Qualidade microbiológica da água para consumo humano em comunidades ribeirinhas de Itupiranga-PA, Brasil / Microbiological water quality for human consumption and in riverside communities of Itupiranga-PA, Brazil

Thais Lopes dos Santos, Cristiane Vieira da Cunha, Ana Cristina Viana Campos, Sidnei Cerqueira dos Santos

Abstract


Em pequenos municípios, especialmente em áreas rurais, as pessoas são mais suscetíveis ao contágio de doenças transmitidas pela água, devido ao precário acesso aos serviços de abastecimento de água e saneamento básico. O objetivo desse trabalho foi avaliar a qualidade microbiológica da água de poços em duas vilas da cidade de Itupiranga, Pará. As amostras de água foram coletadas em 49 poços, sendo 40 na vila Santa Teresinha Tauiri e 9 na vila de Santo Antoninho. As análises microbiológicas foram realizadas usando a técnica do número mais provável. Os resultados demonstram que 80% das amostras de água da vila Tauiri e 100% da Santo Antoninho estão fora dos padrões de aceitação para consumo humano, de acordo com o Ministério da Saúde. Aproximadamente 93% das amostras analisadas foram positivas para coliformes totais e 68% para coliformes termotolerantes na vila Tauiri, já para Santo Antoninho foram 100% das amostras positivas para ambas análises. De acordo com as análises estatística, a vila Tauiri tem média de contaminação da água de 3,83 e 8,49 vezes maior quando comparado com a Santo Antoninho para coliformes totais e coliformes termotolerantes, respectivamente. A presença de coliformes termotolerantes é indicativo de contaminação fecal e de má condições higiênico-sanitárias. Os órgãos competentes em conjunto com a população devem tomar medidas preventivas urgentes para melhorar a qualidade da água e reduzir os riscos à saúde da população das vilas Tauiri e Santo Antoninho.

Keywords


água subterrânea, poços, contaminação, coliformes.

References


ALMEIDA, O.; RIVEIRO, S.; OLIVEIRA, N.; FERREIRA, T.; PARAFITA, S.; LEITE, L. A. M.; RAUDA, S. Estratégias econômicas e manejo de pesca das famílias de Itupiranga. In: Encontro da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, 8., 2009, Cuiabá. Anais... Cuiabá: Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, 2009. p. 1-10. Disponível em: https://www.yumpu.com/pt/document/view/14698806/estrategica-economica-e-manejo-de-pesca-em-itupiranga. Acesso em: 8 jul. 2019.

AMARAL, L. A.; NADER, A.; ROSSI, O. D.; FERREIRA, F. L. A.; BARROS, S. S. Água de consumo humano como fator de risco à saúde em propriedades rurais. Revista Saúde Pública, v. 37, n. 4, p. 510-514, 2003.

AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION (APHA). Compendium of methods for the microbiological examination of foods. 4. ed. Washington: APHA, 2001.

ARAIN, M. B. et al. Evaluation of water quality parameters in drinking water of district Bannu, Pakistan: multivariate study. Sustainability of Water Quality and Ecology, v. 3-4, p. 114-123, 2014.

ARAÚJO, G. F. R.; TONANI, K. A. A.; JULIÃO, F. C.; CARDOSO, O. O.; ALVES, R. I. S.; RAGAZZI, M. F.; SAMPAIO, C. F.; SEGURA-MUÑOZ, S. I. Qualidade físico-química e microbiológica da água para o consumo humano e a relação com a saúde: estudo em uma comunidade rural no Estado de São Paulo. Mundo Saúde, v. 35, n. 1, p. 98-104, 2011.

ASSUNÇÃO, A. W. A.; JUNIOR, P. G.; ALMEIDA, R. V.; GASPAROTTO, Y.; AMARAL, L. A. Utilização de macrófitas aquáticas de três diferentes tipos ecológicos para remoção de Escherichia coli de efluentes de criação de pacu. Revista Engenharia Sanitária, v. 22, n. 4, p. 657-663, 2017.

BETTEGA, J. M. P. R.; MACHADO, M. R.; PRESIBELLA, M.; BANISKI, G.; BARBOSA, C. A. Métodos analíticos no controle microbiológico da água para consumo humano. Ciência e Agrotecnologia, v. 30, n. 5, p. 950-954, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Inspeção sanitária em abastecimento de água. Brasília: Ministério da Saúde; 2006. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/inspecao_sanitaria_abastecimento_agua.pdf. Acesso em: 8 jul. 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.914, de 12 de dezembro de 2011. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Diário Oficial da União, Brasília, seção 1, p. 39, 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de setembro de 2017. Dispõe sobre Consolidação das normas sobre as ações e os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde. Diário Oficial da União, Brasília, seção 1, p. 61, 2017.

CAPP, N.; AYACH, L. R.; SANTOS, T. M. B.; GUIMARÃES, S. T. L. Qualidade da água e fatores de contaminação de poços rasos na área urbana de Anastácio (MS). Geografia Ensino & Pesquisa, v. 16, n. 3, p. 77-92, 2012.

CARNEIRO, A. J. D. A dinâmica econômica dos castanhais no Médio Tocantins e os povos da floresta (1948-1980). Revista Estudos Amazônicos, v. 9, n. 1, p.180-215, 2013.

DA SILVA, R. S. B.; SOUSA, A. M. L.; SODRÉ, S. S. V.; VITORINO, M. I. Avaliação sazonal da qualidade das águas superficiais e subterrâneas na área de influência do lixão de Salinópolis, PA. Revista Ambiente & Água, n. 13, n. 2, p. 1-17, 2018.

DANELUZ, D.; TESSARO, D. Padrão físico-químico e microbiológico da água de nascentes e poços rasos de propriedades rurais da região sudoeste do Paraná. Arquivos do Instituto Biológico, v. 82, p. 1-5, 2015.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA E TRÂNSITO (DNIT). Relatório de Impacto Ambiental. Obras de Dragagem e Derrocamento da Via Navegável do Rio Tocantins. Consórcio DTA & O’Martin, 2018.

FERREIRA, F. S.; QUEIROZ, T. M.; SILVA, T. V. Projeto BB água limpa: uma ponte entre a pesquisa - ensino - extensão. Revista Cultura & Extensão UNEMAT, v. 1, n. 1, p. 13-23, 2016.

FERREIRA, F. S. À margem do rio e da sociedade: a qualidade da água em uma comunidade quilombola no estado de Mato Grosso. Saúde e Sociedade, v. 26, n. 3, p. 822-828, 2017.

GROTT, S. L.; FAÇANHA, E. B.; FURTADO, R. N.; CUNHA, H. F. A.; CUNHA, A. C. Variação espaço-sazonal de parâmetros da qualidade da água subterrânea usada em consumo humano em Macapá, Amapá, Brasil. Revista Engenharia Sanitária, v. 23, n. 4, p. 645-654, 2018.

LIMA, D. M. Ribeirinhos, pescadores e a construção da sustentabilidade nas varzeas dos rios amazonas e solimões. Boletim Rede Amazônia, v. 3, n. 1, p. 57-66, 2004.

MACEDO, T. L.; REMPEL, C.; MACIEL, M. J. Análise físico-química e microbiológica de água de poços artesianos em um município do vale do taquari-RS. Tecno-lógica, v. 22, n. 1, p. 58-65, 2018.

NOBRE, C. A.; OBREGÓN, G. O.; MARENGO, J. A. Characteristics of amazonian climate: main features. Amazonia Global Change, v. 186, p. 149-162, 2009.

OLIVEIRA, M. M.; LIMA, A. S.; MOUCHREK, N. A.; MARQUES, P. R. B. O.; MARQUES, C. V. V. C. O. Análise físico-química e microbiológica de águas de poços artesianos de uso independente. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, v. 7, n. 3, p. 624-639, 2018.

PARÁ. Política de recursos hídricos do Estado do Pará. Belém: Secretaria de Estado de Meio Ambiente, 2012. Disponível em: https://www2.mppa.mp.br/sistemas/gcsubsites/upload/41/POLITICA_DE_RECURSOS_HIDRICOS_DO_ESTADO_DO_PARA.pdf. Acesso em: 8 jul. 2019.

QUEIROZ, A. C. L.; CARDOSO, L. S. M.; SILVA, S. C. F.; HELLER, L.; CAIRNCROSS, S. Programa Nacional de Vigilância em saúde ambiental relacionada à qualidade da água para consumo humano (Vigiagua): lacunas entre a formulação do programa e sua implantação na instância municipal. Saúde e Sociedade, v. 21, n. 2, p. 465-478, 2012.

RAZZOLINI, M. T. P.; GÜNTHER, W. M. R. Impactos na saúde das deficiências de acesso a água. Saúde e Sociedade, v. 17, n. 1, p. 21-32, 2008.

ROCHA, C. M. B. M.; RODRIGUES, L. S.; COSTA, C. C.; OLIVEIRA, P. R.; SILVA, I. J.; JESUS, E. F. M.; ROLIM, R. G. Avaliação da qualidade da água e percepção higiênico-sanitária na área rural de Lavras, Minas Gerais, Brasil, 1999-2000. Cadernos de Saúde Pública, v. 22, n. 9, p. 1967-1978, 2006.

SIQUEIRA, F. G. Avaliação da qualidade microbiológica da água em poços artesianos da comunidade rural Rajadinha Distrito Federal. 2014. Monografia (Pós-graduação em Análise ambiental e Desenvolvimento Sustentável) – Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ (UNIFESSPA). Resolução nº 02, de 8 de janeiro de 2014. Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Marabá, Pará, 2014.

ZHANG, Z.; TAO, F.; DU, J.; SHI, P.; YU, D.; MENG, Y.; SUN, Y. Surface water quality and its control in a river with intensive human impacts: a case study of the Xiangjiang River, China. Journal of Environmental Management, v. 91, n. 12, p. 2483-2490, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-144

Refbacks

  • There are currently no refbacks.