermagem a gestantes com pré-eclâmpsia. O cuidado clínico de enfermagem apresenta-se como essencial à gestante com pré-eclâmpsia, por proporcionar apoio, assistência e capacitação, com melhoria do bem-estar, seja esse biológico, social, psíquico e/ou espiritual. Para potencializar o fazer de enfermagem a gestante com pré-eclâmpsia na promoção de uma assistência integral, individual e humanista é necessária uma incorporação do cuidado clínico na atuação profissional.


Keywords


Pré-eclâmpsia, gravidez de alto risco, cuidado de enfermagem, enfermagem.

References


Moreira TMM, Monteiro ARM, da Silva LMS, Rodrigues DP. O cuidado clínico de enfermagem. [livro online]. Fortaleza: EdUECE; 2015 [acesso em 14 janeiro 2019]. Disponível em tps://www.researchgate.net/profile/Thereza_Maria_Moreira/publication/294705107_O_cuidado_clinico_de_enfermagem_-_isbn_978-85-7826-310 2/links/57e677ef08aed7fe466a0a0b/o-cuidado-clinico-de-enfermagem-isbn-978-85-7826-310-2.pdf.

Boff L. Saber cuidar: ética do humano – compaixão pela terra. 11ª. ed. [livro online]. Petrópolis (RJ): Vozes; 2004. Disponível em https://www.profdoni.pro.br/home/images/sampledata/2015/livros/sabercuidar.pdf.

Sales CG, Avelar TC, Santos ARL. Parto normal na gravidez de alto risco: representações sociais de primíparas. Estud e Pesq em Psicol. 2018; (18).1: 303-320.

Ricci SE. Enfermagem materno-neonatal e saúde da mulher. 2ª ed. Rio de janeiro: Guanabara Koogan; 2015.

Ministério da Saúde (Br).Organização pan-americana de saúde-opas. Folha informativa- Mortalidade Materna: 2018 [acesso em: 22 jan. 2020]. Disponívele em: .

Sociedade Brasileira de Cardiologia – SBC. Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial [base de dados online].2016; (107). 3 [acesso em: 04 jan. 2020]. Disponível em: .

Ferreira ETM, Moura DS, Gomes MLDS, Silva EGD, Guerreiro MDGDS, Oriá MOB. Características maternas e fatores de risco para pré-eclâmpsia em gestantes. Rev Rene (Online). 2019; 20(1):40327-40327.

Pio DAM, Peraçoli JC, Bettini RV. Vivências psíquicas de mulheres com pré-eclâmpsia: um estudo qualitativo. Ver Psico e Saúde. 2019; 11(2):115-127.

Ferreira MBG, Silveira CF, Silva SRD, Souza DJD, Ruiz MT. Nursingcare for womenwithpre-eclampsiaand/or eclampsia: integrativereview. Rev. Esc. Enferm. USP. 2016 abr; 50 (2): 324-334, Disponível em: .

Heidegger M. Ser e tempo. 15ª. ed. [livro online]. Petrópolis (RJ): Vozes; 2005. Disponível em http://www.unirio.br/cch/filosofia/Members/ecio.pisetta/PFC.%20HEIDEGGER-%20Martin.%20Ser%20e%20tempo-%20parte%201.pdf/view.

Waldow VR, Borges RF. Cuidar e humanizar: relações e significados. Acta

paul. enferm. [Internet]. 2011[citado 06 Nov 2018]; 24(3):414-418. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S010321002011000300017&lng=em

Telles LL, Jardim SR, Rotenberg L. Me chama para conversar que eu gosto: análise de experiência clínico-institucional com a enfermagem de um hospital psiquiátrico. Cien Saúde Colet. 2020; 25 (1): 181-190.

Santos FSB, Souza KV. Metodologia para articular processos de formação-intervenção-avaliação na educação profissional em enfermagem. Cien Saúde Colet. 2020; 25 (1): 79-88.

Santos JLG, Pestana AL, Guerrero P, Meirelles, BSH, Erdmann AL. Práticas de enfermeiros na gerência do cuidado em enfermagem e saúde: revisão integrativa. Rev Bras Enferm. 2013; 66(2): 257-263.

Chaves LDP, Mininel VA, Silva JAMD, Alves LR, Silva MFD, Camelo, SHH. Nursing supervision for care comprehensiveness. Rev Bras Enferm. 2017 Set-Out; 70 (5): 1106-1111.

Schmalfuss JM, Matsuei RY, Ferrazi L. Mulheres em situação de perda fetal: limitações assistenciais de enfermeiros. Rev Bras Enferm. 2019; 72 (3): 381-4.

Silveira LC, Vieira NA, Monteiro ARM, Silva LF. Clinical care in nursing: development of a concept in the perspective of professional practice reconstruction. Esc. Anna Nery [Internet]. 2013 [cited 2018 Nov 06]; 17(3):548-

Available from: http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-

&lng=em

Passos E, Barros RB. O que pode a clínica? A posição de um problema e de um paradoxo. In: Fonseca TMG, Engelman S. Corpo, arte e clínica. Porto Alegre: Editora da UFRGS; 2004. p. 275-286.

Pires DEP. Necessary changes for advancing Nursing as caring science. Rev. bras. enferm. [Internet]. 2013 [cited 2020 jan 06]; 66:39- 44. Available from: http://www.scielo.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034- 71672013000700005&lng=em

Kahhale S, Francisco RPV, Zugaib M. Pré-eclâmpsia. Rev. de Med. 2018; 97(2): 226-234.

Silva JDC, Filha FSSC, Silva EAC, Santos JC. Pré-Natal de alto risco: dados sociodemográficos e intercorrências durante a gravidez. Rev Eletrônica Acervo Saúde.2019; (23):451-451.

Costa MR, Vieira BDG, Alves V H, Rodrigues DP, Vargas GSA, Sá AMP. A percepção de gestantes de alto risco acerca do processo de hospitalização. Rev Enferm UERJ. 2013:21(6):792-797.

Nóbrega MF, Santos MTBR, Davim RMB, Oliveira LFM, Alves ÉSRC, & Rodrigues ESRC. Perfil de gestantes com síndrome hipertensiva em uma maternidade pública. Rev enferm UFPE [online]. 2016; 10 (5): 1805-11.

Martins PF, Perroca MG. Care necessities: the view of the patient and nursing team. Rev Bras Enferm. 2017: 70 (5): 2510-2520.

Ferreira MA. Teoria das Representações Sociais e Contribuições para as Pesquisas do Cuidado em Saúde e de Enfermagem. Esc Anna Nery. 2016; 20 (2): 214-219.

Refrande SM, Silva RMCRA, Pereira ER, Rocha RCNP, Melo SHDS, Refrande NA, Santos RRD. Vivências do enfermeiro no cuidado ao recém-nascido de alto risco: estudo fenomenológico. Rev Bras Enferm. 2019; 72(3);111-117.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-313

Refbacks

  • There are currently no refbacks.