Avaliação dos sintomas, complicações, tratamento e efeitos colaterais medicamentosos sobre a qualidade de vida de portadores de Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES): revisão de literatura / Evaluation of the symptoms, complications, treatment and medication side effects on the quality of life of patients with Systemic Lupus Erythematosus (SLE): literature review

Helder Castro Sampaio Júnior, Heraldo Carvalho Lopes, Luelma Savana Soares Rocha, Matheus Olímpio Batista Cavalcante, Audir Lages de Carvalho Júnior

Abstract


 

Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença multissistêmica, caracterizada por produção de autoanticorpos e deposição de imunocomplexos. Porém, a ausência de um tratamento efetivo resulta em muitos efeitos colaterais pela utilização de vários medicamentos, implicando em alterações na qualidade de vida dos portadores. O presente artigo objetiva avaliar os principais sintomas, complicações, eficácia terapêutica e efeitos colaterais dos medicamentos mais usados, associando-os ao impacto na qualidade de vida dos portadores. Foram utilizados 12 artigos científicos e trabalhos de conclusão de curso com recorte temporal de 2013 a 2018, contidos em bancos de dados eletrônicos científicos. Os estudos elucidaram que são inúmeros sintomas, que as complicações mais comuns são as articulares, hepáticas e renais e que a eficácia terapêutica varia conforme o estado do indivíduo, sendo que não há um remédio que cure a doença. Por isso, os pacientes estão sujeitos a diversos efeitos colaterais medicamentosos. Assim, é essencial o desenvolvimento de novos estudos para novas estratégias terapêuticas a fim de minimizar ou in­terromper as vias que estão envolvidas na evolução da doença de modo a aumentar a sobrevida dos pacientes, controlar as complicações e doenças associadas e melhorar a qualidade de vida destes.


Keywords


Lupus Eritematoso Sistêmico, Sinais e Sintomas , Qualidade de vida

References


Xiong W, Lahita RG. Pragmatic approaches to therapy for systemic lupus erythematosus. Nat Rev Rheumatol. 2014;10(2):97-107.

CECATTO, S. B.; GARCIA, Roberta; COSTA, Kátia; ANTI, Sônia; LONGONE, Erika; RAPOPORT, Priscila. Perda auditiva sensório-neural no lúpus eritematoso sistêmico: relato de três casos. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, São Paulo, v. 70, n. 3, p. 398-403, 2004.

ASSIS, Marcos Renato de; BAAKLINI, César Emile. Lúpus eritematoso sistêmico. RBM rev. bras. med, v. 66, n. 9, p. 274-285, 2009.

Pawlak-Bus K, Gaca-Wysocka M, Grzybowski A, Leszczynski P. [Current view on chloroquine derivative treatment from rheumatologist perspective and possible ocular side effects]. Pol Merkur Lekarski. 2016;40(237):202-6.

COSTI, Luisa Ribeiro, IWAMOTO, Hatsumi; OLIVEIRA, Dilma Costa; MUNIZ, Cesar Augusto. Mortalidade por lúpus eritematoso sistêmico no Brasil: avaliação das causas de acordo com o banco de dados de saúde do governo. Revista brasileira de reumatologia, v. 57, n. 6, p. 574-582, 2017.

GOTTSCHALK, T.A.; TSANTIKOS, Evelyn; HIBBS, Margaret; Pathogenic inflammation and its therapeutic targeting in systemic lupus erythematosus. Frontiers in Immunology, Austrália, v.6, n.550, p.1-14, out.2015.

MATTJE, G D; TURATO, E. R. Experiências de vida com Lúpus Eritematoso Sistêmico como relatadas nas perspectivas de pacientes ambulatoriais: um estudo clinico qualitativo no Brasil, Revista Latino Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto v.14 n.4, p. 18-27, jul/ ago 2006.

PINHEIRO, P. 10 sintomas do lúpus, Atualizado em 9 de Setembro de 2015, Disponível em: . Acessado no dia 28 de Setembro de 2019 às 18:20.

AUGUSTO DA SILVEIRA, Alexsander. Anticorpos monoclonais para o tratamento do lúpus eritematoso sistêmico. Referências em Saúde Faculdade Estácio de Sá de Goiás (RRS-FESGO), v. 1, n. 1, p. 51-55, 2018.

Danza A, Ruiz-Irastorza G. Infection risk in systemic lupus erythematosus patients: susceptibility factors and preventive strategies. Lupus. 2013;22(12):1286-94. Review.

Toloza SM, Sequeira W, Jolly M. Treatment of lupus: impact on quality of life. Curr Rheumatol Rep. 2011;13(4):324-37.

RODRIGUES, Douglas Dantas, DO NASCIMENTO, Ellem Coelho; CARVALHO, Laine; SILVA, Rodrigo. DIAGNÓSTICO CLÍNICO E LABORATORIAL DO LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO. Revista de Patologia do Tocantins, v. 4, n. 2, p. 15-20, 2017.

SIMIONI, Juliana A.; HEIMOVSKI, Flavia; SKARE, Thelma L. Acerca de lúpus, vitamina D e leucopenia. Revista brasileira de reumatologia, v. 56, n. 3, p. 206-211, 2016.

SOUSA, Gleidiane Alves; DE LIMA, Évily Caetano. Complicações do Lúpus Eritematoso Sistêmico e o comprometimento da qualidade de vida. Revista de Enfermagem da FACIPLAC, v. 2, n. 2, p. 01-09, 2018.

Diniz, DP, Schor N. Qualidade de vida. Série guias de medicina ambulatorial e hospitalar – UNIFESP – Escola Paulista de Medicina. Barueri: Manole, 2006.

Mocarzel L.O.C., GEMAL, Pedro, MONTES, Ricardo, ALTENBURG, Ronaldo, TINOCO, Cláudio, Lúpus e Doença Cardiovascular, Int J Cardiovasc Sci 2015 ago; 28 (3): 251-261.

SANTOS, Ionara Guimarães Machado; SILVA, Rodrigo Marques da; LOPES, Victor Cauê. Assistência em saúde ao paciente com lúpus eritematoso sistêmico-Revisão de literatura. Rev. Cient. Sena aires. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, v. 5, n. 1, p. 87-92, 2016.

Toloza SM, Sequeira W, Jolly M. Treatment of lupus: impact on quality of life. Curr Rheumatol Rep. 2011;13(4):324-37.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-253

Refbacks

  • There are currently no refbacks.