O enfermeiro frente ao risco de delirium em pacientes críticos internados em unidade de terapia intensiva – Revisão de literatura / The nurse in front of the risk of delirium in critical patients interned in an intensive care unit - Literature review

Ana Karolina Nério, Janici Therezinha Santos, Jefferson Carlos de Oliveira, Péricles Cristiano Batista Flores, Keila Martins da Conceição

Abstract


O Delirium é uma emergência médica e estudos comprovam que, se o paciente for abordado prontamente, o diagnóstico e tratamento de qualquer fator que cause o Delirium ou contribua para que aconteça, pode ser investigado e tratado, evitando a morte. Objetivo: identificar a atuação do enfermeiro frente ao risco de Delirium em pacientes críticos internados em Unidade de Terapia Intensiva. Método: Trata-se de uma revisão da literatura. As buscas pelas publicações ocorreram  no ano de 2010 a 2018, nos meses de fevereiro a março de 2018, sendo elegíveis as bases de dados da LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde),SciELO (Scientific Electronic Library Online) e BVS (Biblioteca Virtual em Saúde). Resultado: a amostra foi composta por um montante de 17 artigos selecionados no idioma em português, sendo elencados apenas 10 artigos que remetiam a temática proposta pelo estudo. Conclusão: O estudo evidencia que o enfermeiro tem papel fundamental na promoção ao cuidado diário quanto ao risco de delirium em pacientes de Unidade de Terapia Intensiva, abrindo precedentes para futuros estudos que possam dar subsídios e contribuir para minimizar possíveis riscos ao paciente.


Keywords


Terapia Intensiva, Enfermagem, Delirium.

References


CARVALHO JP, ALMEIDA AR, GUSMAO-FLORES D. Escalas de avaliação de delirium em pacientes graves. Rev Bras Ter Intensiva.v.25, n.2, p.148-154, 2013.

EL HAJJ, S.A; CAIUBY, A.V.S; Delirium em Unidade de Terapia Intensiva: a complexidade do fenômeno e possíveis intervenções. Revista de Neuropsicologia- USP. v.3, n.7, p. 34-6,2017.

FAUSTINO TN: PEDREIRA LC; FREITAS YS; SILVA RMO; AMARAL JB. Prevenção e monitorização do delirium no idoso: uma intervenção educativa. Rev. Bras. Enferm., Brasília, v. 69, n. 4, p. 725-732, 2016.

HARTMANN SP; WAGNER, GP. Instrumentos de avaliação do delirium em unidades de terapia intensiva: uma revisão sistemática da literatura. Psicol. hosp. (São Paulo), v. 13, n. 1, p. 02-18, jan. 2015.

MESA P, PREVIGLIANO IJ, ALTEZ S, FAVRETTO S, ORELLANO M, LECOR C. Delirium em uma unidade de terapia intensiva latino-americana. Estudo prospectivo em coorte em pacientes em ventilação mecânica.Rev Bras Ter Intensiva.v.29, n3, p.337-345, 2017.

PINCELLI EL; WATERS C; HUPSEL ZN. Ações de enfermagem na prevenção do delirium em pacientes na Unidade de Terapia Intensiva. Arq Med Hosp Fac Cienc Med Santa Casa São Paulo.v.60, n.13, p.1-9,2015.

PITROWSKY MT; SHINOTSUKA CR; SOARES M; LIMA MASD; SALLUH JIF. Importância da monitorização do delirium na unidade de terapia intensiva. Rev. bras. ter. intensiva, São Paulo, v. 22, n. 3, p. 274-279, 2010 .

RIBEIRO SCL, NASCIMENTO ERP, LAZZARI DD, JUNG W, BOES AA, BERTONCELLO KC. Conhecimento de enfermeiros sobre delirium no paciente Crítico: discurso do sujeito coletivo. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, v.24, n.2, p.513-20, 2015.

RIBEIRO SCL. Delirium em pacientes de Unidade de Terpia Inrtensiva: Construção Coletiva de Intervenções de Enfermagem. 2012. 106 p. [Dissertação de Mestrado] Programa de Pós-Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis,2012.

SHINOTSUKA CR, SALLUH JI. Percepções e práticas sobre delirium, sedação e analgesia em pacientes críticos: uma revisão narrativa. Rev Bras Ter Intensiva. v.25, n.2,p.155-161, 2015.

SILVA LUZ LFS. Avaliação da associação do delirium com cognição, capacidade funcional e qualidade de vida em pacientes críticos. [Dissertação].Centro Universitário La Salle Canoas,2017.

SOUZA MT, SILVA MD, CARVALHO R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Revista Einstein. v.8, n.1, p.102-6,2010.

TANAKA LM, SALLUH JI, DAL-PIZZOL F, BARRETO BB, ZANTIEFF R, TOBAR E. Delirium em pacientes na unidade de terapia intensiva submetidos à ventilação não invasiva: um inquérito multinacional. Rev Bras Ter Intensiva.v. 27, n.4, p.360-368, 2015.

TOMASI CD, GRANDI C, SALLUH J, SOARES M, GIOMBELLI VR, CASCAES S. Comparação do uso da CAM-ICU e ICDSC para detecção de Delirium em paciente criticos em UTI. J Crit Care. v.27, n.2, p.212,72012.

VEIGA, LUIS, PARENTE E COL. Delirium Pós-operatório em Pacientes Críticos: Fatores de Risco e resultados. Revista Brasileira de Anestesiologia.v.62,n.4, p.477.,Julho-Agosto, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-249

Refbacks

  • There are currently no refbacks.