A Psicoterapia Fenomenológico-Existencialista e sua Aplicabilidade em Crianças / Phenomenological Existential Psychotherapy and its Applicability to Children

Marcelo Peres Geremias, Sandra Regina de Barros de Souza, Williams Ferreira Portela, Leonardo José Paiva dos Santos, Pablo Michel Barcelos Pereira

Abstract


Este trabalho configura-se como uma revisão teórica, que teve como objetivo descrever, como ocorre o processo de psicoterapia infantil a partir da psicologia fenomenológica existencialista. O estudo apresentou alguns dos principais conceitos metodológicos dessa abordagem, tais como a consciência, projeto de ser, matéria trabalhada, alienação e a mediação para a apropriação do mundo humano pela criança. Como conclusões desse estudo, foi possível realizar uma reflexão a partir das práticas realizadas nos processos de psicoterapia infantil com a Psicologia existencialista, na qual percebeu-se que se trata de uma discussão recente e pouco explorada pelos estudiosos da psicologia de forma geral.


Keywords


Psicologia clínica existencialista, Psicoterapia infantil, Mediação.

References


BERTOLINO, Pedro. Psicoterapia Infantil: (Atendimento de consultório a crianças). 2012. Disponível em: . Acesso em: 21 de outubro de 2015.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. Ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LAING, Ronald. & COOPER, David. Razão e Violência: uma década da filosofia de Sartre (1950-1960). 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 1982.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MICHEL, Maria Helena. Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais. 2. Ed. São Paulo: Atlas, 2009

SAMILLE, Laura; LOBATO, Ana Paula et al. Experience in voluntary extracurricular intership through a Family health strategy in the city of Baião, state of Pará: Experience report. Braz.J.Hea.Rev.,Curitiba, v 3,n 4, p 7676-7680 jul/aug.2020

PRETTO, Zuleica. A infância como acontecimento singular na complexidade dialética da história.Psicol. Soc., Belo Horizonte, v. 25, n. 3, p. 623-630, 2013 .Disponível em. Acesso em 01 de Jullho de 2015.

PRETTO, Zuleica. Crianças no contexto de um bairro em processo de urbanização na ilha de Santa Catarina (2010-2014). Florianópolis, SC, 2015.

PRETTO, Zuleica; LANGARO, Fabíola. Pais e filhos em psicoterapia: o atendimento clínico com uma criança. Psicol. cienc. prof., Brasília , v. 32, n. 4, p. 1028-1037, 2012 . Disponível em . Acesso em 12 de outubro de 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-278

Refbacks

  • There are currently no refbacks.