Acompanhamento clínico de dentes natais e neonatais: Relato de casos em dois irmãos / Clinical follow-up of natural and neonatal teeth: Report of two cases in brothers

Maysa Torres Farias, Caio César Abreu Celestino, Ingrid Ferreira Leite, Patrícia Clotildes de Albuquerque Mendes

Abstract


Introdução: A presença de dentes ao nascimento, geralmente surge durante a vida intrauterina e são denominados dentes natais. Os dentes que erupcionam de 30 a 45 dias após o nascimento da criança, são chamados de dentes neonatais. Objetivo: Relatar dois casos clínicos de irmãos diagnosticados com dentes natais e neonatais na dentição decídua normal, destacando a importância do correto diagnóstico e da abordagem conservadora. Caso clínico 1: Paciente do gênero masculino, apresentou ao nascer a presença dos elementos natais 71 e 81 pertencentes a dentição decídua normal, de coloração amarelada, com implantação séssil, sem mobilidade, mucosa bucal preservada, tecido gengival sem sinais clínicos de inflamação e não apresentando interferência na amamentação. Caso clínico 2: Paciente do gênero feminino, ao nascer apresentou gengiva edemaciada e eritematosa, um mês após o seu nascimento, ocorreu a erupção do elemento neonatal 71 que apresentou hipoplasia de esmalte, envolvendo toda a coroa, com coloração acastanhada e irregular, perda de estrutura dentária e com dimensão reduzida. Considerações finais: Nos casos em que os dentes não apresentam mobilidade e risco de aspiração, a melhor conduta é a preservação do elemento na cavidade bucal, instrução de higiene bucal e acompanhamento periódico. Em ambos os casos, optou-se por conduta conservadora, levando-se em consideração a importância da presença e integridade dos mesmos para o desenvolvimento da dentição permanente, até que após 2 anos de proservação houve a necessidade de remoção de um destes elementos.


Keywords


Dente Decíduo, Dentes Natais, Odontopediatria.

References


Bulut G., Bulut H., Ortaç R. (2019). A comprehensive survey of natal and neonatal teeth in newborns. Nigerian Journal of Clinical Practice. DOI: 10.4103/njcp.njcp_152_19

Costacurta M., Maturo P., Docimo R. (2012). Riga-Fede disease and neonatal teeth. Oral Implantology.

Cunha R.F., Boer F.A.C., Torriani D.D., Frossard W.T.G. (2001). Natal and neonatal teeth: review of the literature. Pediatric Dentistry Journal.

Diniz M.B., Gondim J.O., Pansani C.A., Abreu-e-Lima F.C.B. (2008). A importância da interação entre odontopediatrias e pediatrias no manejo de dentes natais e neonatais. Revista Paulista de Pediatria.

Kadam M., Kadam D., Bhandary S., Hukkeri R.Y. (2013). Natal and neonatal teeth among cleft lip and palate infants. National Journal of Maxillofacial Surgery.

Moura L.F.A.D., Moura M.S., Lima M.D.M., Lima C.C.B., Dantas-Neta N.B., Lopes T.S.P. (2014). Natal and Neonatal Teeth: A Review of 23 Cases. Journal of Dentistry for Children.

Palmeira M.T., Carvalho M.S.R., Serrano F.L., Oliveira L.M.C. (2017). Dente natal e neonatal: diagnóstico e conduta terapêutica. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo.

Sevalho M.L., Hanan S.A., Alves Filho A.O. (2011). Dentes natais: relato de caso clinico. ConScientiae Saúde.

Shini S.S., Ross B.J., Rebekah G., Koshy S. (2018). Natal and neonatal teeth: A tertiary care experience. Contemporany Clinical Dentistry. DOI: 10.4103/ccd.ccd_814_17.

Simões G.A.M., Mendes L.D., Penido S.M.M.O., Penido C.V.D.R. (2014). Relato de caso clínico de paciente com dente natal e neonatal. Revista da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas.

Ulson R.C.B., Corrêa M.S.N.P., Lopes L.D. (2008). Dente neonatal: relato de caso clínico. Revista do Instituto de Ciências da Saúde.

Volpato L.E.R., Simões C.A.D., Simões F., Nespolo P.A., Borges A.H. (2015). Riga-Fede Disease Associated with Natal Teeth: Two Different Approaches in the Same Case. Hindawi Publishing Corporation. DOI: 10.1155/2015/234961.

Wang C.H., Lin Y.T., Lin Y.T.J. (2017). A survey of natal and neonatal teeth in newborn infants. Journal of the Formosan Medical Association. DOI: 10.1016/j.jfma.2016.03.009.

Yen V.A., Kuppuswami N. (2017). Incidence of Natal Teeth in Newborns in Government Medical College and Hospital, Chengalpattu: A Pilot Study. Journal of Clinical and Diagnostic Research. DOI: 10.7860/JCDR/2017/25296.9705

Yilmaz R.B.N., Cakan D.G., Mesgarsadeh N. (2016). Prevalence and management of natal/neonatal teeth in cleft lip and palate patients. European Journal of Dentistry. DOI: 10.4103/1305-7456.175698.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-131

Refbacks

  • There are currently no refbacks.