Ocorrência de erlichiose monocitica em cães atendidos pelo hospital veterinário da Universidade Federal de Jataí no ano de 2018 / Occurrence of monocytic erlichiosis in dogs served by the veterinary hospital of the Federal University of Jataí in the year 2018

Priscila Gomes de Oliveira, Andréia Vitor Couto do Amaral, Wanessa Ferreira Ataide, Giovana Alves Leandro, Larissa Vieira de Paula, Dirceu Guilherme de Souza Ramos, Cecília Nunes Moreira

Abstract


A erliquiose é uma hemoparasitose infecciosa, causada pela Ehrlichia canis cujo vetor é o carrapato Rhipicephalus sanguineus.  Tem sido uma das doenças mais diagnosticada na clínica veterinária. Sendo importante revelar a frequência de casos nos últimos anos.  Determinar a prevalência de erliquiose canina em cães com suspeita clínica de hemoparasitose atendidos pelo HV/UFJ no ano de 2018 no período de janeiro a abril. Foi realizada a pesquisa de mórulas compatíveis com E. canis em amostras sanguíneas coletadas de veias ou capilares em 116 cães atendidos no hospital veterinário entre janeiro e abril de 2018. Dos animais estudados, 41 eram machos e 75 fêmeas com idade variado de 1 a 12 meses, 1 a 8 anos e acima de 8 anos. Do total de cães avaliados 12% apresentação presença de mórulas compatíveis com Ehrlichia canis. no esfregaço sanguíneo. Em relação ao sexo, entre os cães positivos, 43% eram fêmeas e 57% eram machos. Quanto a idade, 28,5% dos cães com erlichiose tinham entre 1 a 12 meses, 57% de 1 a 8 anos, e 14,5% acima de 8 anos. Os dados analisados revelaram uma maior ocorrência de erlichiose monocitica canina confirmada pela presença de mórulas nos leucócitos, quanto ao sexo, em cão machos, e quanto a idade, em cães adultos de 1 a 8 anos. A presença de mórulas em esfregaço sanguíneo corresponde a uma técnica frequente na rotina clínica, apesar de outros achados clínicos e hematológicos contribuírem para o diagnóstico da erlichiose canina. A presença de erlichiose monocitica em cães revela a importância da orientação dos proprietários na prevenção da doença com controle dos carrapatos e adequados métodos profiláticos, além de realizar rotineiramente exames de prevenção ou diagnóstico para controlar a disseminação dessa doença, devido ao importante potencial zoonótico.


Keywords


Hemoparasitose, profilaxia, zoonose

References


ATTIPA C; HICKS C.A.E.; BARKER E.N.; CHRISTODOULOU V.; NEOFYTOU K; MYLONAKIS M. E.; SIARKOU V. I.; VINGOPOULOU, E. I.; SOUTTER F.; CHOCHLAKIS D.; PSAROULAKI A.; PAPASOULIOTIS K.; TASKER S. Canine tick-borne pathogens in Cyprus and a unique canine case of multiple co-infections. Ticks and Tick-Borne Diseases. v.8, p.341–346, 2017.

BAI L.; GOEL P.; JHAMBH R.; KUMAR P.; JOSHI V.G. Molecular prevalence and haemato-biochemical profile of canine monocytic ehrlichiosis in dogs in and around Hisar, Haryana, India, Journal of Parasitic Diseases. v.41, p.647-654, 2016.

DAGNONE A.S; MORAIS H.S.A.; VIDOTTO O. Animal and human Ehrlichiosis, Semina: Ci. Agrárias, Londrina, v. 22, n.2, p. 191-201, jul./dez. 2001.

FONSECA J. P.; BRUHN F.R.P.; RIBEIRO M.J.M.; HIRSCH C.; ROCHA C.M.B.M.; GUEDES E.; GUIMARÃES A. M. Hematological parameters and seroprevalence of Ehrlichia canis and Babesia vogeli in dogs. Revista Ciência Animal Brasileira. v. 18; p.1-9; 2017.

ELIAS E. Diagnosis of ehrlichiosis from the presence of inclusion bodies or morulae of E. canis. Journal Small Animal Practice v.33, p.540-543, 1991.

SALES M.R.R.P; IGNACCHINI M.D.C; JUNIOR A.F.M; SUHETT W. G. PORFÍRIO L. C.; MARINS M.; APTEKMANN K. P. PEREIRA JUNIOR O.S. Prevalência de Ehrlichia canis pela Nested-PCR, correlação com a presença de mórula e trombocitopenia em cães atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Federal do Espírito Santo, Revista Brasileira Medicina Veterinária; v. 37, p.47-51, 2015.

SÁNCHEZ V.A. P.; ALMEYDA M.E.D.; PORRAS E. G. Seroprevalencia de ehrlichiosis canina em tres consultorios veterinarios en el distrito de san juan de lurigancho-lima, 2016. Brazilian Journal of Health Review, v. 2, n.4, p. 2981-2985, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n4-018

Refbacks

  • There are currently no refbacks.