Razões da inviabilização da política de humanização na unidade de terapia intensiva pela enfermagem / Reasons why the humanization policy in the intensive care unit by nursing is not viable

Cláudio José de Souza, Edna Aparecida de Sousa, Cristina Lavoyer Escudeiro, Deise Ferreira de Souza, Geilsa Soraia Cavalcanti Valente, Patrícia Veras Neves de Oliveira

Abstract


Objetivo: analisar nas produções do conhecimento os fatores que influenciam na não implementação da humanização na unidade de terapia intensiva adulto.  Método: Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica sistemática, do tipo integrativa. Utilizaram-se, para seleção, as bases de dados MEDLINE, LILACS, BDENF e SciELO através do DECs: Humanização da assistência; Unidades de terapia intensiva; Enfermagem.  Os critérios de inclusão foram: artigos disponibilizados na íntegra, nas bases de dados selecionadas, que apresentam aderência à temática nos idiomas português, espanhol e inglês, publicados entre os anos de 2015-2020. Resultados: Os resultados incluíram 10 artigos nacionais com diversas abordagens metodológicas e contextos investigativos, publicados entre os anos de 2016 e 2019, culminando em duas categorias: fatores que inviabilizam a implementação da politica de humanização na UTI adulto e fatores relacionados à visão do enfermeiro sobre a humanização na UTI adulto. Conclusão: foi possível analisar que, os enfermeiros apoiam o seu cuidado no uso das tecnologias duras na UTI, considerados recursos indispensáveis para a monitorização hemodinâmica, porém reconhecem que, o uso indiscriminado destas tecnologias  acabam inviabilizando a implementação das políticas de humanização com o paciente.


Keywords


Humanização da assistência, Unidades de terapia intensiva, Enfermagem.

References


Evangelista VC, Domingos TS, Siqueira FPC, Braga EM. Equipe multiprofissional de terapia intensiva: humanização e fragmentação do processo de trabalho. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2016 Dec [cited 2020 June 29] ; 69( 6 ): 1099-1107. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672016000601099&lng=en. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0221.

Carli BS, Ubessi L, Pettenon M, Righi L, Jardim V, Stumm E. O tema da humanização na terapia intensiva em pesquisas na saúde. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online [Internet].2018 Apr 2; [cited 2020 Jun 29]; 10(2):326-333. Available from: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/6018

Medeiros AC, Siqueira HCH, Zamberlan C, Cecagno D, Nunes SS, Thurow M RB. Integralidade e humanização na gestão do cuidado de enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva. Rev. esc. enferm. USP [Internet]. 2016 Oct [cited 2020 June 29] ; 50( 5 ): 816-822. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342016000500816&lng=en. https://doi.org/10.1590/s0080-623420160000600015.

Donoso MTV, Souza MAF, Mattos SS, Campos DNP, Silqueira SMF, Sharry S. A enfermagem nas unidades de terapia intensiva: o aparato tecnológico versus a humanização da assistência. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro. [Internet]. 2017 Oct [cited 2020 June 29] ; 7: e1883. Available from: http://seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/1883

Ribeiro KRA, Borges SP, Balduino JAS, Silva FA, RamosTMST. Dificuldades encontradas pela enfermagem para implementar a humanização na unidade de terapia intensiva. Rev Enferm UFPI. [Internet]. 2016 Abr [cited 2020 June 29] ; 6(2):51-6. Available from: https://revistas.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/5777/pdf

Michelan VCA, Spiri WC. Percepção da humanização dos trabalhadores de enfermagem em terapia intensiva. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2018 Apr [cited 2020 June 29]; 71(2):372-378. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018000200372&lng=en. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0485.

Sanches RCN, Gerhardt PC, Rêgo AS, Carreira L, Pupulim JSL, Radovanovic CAT. Percepções de profissionais de saúde sobre a humanização em unidade de terapia intensiva adulto. Esc. Anna Nery [Internet]. 2016 Mar [cited 2020 June 29]; 20(1): 48-54. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452016000100048&lng=en. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20160007.

Santos EL, Dórea SNA, Maciel MPGS, Santos LKF, Silva MB, Moraes MGL. Assistência humanizada: percepção do enfermeiro intensivista. Rev baiana enferm. [Internet]. 2018 Mar 25 [cited 2020 Mar 16];(32):23-680. https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/ view/23680.

Joven ZM, Guáqueta Parada SR. Percepción del paciente crítico sobre los comportamientos de cuidado humanizado de enfermería. av.enferm. [Internet]. 2019 Apr [cited 2020 June 29] ; 37( 1 ): 65-74. Available from: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0121-45002019000100065&lng=en. http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v37n1.65646.

Luiz FF, Caregnato RCA, Costa MR. Humanização na Terapia Intensiva: percepção do familiar e do profissional de saúde. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2017 Oct [cited 2020 June 29] ; 70( 5 ): 1040-1047. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672017000501040&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0281.

Soares CB, Hoga LAK, Peduzzi M, Sangaleti C, Yonekura T, Silva DRAD. Integrative Review: Concepts And Methods Used In Nursing. Rev. esc. enferm. USP [Internet]. 2014 Apr [cited 2020 June 29] ; 48( 2 ): 335-345. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342014000200335&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-6234201400002000020.

Cunha PLP, Alves PF, Cunha, SC. Manual Revisão Bibliográfica Sistemática Integrativa: A pesquisa baseada em evidências. Anima Educação,2014;1:63, Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/manual_revisao_bibliografica-sistematica-integrativa.pdf




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-095

Refbacks

  • There are currently no refbacks.