Prevenção de lesão por pressão no domicílio: revisão integrativa / Prevention of pressure injury at home: integrative review

Lizarb Soares Mena, Juliana Graciela Vestena Zillmer, Samanta Frey Borges, Niviane Genz, Eduarda Rosado Soares, Caroline Rocha Batista Barcellos

Abstract


Identificar estudos publicados sobre prevenção de lesões por pressão em pacientes no domicílio. Trata-se de uma revisão integrativa, realizada entre junho e julho de 2018, nas bases de dados Pubmed, Lilacs, Cinahl e Scielo. Os dados foram organizados em um quadro no programa Word. Inicialmente, ocorreu a contextualização dos estudos, com respectivos níveis de evidência. Posteriormente, sintetizou-se os assuntos formando temas. Encontraram-se 10 artigos, quantitativos e, o mais frequente nível de evidência foi 6; sendo a Enfermagem a área dominante e, o Brasil com maior número de estudos. Foram construídos três temas: Contextualização dos pacientes e fatores que influenciam no desenvolvimento da lesão; Obstáculos na prevenção de lesão por pressão no domicílio e, Ações para prevenção de lesão por pressão no domicílio. Constatou-se predomínio de idosos com doenças crônicas e, preocupação em elaborar ações e, instrumentos que qualifiquem a assistência à pacientes no domicílio.


Keywords


Lesão por Pressão, Úlcera, Cuidadores, Assistência Domiciliar, Revisão.

References


Lima PR, Damacena DEL, Neves VLS, Campos RBN, Silva FAAD, Bezerra SMG. Ocorrência de lesão por pressão em pacientes hospitalizados: uma revisão integrativa. Rev Uningá Review. 2017;32(1):53–67.

National Pressure Ulcer Advisory Panel, European Pressure Ulcer Advisory Panel and Pan Pacific Pressure Injury Alliance. Prevention and Treatment of Pressure Ulcers. [Internet] Australia; 2016 [cited 2020 mai 29]. Available from: https://www.epuap.org/wp-content/uploads/2016/10/portuguese-quick-reference-guide-jan2016.pdf .

Pachá HHP, Faria JIL, Oliveira KA, Beccaria LM. Lesão por Pressão em Unidade de Terapia Intensiva: estudo de caso-controle. Rev. Bras. Rev Bras Enferm. 2018; 71(6):3027–34.

Agência Nacional De Vigilância Sanitária. Segurança do Paciente e Qualidade em Serviços de Saúde. [Internet] Brasília; 2011. [citado 29 de maio de 2020]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/272031/Boletim+Seguran%C3%A7a+do+Paciente+e+Qualidade+em+Servi%C3%A7os+de+Sa%C3%BAde+n%C2%BA+01+Jan-Jul+de+2011/aa36fe6e-f5d5-46ae-9eb6-e93af520fafc

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência. Segurança do paciente no domicílio. Brasília (DF); 2016 [citado 29 de maio de 2020]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/seguranca_paciente_domicilio.pdf

Machado DO, Mahmud SJ, Coelho RP, Cecconi CO, Jardim GS, Paskulin LMG, et al. Pressure injury healing in patients followed up by a home care service. Texto Contexto Enferm. 2018;27(2):1-8.

Sousa L, Sequeira C, Ferré-Grau C, Martins D, Neves P, Lleixà-Fortuño M. Necessidades dos cuidadores familiares de pessoas com demência a residir no domicílio: revisão integrativa. Rev Port Enferm Saúde Mental. 2017;(spe5):45-50.

Ferré-Grau C, Casado MS, Cid-Buera D, LLeixà-Fortuño M, Monteso-Curto P, Berenguer-Poblet M, et al. Cuidar a la cuidadora familiar: análisis de una intervención centrada en la familia. Rev. esc. enferm. Rev Esc Enferm USP. 2014;48:87–94.

Queiroz ACCM, Mota DDCF, Bachion MM, Ferreira ACM. Úlceras por pressão em pacientes em cuidados paliativos domiciliares: prevalência e características. Rev esc enferm USP. 2014;48(2):264–71.

Moro JV, Caliri MHL. Úlcera por pressão após a alta hospitalar e o cuidado em domicílio. Esc Anna Nery Rev Enferm. [Internet]. 2016 [citado 29 de maio de 2020]; 20(3): e20160058.

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2008;17(4):758–64.

Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Making the case for evidence-based practice. In: Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Evidence based practice in nursing & healthcare. A guide to best practice. Philadelphia: Lippincot Williams & Wilkins; 2005:3-24.

Rocha AP, Rodrigues A, Silva AJ, Mendes LF, Coelho M, Gonçalves P, et al. Metodologías educativas para la prevención de las úlceras por presión: estudio piloto en las islas Azores. Gerokomos. 2014;25(1):41–3.

Lupiañez-Perez I, Uttumchandani SK, Morilla-Herrera JC, Martin-Santos FJ, Fernandez-Gallego MC, Navarro-Moya FJ, et al. Topical olive oil is not inferior to hyperoxygenated fatty aids to prevent pressure ulcers in high-risk immobilised patients in home care. results of a multicentre randomised triple-blind controlled non-inferiority trial. PLoS One. 2015;10(4).

García-Díaz FJ, Cabello-Jaime R, Muñoz-Conde M, Bergera-Lezaun I, Blanca-Barba F, Carrasco-Herrero JMa, et al. Validación de las escalas de Braden y EMINA en pacientes de atención domiciliaria incluidos en programa de inmovilizados. Gerokomos. 2015;26(4):150–6.

Poss J, Murphy KM, Woodbury MG, Orsted H, Stevenson K, Williams G, et al. Development of the inter RAI Pressure Ulcer Risk Scale (PURS) for use in long-term care and home care settings. BMC Geriatrics. 2010;10(1):67.

Gené Badia J, Borràs Santos A, Contel Segura JC, Terén CA, González LC, Ramírez EL, et al. Predictors of mortality among elderly dependent home care patients. BMC Health Serv Res. 2013;13:316.

Coêlho ADA, Lopes MVO, Melo RP, Castro ME. O idoso e a úlcera por pressão em serviço de atendimento domiciliar. Rev Rene. 2012;13(3):639-649.

Soto Fernández O, Barrios Casas S. Caracterización de salud, dependencia, inmovilidad y riesgo de úlceras por presión de enfermos ingresados al programa de atención domiciliaria. Ciencia y enfermería. 2012;18(3):61–72.

Mena LS. Saberes e práticas de autoatenção de cuidadores familiares para prevenção e tratamento de lesão por pressão em pacientes em atenção domiciliar. [dissertação (Mestrado em Enfermagem)]. Pelotas: Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal de Pelotas; 2019.

Neiva MJLM, Sousa MM, Silva MFN et al. Cuidados de enfermagem na prevenção às lesões por pressão em pacientes hospitalizados. Braz. J. Hea. Rev. 2019;2(5):4336-4344.

López-Casanova P. Valoración y manejo de las lesiones por presión para equipos interprofesionales. RNAO [Internet]. 2018:1-179 [citado 29 de maio de 2020]. Disponível em: https://gneaupp.info/valoracion-y-manejo-de-las-lesiones-por-presion-para-equipos-interprofesionales-rnao/

Paranhos WY, Santos VLCG. Avaliação de risco para úlceras de pressão por meio da escala de Braden, na língua portuguesa. Rev Esc Enferm USP. 1999;33(1):191-206.

Rocha SCG, et al. Comparação das escalas de avaliação de risco de lesão por pressão. Rev Bras Pesqui Saúde. 2017;18(4):143-51.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-126

Refbacks

  • There are currently no refbacks.