Associação entre qualidade de sono e obesidade em acadêmicos de medicina de uma universidade de Sergipe / Association between sleep quality and obesity in medicine academics at a Sergipe university

Elisandra de Carvalho Nascimento, Marília de Lima Mota, Bárbara Ramos Leite, Thaís Francielle Santana Vieira, Ingrid Cristiane Pereira Gomes

Abstract


Objetivo: Avaliar a associação entre qualidade de sono e estado nutricional de acadêmicos de medicina em diferentes etapas do curso em uma universidade particular de Sergipe. Métodos: Trata-se de estudo transversal quantitativo, conduzido com 270 acadêmicos, de ambos os sexos, realizado a partir aplicação do Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh (IQSP), além da avaliação do Índice de Massa Corporal (IMC). Os dados obtidos foram analisados por estatística descritiva com auxílio do software R Core Team. O estudo foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: Foi visto que 51(18,9%) acadêmicos apresentaram boa qualidade de sono, 179 (66,3%) relataram ter qualidade de sono ruim e 40 (14,8%) distúrbio de sono. Em relação ao IMC, a maioria dos acadêmicos se encontram no peso ideal, sendo a maioria do sexo feminino. Na comparação entre os anos, foi visto que os acadêmicos do ultimo ano do curso possuem pior qualidade de sono e excess de peso. Conclusão: mais expostos a adquirir distúrbios do sono o que isso pode influenciar sua composição corporal e predispor a doenças metabólicas como obesidade.

 

 


Keywords


Estudantes de Medicina, Sono, Obesidade.

References


ALODHAYANI AA, et al. Correlation between obesity and sleep disturbance in Saudi medical students. J Phys Ther Sci, 2017; 29(2): 181-186.

AOYAMA EA, et al. Genética e meio ambiente como principais fatores de risco para a obesidade. Braz. J. Hea. Ver., 2018; 1(2): 477-484.

ARAÚJO MF, et al. Avaliação da qualidade do sono de estudantes universitários de Fortaleza. Texto Contexto Enfermagem, 2013; 22(2): 352-60.

BERTOLAZI AN, et al. Validation of the Brazilian Portuguese version of the Pittsburgh Sleep Quality Index. Sleep Med, 2011;12:70-5.

BUYSSE DJ, et al. The Pittsburgh Sleep Quality Index: A New Instrument for Psychiatric Practice and Research. Psychiatry Research, 1989; 28(2): 193:213.

CORRÊA CC, et al. Qualidade de sono em estudantes de medicina: comparação das diferentes fases do curso. J Bras Pneumol, 2017; 43(4): 285-289.

CRABTREE VM, WILLIAMS NA. Normal sleep in children and adolescents. Child Adolesc Psychiatr Clin N Am, 2009; 18(4): 799- 811.

DUGAN CE, FERNANDEZ ML. Effects of dairy on metabolic syndrome parameters: a review. Yale J Biol Med, 2014; 87(2): 135-47.

FERREIRA CMG, et al. Qualidade do sono em estudantes de medicina de uma universidade do Sul do Brasil. Conexão Ci, 2017; 12(1): 78-85.

MAGEE CA, et al. Acute sleep restriction alters neuroendocrine hormones and appetite in healthy male adults. Sleep Biol Rhythms, 2009; 7(2): 125–127.

MARTINI M, et al. Fatores associados à qualidade do sono em estudantes de Fisioterapia. Fisioter Pesq, 2012;19(3):261-267.

MOTA, MC, et al. Estilo de vida e formação médica: impacto sobre o perfil nutricional. Revista Brasileira de Educação Médica, 2012; 36(3): 358-368.

OKUBO N, et al. Relationship between self-reported sleep quality and metabolic syndrome in general population. BMC Public Health, 2014;14:562.

PADEZ C, et al. Long sleep duration and childhood overwight/obesity and body fat. American Journal of Humana Biology: the oficial Journal of the Human Biology Council, 2009; 21: 371-376.

RIBEIRO CRF, el al. O impacto da qualidade do sono na formação médica. Ver.Soc. Bras. Clin. Med, 2014; 12: 8-14.

ROSA IM, et al. Qualidade do sono em estudantes de medicina e ascensão do curso: um estudo comparativo. Braz. J. of Develop, 2019; 5(10): 21893-21904.

SMOLKA MLRM, et al. Autonomia no contexto pedagógico: percepção de estudantes de medicina acerca da aprendizagem baseada em problemas. Revista Brasileira de Educação Médica, 2014; 38(1):5-14.

SOUZA FN, et al. Associação entre qualidade do sono e excesso de peso entre estudantes de medicina da Universidade Severino Sombra, Vassouras – RJ. Revista de Saúde, 2017; 08(1): 99-100.

ST-ONGE MP, et al. Short sleep duration, glucose dysregulation and hormonal regulation of appetite in men and women. Sleep, 2012; 35(11): 1503-1510.

STRUEVA NV, et al. Obesity and sleep. Obesity and Metabolism, 2013; 10 (3): 11-18.

WILKIE HJ, et al. Multiple lifestyle behaviours and overweight and obesity among children aged 9–11 years: results from the UK site of the International Study of Childhood Obesity, Lifestyle and the Environment. BMJ Open, 2016, 6: e010677.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-235

Refbacks

  • There are currently no refbacks.