A visão multidisciplinar da qualidade de vida de crianças asmáticas / The multidisciplinary vision of the quality of life of asthma children

Abelardo de Oliveira Soares Junior, Júlia Oliveira Penteado, Marina dos Santos, Mariane Pergher Soares, Fernanda Moura Ribeiro Trindade, Camila Castencio Nogueira, Max dos Santos Afonso

Abstract


A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas inferiores que causa episódios de tosse, pressão torácica, sibilos e dispneia. Na infância, a asma é a doença de maior prevalência, podendo ser associada a múltiplos fatores. Desta forma, a asma na infância pode apresentar consequências na qualidade de vida, logo o objetivo deste estudo foi revisar a literatura existente acerca da qualidade de vida em crianças asmáticas. A revisão integrativa da literatura, foi realizada de Janeiro a Junho de 2018, através das bases de dados:Scientific EletronicLibrary Online (Scielo), Literatura Latino-americana e do Caribe em ciências da Saúde (Lilacs) e Literatura Internacional em Ciências da Saúde (Medline), com as palavras chaves:“crianças”, “asma” e “qualidade de vida”, nas línguas portuguesa e inglesa. Dentre os artigos encontrados e incluídos nesta pesquisa bibliográfica, observou-se maior número de publicações entre os anos de 2006 a 2010, em países desenvolvidos, entre crianças, abordando a temática de forma interdisciplinar, incluindo principalmente distúrbios de atenção, problemas em locomoção e nutricionais. Assim, a asma reflete de forma negativa na qualidade de vida das crianças, podendo modificar a gravidade e o controle da doença.

Keywords


Bem-estar, infância, patologia, Saúde Pública.

References


CHATKIN MN, MENEZES AMB. Prevalência e fatores de risco para asma em escolares de uma coorte no Sul do Brasil. J Pediatr [internet]. 2005 [acesso em 2018 mar 2];81(5):411-6.

SEARS MR. Epidemiology of childhood asthma. Lancet [internet]. 1997 [acesso em 2018 mar 2] ;350:1015-20.

LONGO DL, et al. Principles of Internal Medicine. J Pediatr [internet]. 2012 [acesso em 2018 mar 2] ;250:105-20.

WEHRMEISTER FC, MENEZES AMB, CASCAES AM, et al. Tendência temporal de asma em crianças e adolescentes no Brasil no período de 1998 a 2008. Rev Saúde Pública [internet]. 2012 [acesso em 2018 marc 2];46(2):242-9.

SOLE D, CAMELO-NUNES IC, WANDALSEN GF, et al. A asma em crianças brasileiras é problema de saúde pública? Rev. bras. alerg. Imunopatol [internet]. 2004 [acesso em 2018 mar 2]; 27(5):185-188.

BRASIL. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde- -DATASUS [internet]. Brasília: DATASUS [acesso em 2018 mar 2]. Acesso em: http://datasus.saude.gov.br/ informacoes-de-saude/tabnet.

THE WHOQOL GROUP. The development of the World Health Organization quality of life assessment instrument (the WHOQOL). In: Orley J, Kuyken W. Quality of life assessment: international perspectives. Heidelberg: Springer Verlag [internet]. 1994 [acesso em 2018 mar 3]; 41-60.

FLECK MPA, LOUZADA S, XAVIER M, et al. Desenvolvimento da versão em português do instrumento de avaliação da qualidade de vida da OMS (WHOQOL-100). Rev Bras Psiquiatr [internet]. 2000 [acesso em 2018 marc 3]; 34(2): 178-83.

SOUZA PG, SANT’ANNA CC, MARCH MF. Qualidade de vida na asma pediátrica: revisão da literatura. Rev Paul Pediatr [internet]. 2011 [acesso em 2018 mar 3];29(4):640-4.

NORDLUND B, JAMES A, EBERSJÖ C, et al. Broström, Differences and similarities between bronchopulmonary dysplasia and asthma in schoolchildren, Pediatric Pulmonology [internet]. 2017 [acesso em 2018 mar 3];52, 9, (1179-1186).

CHIESA AM, WESTPHAL MF, AKERMAN M. Doenças respiratórias agudas: um estudo das desigualdades em saúde. Cad Saude Pública[internet]. 2008 [acesso em 2018 mar 5];24:55-69.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE. Saúde nas Américas. Washington DC: Organização Pan-Americana da Saúde [internet]. 2007 [acesso em 2018 mar 5].

WEHRMEISTER FC, PERES KGA. Desigualdades regionais na prevalência de diagnóstico de asma em crianças: uma análise da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, 2003. Cad Saude Publica [internet]. 2010 [acesso em 2018 mar 5];26(9):1839-52.

KILPELÄINEN M, KOSKENVUO M, HELENIUS H, TERHO EO. Stressful life events promote the manifestation of asthma and atopic diseases. Clin Exp Allergy [internet]. 2002 [acesso em 2018 mar 11].

CHEN MH, SU TP, CHEN YS, et al. Asthma and attention-deficit/hyperactivity disorder: a nationwide population-based prospective cohort study. J Child Psychol Psychiatry [internet]. 2013 [acesso em 2018 mar 11].

MATSUNAGA, YUMI N. Avaliação da qualidade de vida de acordo com o nível de controle e gravidade da asma em crianças e adolescentes. J. bras. Pneumol [internet]. 2015 [acesso em 2018 mar 15], 41(6).

FORD ES, MANNINO DM, HOMA DM, et al. Self-reported asthma and health-related quality of life: findings from the behavioral risk factor surveillance system. Chest [internet]. 2003 [acesso em 2018 mar 16];123:119-27.

BEUTHER DA, SUTHERLAND ER. Overweight, obesity, and incident asthma: a meta-analysis of prospective epidemiologic studies. J Respir Crit Care Med [internet]. 2007[acesso em 2018 mar 16].

FARAH CS, KING GG, BROWN NJ, DOWNIE SR, et al. The role of the small airways in the clinical expression of asthma. J Allergy Clin Immunol [internet]. 2012 J Allergy Clin Immunol [acesso em 2018 mar 19].

JENSEN ML, WOOD LG, GIBSON PG. Obesity and childhood asthma – mechanisms and manifestations. Curr Opin Allergy Clin Immunol [acesso em 2018 mar 19]. 2012 [acesso em 2018 mar 19];12:186-92

YADAV M, MITTAL K. Effect of vitamin D supplementation on moderate to severe bronchial asthma. Indian J Pediatr. [internet]. 2014 [acesso em 2018 abr 3].

HOLLAMS EM, HART PH, HOLT BJ, et al. Vitamin D and atopy and asthma phenotypes in children: a longitudinal cohort study. Eur Respir J [internet]. 2011[acesso em 2018 abr 3].

ANDREASYAN K, PONSONBY AL, DWYER T, et al. A differing pattern of association between dietary fish and allergen-specific subgroups of atopy. Allergy [internet], 2005 [acesso em 2018 abr 7].

ROMIEU I, TORRENT M, GARCIA-ESTEBAN R, et al. Maternal fish intake during pregnancy and atopy and asthma in infancy. Clinical and Experimental Allergy [internet]. 2007 [acesso em 2018 abr 13].

EISNER MD, KATZ PP, LACTAO G, et al. Impact of depressive symptoms on adult asthma outcomes. Ann Allergy Asthma Immunol [internet]. 2005 [acesso em 2018 abr 13].

GOODWIN RD, FERGUSSON DM, HORWOOD LJ. Asthma and depressive and anxiety disorders among young persons in the community. Psychol Med [internet]. 2004 [acesso em 2018 abr 21].

KRENITSKY-KORN S. High school students with asthma: attitudes about school health, absenteeism, and its impact on academic achievement. Pediatr Nurs [interent]. 2011 [acesso em 2018 abr 26].

WHOQOL: development and general psychometric properties 1998. Soc Sci Med [internet]. 1998 [acesso em 2018 abr 26]; 46:1569-85.

FLECK MPA. O instrumento de avaliação de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-100): características e perspectivas. Ciênc. saúde coletiva [internet]. 2000 [acesso em 2018 mai 5];5(1):33-38.

SAUPE R, NIETCHE EA, CESTARI ME, GIORGI MDM, et al. Qualidade de vida dos acadêmicos de enfermagem. Rev. Latino-Am. Enfermagem [internet] 2004[acesso em 2018 mai 16];12(4).

GONÇALVES RC, NUNES MPT, CUKIER A, et al. Effects of an aerobic physical training program on psychosocial characteristics, quality-of-life, symptoms and exhaled nitric oxide in individuals with moderate or severe persistent asthma. Rev. bras. Fisioter [internet]. 2008 [acesso em 2018 mai 22];12(2).

LANZA, FERNANDA DE CORDOBA, CORSO, SIMONE DAL. Fisioterapia no paciente com asma: intervenção baseada em evidências. Arq Asma Alerg Imunol [internet]. 2017[acesso em 2018 jun 7];1(1).




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-120

Refbacks

  • There are currently no refbacks.