Efeito de uma ação educativa sobre avaliação multidimensional da pessoa idosa no trabalho de profissionais da atenção primária à saúde / Effect of educational action on multidimensional evaluation of elderly people in the work of primary health care professionals

Emily Quintana Xavier de Araujo, Greiciane da Silva Rocha, Leidiene Ferreira Santos, Yana Caroline Fernandes Ferreira, Soraya Rodrigues Dodero, Fernando Rodrigues Peixoto Quaresma, Daniella Pires Nunes

Abstract


A necessidade de capacitação dos profissionais da saúde para atender a população idosa emerge com o processo de envelhecimento. Assim, objetiva-se avaliar o efeito de uma ação educativa sobre avaliação multidimensional da pessoa idosa no trabalho de profissionais da Atenção Primária. Trata-se de um estudo quase-experimental com realização de pós-teste em profissionais da saúde atuantes na Atenção Primária do município de Palmas, TO. A intervenção educativa consistiu em dois encontros com duração de três horas diárias, com a utilização da metodologia da problematização. O pós-teste foi realizado 45 dias após a intervenção com a aplicação de uma escala de impacto do treinamento no trabalho e o suporte à transferência. Oito profissionais participaram das atividades educativas e observou-se um impacto de treinamento positivo de 3,84 (DP= 0,67) e correlação significante entre impacto de treinamento e suporte à transferência material (Rho=0,74; p=0,037). Evidenciou-se, portanto a importância de ações educativas sobre avaliação multidimensional da pessoa idosa e do apoio oferecido pelas instituições principalmente em relação aos recursos materiais.

 

 


Keywords


Saúde do Idoso, Avaliação Geriátrica, Educação Continuada; Atenção Primária à Saúde.

References


Veras R. Envelhecimento populacional contemporâneo: demandas, desafios e inovações. Rev Saúde Pública. 2009; 43(3):548-54.

Biz MCP, Maia JÁ. Educação Permanente na atenção à saúde de idosos. Rev Kairós. 2007; 10(2):123-134.

Ministério da Saúde. Portaria nº 2.528, de 19 de outubro de 2006. Aprova a política nacional de saúde da pessoa idosa. Diário Oficial da União. 19 Out 2006.

Ministério da Saúde. Portaria nº 1.996, de 20 de agosto de 2007. Dispõe sobre as diretrizes para a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Diário Oficial da União. 20 ago 2007. Seção 1, p.34-38.

Papaleo Netto, M. O estuda da velhice: histórico, definições do campo e termos básicos. In: Freitas EV, Py L, organizadores. Tratado de geriatria e gerontologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013. p. 3-13.

Costa EFA, Monego ET. Avaliação Geriátrica Ampla. Revista da UFG. 2003; 5(2): 11-15.

Palmas. Secretaria Municipal de Saúde. Portaria TP nº 457/SEMUS/GAB/SUPAVS, de 11 de abril de 2019. Altera informações da Rede de Atenção e Vigilância em Saúde (RAVS-PALMAS). Diário Oficial do Município de Palmas, 15 abr 2019; nº 2.222, p. 08-11

Abbad G, Mourão L, Menezes PPM, Zerbini T, Borges-Andrade JE, Vilas-Boas R. Medidas de Avaliação em treinamento, desenvolvimento e educação: ferramentas para a gestão de pessoas. Porto Alegre: Artmed; 2012.

Farias PAM. Martin ALAR, Cristo CR. Aprendizagem Ativa na Educação em Saúde: Percurso Histórico e Aplicações. Rev. bras. de educ. med. 2015. 39(1): 143-150.

Bordenave J, Pereira A. A estratégia de ensino-aprendizagem. 26ª ed. Petropolis: Vozes; 2005.

Mendonça FTNF. Grupos de educação em saúde com idosos: educação permanente com profissionais da atenção primária [dissertação]. Uberaba (MG): Universidade Federal do Triângulo Mineiro 2015.

Oliveira MPR, Menezes IHCF, Sousa LM, Peixoto MRG. Formação e Qualificação de Profissionais de Saúde: Fatores Associados à Qualidade da Atenção Primária. Rev. bras de Educ. Med. 2016; 40(4): 547-559.

Costa SM, Prado MCM, Andrade TN, Araújo EPP, Júnior WSS, Gomes Filho, ZC et al. Perfil do profissional de nível superior nas equipes da Estratégia Saúde da Família em Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2013; 8(27): 90-6.

Pinto ESG, Menezes RMP, VILLA TCS. Situação de trabalho dos profissionais da Estratégia Saúde da Família em Ceará-Mirim. Rev. esc. enferm. USP. 2010; 44(3): 657-664.

Victora CG, Barreto ML, Do Carmo Leal M, et al. Health conditions and health-policy innovations in Brazil: The way forward. Lancet. 2011;377(9782):2042-2053. doi:10.1016/S0140-6736(11)60055-X

Brasil, VJW, Batista, NA. O Ensino de Geriatria e Gerontologia na Graduação Médica. Rev. bras. educ. med. 2015; 39(3): 344-351.

Carvalho CRA, Hennington EZ. A abordagem do envelhecimento na formação universitária dos profissionais de saúde: uma revisão integrativa. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. 2015; 18(2): 417-431.

Moreira WC, Carvalho ARB, Lago EC, Amorim FCM, Alencar DC, Almeida CAPL. Formação de estudantes de Enfermagem para atenção integral ao idoso Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. 2018; 21(2): 191-198.

Xavier AS, Koifman L. Higher education in Brazil and the education of health care professionals with emphasis on aging. Interface (Botucatu). 2011; 15(39): 973-84.

Motta LB, Aguiar AC. Novas competências profissionais em saúde e o envelhecimento populacional brasileiro: integralidade, interdisciplinaridade e intersetorialidade. Ciênc. Saúde Colet. 2007; 12(2): 363–372.

Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Diretrizes para o cuidado das pessoas idosas no SUS: Proposta de modelo de atenção integral. Brasília/DF; 2014.

Freitas EV, Miranda, RD. Avaliação Geriátrica Ampla. In: Freitas EV, Py L. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 3ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2013. p. 1374-1387.

Ferreira PS, Mendonça FTNF, Souza DJ, Paschoal VDA, Lipp UG, Santos AS. Avaliação de suporte à transferência e impacto da educação permanente na atenção primária à saúde. Rev. Fam., Ciclos Vida Saúde Contexto Soc. 2017; 5(3): 404-414.

Alavarce DC. Desenvolvimento e avaliação da Reação, aprendizagem e impacto do treinamento on-line para profissionais de saúde [tese].São Paulo (SP): Universidade de São Paulo; 2014.

Moraes JT, Silva AE, Gontijo TL, Ribeiro RF, Faria RGS. Avaliação do impacto da capacitação no trabalho para o cuidado de pessoas com estomias. Enferm. Foco. 2019; 10(3): 93-98.

Aroldi JBC, Peres HHC, Mira VL. Percepção do impacto no trabalho de um treinamento on-line sobre prevenção de lesão por pressão. Texto contexto - enferm. [Internet]. 2018 [cited 2020 Mar 31]; 27(3): e3020016. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072018000300306&lng=en. Epub Aug 06, 2018. https://doi.org/10.1590/0104-070720180003020016.

Freitas EV, Costa EFA, Galera SC. Avaliação Geriátrica Ampla. In: Freitas, EV, Py, L, organizadores. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017. p. 415-454.

Soratto J, Pires DE, Trindade LL, Oliveira JSA, Forte ECN, Melo TP. Insatisfação no trabalho de profissionais da saúde na estratégia saúde da família. Texto contexto enferm. [Internet]. 2017 [citado 2020 Maio 14] ; 26( 3 ): e2500016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072017000300325&lng=pt. Epub 21-Set-2017. https://doi.org/10.1590/0104-07072017002500016.

Alves Filho A, Borges LO. A Motivação dos Profissionais de Saúde das Unidades Básicas de Saúde. Psicol. cienc. prof. 2014; 34(4): 984-1001.

Bastos LFL, Ciampone MHT, Mira VL. Avaliação de suporte à transferência e impacto de treinamento no trabalho dos enfermeiros. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2013; 21(6): 1274-81. DOI: 10.1590/0104-1169.2913.2364.

Macedo KDS, Acosta BS, Silva EB, Souza NS, Beck CLC, Silva KKD. Metodologias ativas de aprendizagem: caminhos possíveis para inovação no ensino em saúde. Esc Anna Nery [Internet]. 2018 [cited 2020 Apr 03] ; 22(3): e20170435. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452018000300704&lng=en. Epub July 02, 2018. https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2017-0435.

Silva ME da. Relações entre impacto do treinamento no trabalho e estratégia empresarial: o caso da Eletronorte. Rev. adm. contemp., Curitiba , v. 10, n. 3, p. 91-110, Sept. 2006 . Available from . access on 08 July 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552006000300006.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-295

Refbacks

  • There are currently no refbacks.