Ressecção de Cavernoma: Relato de Caso / Cavernoma Resection: Case Report

Ludmila Oliveira Athayde Arleu, Gustavo Pinheiro Torres, Caroline Jantorno Teles, Erick Guarnieri Córdova, Maria Clara Piassi Careta, Pedro Volpato Figueiredo, Victor Nahas Rosa Campos, Soo Yang Lee

Abstract


Cavernoma é uma malformação vascular do sistema nervoso central. Ocorre devido ao excesso de fibras do esqueleto celular e abertura anômala das junções tipo GAP interendoteliais, permitindo o extravasamento de líquido componente do sangue, com consequente formação de estruturas semelhantes a cavernas. O presente estudo tem como objetivo relatar o caso de um paciente masculino, 46 anos, com história de hemidistonia direita como consequência de AVCH em tálamo E. Fez uso de bloqueador neuromuscular (BNM) com TBA, o qual apresentou melhora do quadro. Após outro AVCH no mesmo local, realizou-se angiografia e RM para confirmação de Cavernoma. Por fim, submeteu-se à ressecção do angioma no tálamo E. Segundo a literatura, as lesões talâmicas constituem 1,5% das localizações predominantes de cavernoma, assim como, caracterizam-se como as mais delicadas. Posto isto, após exérese quase total da lesão, o paciente apresentou-se com hemiparesia D grau 4, distonia do MID, clônus no aquileu D, discreta hipertonia do quadríceps D, alodínia na mão D e sem sinais evidentes de espasticidade. Diante do quadro, a conduta, foi o uso de TBA nos Mm. quadríceps, sóleo e gastrocnêmio. A Ressecção de Cavernoma, quando bem executada em pacientes adequadamente selecionados, é capaz de obter resultados satisfatórios no que se refere ao alívio sintomático e a melhoria da qualidade de vida.


Keywords


Hemangioma Cavernoso, Toxina Botulínica Tipo A, Distonia.

References


BERTALANFFY, Helmut et al. Cerebral cavernomas in the adult. Review of the literature and analysis of 72 surgically treated patients. Neurosurg Rev. 2002 Mar; 25(1-2): 1–55.

Rivera PP, Willinsky RA, Porter PJ. Intracranial cavernous malformations. Neuroimag Clin N Am 2003; 13:27– 40.

DRESSLER, D. Botulinum toxin for treatment of dystonia. Eur J Neurol. 2010; 17:88–96.

DUKATZ, Thomas et al. Quality of life after brainstem cavernoma surgery in 71 patients. Neurosurgery. 2011; 69:689–95

RAMIREZ-CASTANEDA, Juan; JANKOVIC, Joseph. Long-term efficacy and safety of botulinum toxin injections in dystonia. Toxins (Basel) 2013; 5:249–266.

KIVELEVI, Juri et al. Intraventricular cerebral cavernomas: a series of 12 patients and review of the literature. J Neurosurg. 2010; 112:140-149.

JANKOVIC, J. Botulinum toxin in clinical practice. J Neurol Neurosurg Psychiatry 2004;75:951–957.

MOUCHTOURIS, Nikolaos et al. Management of Cerebral Cavernous Malformations: From Diagnosis to Treatment. The Scientific World Journal 2015; 1-8.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-175

Refbacks

  • There are currently no refbacks.