A percepção de professores acerca da influência dos jogos eletrônicos no desenvolvimento escolar infantil / Teachers' perception of the influence of electronic games on children's school development

Mylena Menezes de França, Francisca Marina de Souza Freire Furtado, Daniela Heitzmann Amaral Valentim de Sousa

Abstract


Os jogos eletrônicos são vistos como um atrativo tecnológico que se faz presente na rotina das crianças. Todavia, eles vêm sendo traduzidos como um modelo antagônico que preocupa pais e professores em relação aos impactos causados no desenvolvimento infantil. Assim, objetivou-se identificar - sob a ótica dos professores – em quais aspectos os jogos eletrônicos podem influenciar no desenvolvimento das crianças. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de campo de levantamento, descritiva, de natureza qualitativa e quantitativa. Participaram 15 professores da educação infantil e fundamental I e II de um colégio particular na cidade de João Pessoa-PB. A coleta foi realizada individualmente utilizando-se questionário composto por duas partes: uma abordando questões sociodemograficos e outra com enfoque no objetivo específico da pesquisa. Os dados foram analisados por estatísticas descritivas simples e Análise de Conteúdo Temática. Foi evidenciado que para os professores participantes, os jogos eletrônicos favorecem a aprendizagem e o desenvolvimento das habilidades cognitivas de forma atraente por ser de caráter lúdico, no entanto, eles não fazem uso destes por falta de capacitação e recursos para associá-lo a suas práticas educacionais tradicionais. Todavia, os professores também percebem que o uso inadequado destes jogos tanto na família quanto na escola pode ocasionar problemas na socialização. Diante da problemática, concluiu-se ser necessário que profissionais como o psicólogo escolar trabalhe tais questões com pais e professores, enfocando os limites e formas de uso dos jogos, permitindo fazer com que a tecnologia esteja presente sem oportunizar danos ao desenvolvimento da criança.

 


Keywords


jogos eletrônicos, desenvolvimento infantil, ambiente escolar.

References


ANACLETO, T. S. Exposição a mídias eletrônicas por crianças e adolescentes: algumas consequências. Revista Acadêmica Licencia&acturas, Paraná, v.3, n.1, p.35-41, jan, 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2017

BATISTA, M. L. S.; LIMA, P. Q.; BARROSO, S. M. Um Estudo sobre a Influência dos Jogos Eletrônicos sobre os Usuários. Revista Eletrônica da Faculdade Metodista Granbery, Minas Gerais, n.4, jun. 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 70. ed. Rio de Janeiro: Almedina, 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 2012. Aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília, DF, Diário Oficial da União, dez. 2012.

FERNANDES, B. P. et al. Entre o tradicional e o eletrônico: significados do brincar para criança de uma escola pública de Piracicaba-SP. Revista Brasileira de Estudos do Lazer, Belo Horizonte, v.3, n.2, p.74-96, maio/ago, 2016. Disponível em: . Acesso em: 11 abr.2017.

FERNANDES, J. C. L. Educação Digital: Utilização dos jogos de computador como ferramenta de auxílio à aprendizagem. Revista Fasci-Tech, São Paulo, v.1, n.3, p.88-97, 2010. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2017.

HUESMANN, L. R. The impact of Electronic Media Violence: Scientific Theory and Research. Journal of Adolescent Health, v. 41, n. 6, p. 6 -13, 2007.

LEMOS, I. L.; SANTANA, S. M. Dependência de jogos eletrônicos: a possibilidade de um novo diagnóstico psiquiátrico. Revista psiquiátrica clínica, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 28-33, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 ago.2016.

MAZIERO, L. L.; RIBEIRO, D. F.; REIS, Helena Macedo. Desenvolvimento infantil e tecnologia. Revista Interface Tecnológica, v. 13, n. 1, p. 13, dez. 2016. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2017.

MIRANDA, A. B. S. O trabalho do psicólogo na Escola. 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2017.

MONTEIRO, T. V. B.; MAGAGNIN. C. D. M.; ARAÚJO. C. H. S. A importância dos Jogos eletrônicos na formação dos alunos. In: SIMPÓSIO DE ESTUDOS E PESQUISAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO, 2009, Goiânia. Anais eletrônicos... Goiânia: UFG, 2009. Disponível em: Acesso em: 11 abr. 2017.

OLIVEIRA, A. S. S.; SANTOS, A. G.; FONTES, G. G. S. A importância da formação inicial e continuada do Professor para o uso das TIC em sua prática pedagógica: um olhar sobre o ensino da matemática em Aracaju-SE. 10º Encontro Internacional de Formação de Professores, v.9, n.1, 2015. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2016.

PAIVA, N. M. N.; COSTA, J. S. A influência da tecnologia na infância: desenvolvimento ou ameaça? Portal dos Psicólogos, Piauí, jan. 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2017.

PETRUCCI, G. W.; BORSA, J. C.; KOLLER, S. H. A Família e a escola no desenvolvimento socioemocional na infância. Revista Pepsic, Ribeirão Preto, v. 24, n. 2, p. 391-402, jun. 2016. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2017.

RAMOS, D. K. A escola frente ao fenômeno dos jogos eletrônicos: aspectos morais e éticos. Revista Novas tecnologias na educação, v.6, n.1, jul. 2008. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2017.

SILVA, Nancy Capretz Batista da et al. Variáveis da família e seu impacto sobre o desenvolvimento infantil. Revista Pepsic, Ribeirão Preto, v. 16, n. 2, p. 215-229, 2008. Disponível em: . Acesso em 11 abr. 2017.

TREVISAN, J. DAIL FORNO, L. ZAMPIERI, A. M. Tecnologia em sala de aula: Implicações no ensino. In: MOSTRA INTERATIVA NA PRODUÇÃO ESTUDANTIL EM EDUCAÇÃO CIENTIFICA E TECNOLÓGICA, 2., Rio Grande do Sul. Resumos...Rio Grande do Sul, 2016 Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-301

Refbacks

  • There are currently no refbacks.