Avaliação das Hepatites Virais como um fator limitante a doação de sangue relacionada ao gênero nos anos de 2016 a 2018 em hemocentro de cidade do estado do Maranhão / Evaluation of Viral Hepatitis as a limiting factor to gender-related blood donation in the years 2016 to 2018 in a blood center in a city in the state of Maranhão

Gabriela Elenor dos Santos Lima, Caroline Cunha da Rocha, Iraneide Fernandes dos Santos, Amanda Nazaré Rodrigues de Miranda, Luísa Taynah Vasconcelos Barbosa da Paixão, Lana Carla Fernandes de Albuquerque, Patrícia Pereira Carvalho, Renata Franco Dias Gomes

Abstract


1 INTRODUÇÃO

As hepatites virais são doenças causadas por agentes etiológicos distintos pois tem tropismo primário pelo tecido hepático e manifestam-se com diferentes características epidemiológicas e laboratoriais, além de manifestações clínicas diferenciadas. Tal patologia pode ser silenciosa por anos e, assim, portadores do vírus só percebem quando evoluem para casos mais graves como cirrose e câncer de fígado. O Ministério da Saúde afirma, que entre os impedimentos definitivos para a doação de hemoderivados, estão os indivíduos que apresentaram quadro de hepatite após os onze anos de idade e com evidências clínicas ou laboratoriais de infecções sexualmente transmissíveis como hepatites B e C. Tanto o vírus da hepatite B (VHB) quanto o vírus da hepatite C (VHC) são transmitidos por transfusão sanguínea e hemoderivados devido a permanência dos resquícios dos vírus mesmo em casos que o indivíduo não apresente nenhum sinal da doença. Logo, por esses motivos, realiza-se a sorologia a fim de identificar se o futuro doador é apto.

 

2 OBJETIVOS

Relacionar os casos de hepatites virais na cidade de Imperatriz, no estado do Maranhão, e suas consequências como a limitação à doação de sangue.

 

3 MÉTODOS

Trata-se de um estudo observacional, transversal e descritivo, realizado a partir de coleta de dados no hemocentro da cidade de Imperatriz, no estado do Maranhão, no período de 2016 a 2018, avaliando a presença de Hepatite viral como fator limitante à doação de sangue em indivíduos considerando o gênero dos doadores de sangue.

 

 

 

 

4 RESULTADOS

Em 2016, o número de doadores inaptos à doação totalizou 2.452 indivíduos, destes 69 tinham como fator limitante o quadro de Hepatite, sendo que 36 eram homens e 33, mulheres. No ano seguinte, houve crescimento no número de inaptos à doação de sangue, subindo para 2.722 candidatos, porém foi visto discreta diminuição nos casos de Hepatite, verificando-se 63 indivíduos portador de hepatite, dos quais 29 eram do sexo masculino e 34 do sexo feminino. Manteve-se o aumento no número de casos identificados de hepatite ano de 2018, levando também a um aumento do número de inaptos a doação de sangue, obtendo-se 2.866 inaptos a doação, e 67 devido a Hepatite, com aumento dos casos no sexo masculino, totalizando 34 homens, e pequena diminuição entre as mulheres, com 33 mulheres.

 

5 CONCLUSÃO

Percebe-se a importância da lei 7.649 e a portaria 1.376, as quais tornam obrigatória a realização de exames laboratoriais de triagem para anticorpos contra VHB e VHC cujo efeito é a redução da transmissão de hepatite por transfusão de hemoderivados. Além da relevância das campanhas de vacinação para a hepatite B com a finalidade de reduzir o número de infectados tanto do sexo feminino quanto masculino para, consequentemente, ampliar o número de indivíduos aptos a doação de sangue.


Keywords


BANDEIRA, Lívia Liberata Barbosa et al. Epidemiologia das hepatites virais por classificação etiológica. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, v. 16, n. 4, p. 227-231, 2018. EASTERBROOK, Philippa J. et al. Diagnosis of viral hepatitis. Curren

References


BANDEIRA, Lívia Liberata Barbosa et al. Epidemiologia das hepatites virais por classificação etiológica. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, v. 16, n. 4, p. 227-231, 2018.

EASTERBROOK, Philippa J. et al. Diagnosis of viral hepatitis. Current Opinion in HIV and AIDS, v. 12, n. 3, p. 302, 2017.

GODOY, Francielle Fernandes Marques et al. ATUAÇÃO DO SISTEMA IMUNOLÓGICO FRENTE ÀS HEPATITES VIRAIS _.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (BR). SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE. DEPARTAMENTO DE IST, AIDS E HEPATITES VIRAIS. Manual técnico para o diagnóstico das hepatites virais. 2018.

PILEGGI, Gecilmara Salviato; DE AZEVEDO VALADARES, Lilian David. Dia Mundial das Hepatites Virais-28 de Julho.

SOUZA, Fernanda Oliveira. Ações de promoção e prevenção à saúde do trabalhador sob risco de exposição e transmissão de hepatites virais. Revista de APS, v. 20, n. 1, 2017.

VIANA, Daniel Rodrigues et al. Hepatite B e C: diagnóstico e tratamento. Revista de Patologia do Tocantins, v. 4, n. 3, p. 73-79, 2017.

WORLD HEALTH ORGANIZATION et al. Global health sector strategy on viral hepatitis 2016-2021. Towards ending viral hepatitis. World Health Organization, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-123

Refbacks

  • There are currently no refbacks.