Prevenção de quedas em idosos em uso de polifarmácia: uma abordagem educativa para idosos e equipes da estratégia saúde da família/ Prevention of falls in elderly people using polypharmacy: an educational approach for elderly people and family health strategy teams

Arthur Menezes Vaz, Caio Lucas Martins Dourado Gonçalves, Vanessa Mello da Silva, Marcelo José Sanches da Rocha, Ivana Karina Sousa de Albuquerque, Nayanne Fernanda da Silva Silva, Juarez de Souza, Emanuel Roberto Figueiredo da Silva

Abstract


Introdução: A população brasileira está envelhecendo, e com isso, o índice de doenças crônicas, suas comorbidades e a polifarmácia vem aumentando. A população idosa possui alterações senis que comprometem a farmacodinâmica e farmacocinética dos medicamentos, o que causa efeitos adversos como hipoglicemia, hipotensão, intoxicação e sedação predispondo, dentre outras complicações, as quedas.  Objetivou-se, então, promover ações de educação em saúde sobre a prevenção de quedas em idosos para a equipe da ESF e para os idosos de cinco UBS e Centro de referência do idoso o município de Santarém, no intuito de promover o reconhecimento e prevenção da polifarmácia e vulnerabilidade a quedas nos idosos. Metodologia/ Relato de experiência: Trata-se de um estudo descritivo, desenvolvido a partir de uma Atividade de Educação em saúde realizada em Unidades Básicas de Saúdes do município de Santarém-PA, em Outubro de 2018, em que foram realizadas palestras e roda de conversa com a ESF, idosos e cuidadores de idosos. Além da entrega de cartilha informativa sobre Prevenção de quedas e risco da Polifarmácia na população idosa. Foi aplicado um questionário para avaliar o impacto da intervenção sobre conhecimento dos pesquisados a respeito dos temas abordados.Resultados: Foi realizada atividade de educação em saúde, que alcançou 140 pessoas. Após as palestras e debates, o número de acertos, pré e pós intervenção, foram de 67% para 93%, respectivamente.Através da dinâmica apresentada, pudemos perceber a relação dos indivíduos com a senescência e com o processo saúde-doença. Foi observado o desconhecimento dos entrevistados sobre as consequências da polifarmácia e sobre os fatores de risco e efeitos psicossociais deletérios das quedas nos idosos. Foi reconhecido e fortalecido o papel do ACS como elo entre o idoso vulnerável e as medidas primárias de educação e prevenção de quedas e polifarmácia na comunidade. Conclusão: A ação educativa realizada colaborou para a construção, valorização e reconhecimento sobre os cuidados com uso múltiplo de medicamentos e quedas da população idosa, o reconhecimento de fatores e atitudes de risco evitáveis e esclarecimento de dúvidas, visando diminuir a morbidade e mortalidade e melhorar a qualidade de vida dessas pacientes. 


Keywords


Idosos; Quedas; Polifarmácia

References


BARBOSA, T.S; QUEIROZ, A.M.S; SILVA, B.M, SILVA, M.C.D; BARRETO, S.R.B.P; ALMEIDA,S.LS; FATORES DE RISCO PARA QUEDAS NA POPULAÇÃO IDOSA: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA. Revisa Saúde, v. 10, n.1 (ESP), 2016. ISSN 1982-3282.

BEZERRA, T.A, ALBUQUERQUE, B, KÁTIA, N.F.M.C. AS QUEDAS NOS IDOSOS: A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE. Revista Cogitare Enferm, jan/mar;21(1):01-11, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica – Brasília : Ministério da Saúde, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012. 110 p. : il. – (Série E. Legislação em Saúde).

CARLOS –MG. Vieira, E.D.S, et. Al. 8º Fórum de Ensino e Pesquisa Unimontes, 24 a 27 de setembro de 2014.

FATORES ASSOCIADOS AO RISCO DE QUEDAS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Gomes, E.C.C, et. Al. Revista Ciência e Saúde Coletiva, 19(8);3543-3551, 2014

GOMES, H.O; CALDAS, C.P; Uso Inapropriado de Medicamentos pelo Idoso: Polifarmácia e seus Efeitos. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto, UERJ: pg88-99, Ano 7, Janeiro / Junho de 2008

POLIFARMÁCIA EM IDOSOS NÃO INSTITUCIONALIZADOS EM MONTES ONAGA JAHANA, KELLY; D¿ELBOUX DIOGO. Quedas em idosos: principais causas e conseqüências. Saúde Coletiva, vol. 4, núm. 17, bimestral, 2007, pp. 148-153 Editorial Bolina São Paulo, Brasil

RELAÇÃO DA POLIFARMÁCIA E POLIPATOLOGIA COM A QUEDA DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. Reis, K.M.C & Jesus, C.A.C. Texto e contexto enfem, vol.26(2), 2017

SILVA, R;SCHMIDT, O.F; SILVA, S. POLIFARMÁCIA EM GERIATRIA. Revista da AMRIGS, Porto Alegre, 56 (2): 164-174, abr.-jun. 2012




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-123

Refbacks

  • There are currently no refbacks.