A importância da musculação para a mulher na menopausa / The importance of bodybuilding for menopausal women

Adriana Maria Lamego Rezende, Alexandre Rodrigues Inácio de Azevedo, Jéferson Valente Vieira, Renato Cruz de Sousa, Ana Luísa Carneiro Pereira Gonçalves, Bráulio Lamego Resende, Fernanda Cruz de Sousa

Abstract


Devido ao processo do envelhecimento feminino e à menopausa, os exercícios físicos têm sido recomendados como uma alternativa para a melhora dos sintomas da menopausa. Os benefícios do exercício com peso estão sendo comprovados pela literatura, entretanto ainda existe escassez de estudos sobre os efeitos do treinamento com pesos na atenuação dos sintomas que influenciam a pós-menopausa. Objetivo: Avaliar como os exercícios físicos com pesos influenciam na qualidade de vida das mulheres na menopausa. Metodologia: escolheu-se fazer uma breve revisão de literatura com base em estudos publicados entre 2003 e 2018, utilizando como base dados o Google Acadêmico, SciELO e o site do Ministério da Saúde, com os descritores “musculação”, “menopausa” e “mulheres”. Notou-se que o exercício físico traz muitos benefícios para a saúde da mulher na menopausa, principalmente quando se fala do risco de doenças cardiovasculares e de osteoporose. Os estudos também definem seus sintomas, para os profissionais da área da saúde, incluindo nutricionistas esportivos e clínicos possam saber melhor como agir nesta fase que ainda não é muito discutida.


Keywords


Menopausa; mulheres; musculação.

References


AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE. Rev Bras Med Esporte, São Paulo, v. 4, n. 3, maio/jun. 1998.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas. Manual de Atenção à Mulher no Climatério/Menopausa. Brasília, DF: Editora do Ministério da Saúde, 2008. 192p. (Normas e Manuais Técnicos, A; Série Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, Caderno, 9). Disponível em:

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher: princípios e diretrizes. Brasília, DF, 2004. 82p. (Projetos, Programas e Relatórios, C). Disponível em: .

BRASIL. Ministério da Saúde. Centro de Documentação. Assistência Integral à Saúde da Mulher: bases de ação programática. Brasília, DF, 1984. 27p. (Série B: Textos Básicos de Saúde, 6). Disponível em:

DE LORENZI, Dino Roberto Soares; BACARAT, Edmund Chada; SACILOTTO, Bruno; PADILHA JR, Irineu. Fatores associados à qualidade de vida após a menopausa. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 52, n. 5, p. 312-317, 2006. Disponível em: .

GONÇALVES, R.; MERIGHI, M. A. B.; ALDRIGHI, J. M. Reflexões sobre o climatério com enfoque no corpo, na cultura e na subjetividade. Reprod Clim., cidade, v. 18, n. 2, p. 108-12, 2003. Disponível em: .

LIMA, Patrícia Costa de.; BRITO, Luciana Catunda; NOJOSA, Jefferson. O Efeito do Exercício Físico em Mulheres na Menopausa: uma revisão de literatura. Revista Carioca de Educação Física, Rio de Janeiro, v. 11, edição especial, p. 20-24, 2016. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2020.

LUNA, Taísa. Está na menopausa? Aposte na atividade física. 2018. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2020.

LOBO, D. M. Exercício físico como tratamento dos sintomas e das consequências da menopausa: uma revisão de literatura. Monografia apresentada à Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas 2011. http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?view=000875839

MACEDO, G. Vitamina D e seus metabólitos. In: BANDEIRA, F., MACEDO, G.; CALDAS, G.; GRIZ, L.; FARIA, M. (Org.). Osteoporose. Rio de Janeiro: Medsi; p. 329-36, 2000.

MARTINAZZO, Janine; ZEMOLIN, Gabriela Pegoraro; SPINELLI, Roseana Baggio; ZANARDO, Vivian Polachini Skzypek; CENI, Giovana Cristina. Avaliação nutricional de mulheres no climatério atendidas em ambulatório de nutrição no norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Rio de Janeiro: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, nov. 2012.

MARTINS, Aline Milke. Efeitos do treinamento com pesos na qualidade de vida em mulheres na pós-menopausa. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação em Educação Física)–Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011. Disponível em: .

PENTEADO, Olga. 12 motivos para fazer musculação para o resto de sua vida. São Paulo: Abril, 2016.

ROSARIO, E. J. et al. Comparison of Strength-Training Adaptations in Early and Older Postmenopausal Women. JAPA, v. 11, p.143-155, 2003.

ZANESCO, Angelina; ZAROS, Pedro Renato. Exercício físico e menopausa. Rev. Bras. Ginecol. Obstet., v. 31, n. 5, p. 254-61, 2009. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-101

Refbacks

  • There are currently no refbacks.