Perfil epidemiológico de hanseníase no sertão Pernambucano, Brasil / Epidemiological profile of hanseníase in sertão Pernambucano, Brazil

Marília Millena Remígio da Costa, Edilberto Souza Costa, David Henrique Vieira Vilaça, Izabel Marques Feitoza de Araújo, Ana Valéria de Souza Tavares, Hidson Leandro de Menezes, Isane Cristine Gomes Martins Cavalcante, Raphael Formiga Medeiros Maciel, Alana Cristina Alves Garcia, Antônio Gutemberg Souza Martins, Almi Soares Cavalcante, Wegila Fechine de Holanda, Nathalie Ramos Formiga Rolim, Thaise Brasileiro Sarmento, Tarcísio Carneiros Mascarenhas, Isabella Rodrigues Estrela de Oliveira, Maíra Pacheco Fraga, Victor Henrique Martins Santos, Mariana Mendes de Carvalho, Glaice Martins Bezerra da Cruz, Maysa Maria Ferreira Silva, Ana Maria Souza Costa Barros, Priscila de Araújo Souza Andrade, Talles de Araújo Andrade, Geiza Fernanda Filgueira Alcindo Santana, Rogério Alves de Santana, Germana Filgueira Alcindo Feitosa, Larissa Costa Araújo, Maria Lara Costa Araújo, José Wilton da Silva, Emanuel Victor Cordeiro da Costa Silva, Jennifer Brito Ferreira, Anna Christina Siqueira Marques, Bianca Gomes Bernandes, Lorrany Junia Lopes de Lima, Ana Paula Melo Araújo, Ananda Luisa Lucas Siqueira, Felipe Santana Silva, Lívio Èmerson Vieira de Lima, Carlos Américo da Costa Moraes, Larissa Godoy Souza, Stephanie Fernandes Campos, Katiane Souza Benício, Antonioni de Assis Clemente da Silva, Kassandra Lins Braga, Iak Sodara Batista Gomes Carneiro, Natália Bitu Pinto, Aristófanes Guglielmo Farias Ribeiro, Renata Braga Rolim Vieira

Abstract


A Hanseníase é uma doença infecciosa crônica causada por Mycobacterium leprae, considerada um grave problema saúde pública mundial. O presente trabalho tem como objetivo traçar um perfil epidemiológico da Hanseníase no sertão pernambucano, tomando por base os dados eletrônicos do SINAN e DATASUS (ambos ligados ao Ministério da Saúde). A partir dessas fontes, realizou-se um estudo de série histórica observacional do tipo transversal dos casos notificados de Hanseníase entre os anos de 2006 a 2017. De acordo com os dados, observa-se que esse agravo apresentou um decréscimo no número de novos casos, na medida em que se constatava 43.642 casos no ano de 2006 contra 26.875 novos casos em 2017. Essa realidade, embora evidencie uma notável redução no número de novos casos de hanseníase, evoca a responsabilidade dos órgãos públicos de saúde no que tange à manutenção do controle desse agravo, assim como a criação de novas medidas que busquem a prevenção e a erradicação desse enfermo no território nacional.

 


Keywords


Hanseníase, SaúdePública, Epidemiologia.

References


Costa MD, Terra FS, Costa RD, Lyon S, Dias-Costa AMD, Antunes CMF. Assessment of quality of life of patients with leprosy reactional states treated in a der- matology reference Center. AnBrasDermatol. 2012;87(1):26-35.

Lapa T, Ximenes R, Silva NN, Souza W, Albuquerque Mfm, Campozana G. Vigilância da hanseníase em Olinda, Brasil, utilizando técnicas de análise espacial. Cad. Saúde Pública 2001;17(5):1153-62.

Batista TVG, Vieira CSCA, Paula MAB. A imagem corporal nas ações educativas em autocuidado para pes- soas que tiveram hanseníase. Physis Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 2014; 24 (1):89-104.

Lapa TM, Albuquerque MFPM, Carvalho MS, Júnior JCS. Análise da demanda de casos de hanseníase aos serviços de saúde através do uso de técnicas de análise espacial. Cad. Saúde Pública 2006; 22(12):2575-83.

Araújo MG. Hanseníase no brasil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 2003; 36:.373-82.

BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Casos em registro ativo por Ano Diagnóstico segundo Ano Diagnóstico. Brasília: [s.n.]. Disponível em: . Acesso em: 12/02/2019.

BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia para o Controle da hanseníase. 2002. Disponível em: . Acesso em: 12/02/2019.

A divina comédia: inferno / Dante Alighieri. Versão em prosa, notas, ilustrações e introdução por Helder L. S. da Rocha. Ilustrações de Gustave Doré, Sandro Botticelli e William Blake. – São Paulo, 1999. Acesso em: 12/02/2019.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.