Escambo de dados pessoais: a polêmica da nova moeda / Escambo de dados pessoais: a polêmica da nova moeda

Harvey José Santos Ribeiro Cosenza, Luis Claudio Bernardo Moura

Resumo


O presente artigo busca aferir sobre o uso dos dados pessoais em meio digital, sob a ótica das normas regulamentadoras frente ao direito à privacidade e proteção dos mesmos no Brasil. Para o alcance do objetivo definido, este trabalho apresentará discussões acerca do direito de privacidade em meio digital, seguindo de quais instrumentos normativos são oferecidos quanto à proteção de dados pessoais no Brasil. O interesse no estudo do tema se aprofunda a proporção que a relevância ao se tratar do tratamento e a tutela ao direito à proteção da privacidade dos dados pessoais em meio a moderna contemporaneidade, a qual é constantemente instigada e desafiada por essas novas questões que se demonstram vigentes e efetivas em meio a essa nova Sociedade da Informação. Tal tema nos remete a seguinte problemática: Há diploma efetivo de tutela de direito em meio a privacidade e proteção de dados pessoais no Brasil? A realização do presente estudo se classifica como uma pesquisa do tipo exploratória.  Quanto aos meios trata-se de uma pesquisa bibliográfica, com uma abordagem qualitativa, com levantamento de informações primarias e secundarias.


Palavras-chave


Privacidade, Dados Pessoais, Sociedade da Informação.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: maio. 2018.

CASTELLS, M. A galáxia da internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

_____________. A sociedade em rede do conhecimento à política. Imprensa Nacional: Casa da Moeda, 2005.

CASTRO, C. S. Direito da informática, privacidade e dados pessoais. Coimbra: Almedina, 2005.

DAVENPORT, T. H; BART, P.; BEAN, R. How Big Data is Different. MIT Sloan Management Review, n.30 - July, 2012.

DONEDA, D. Privacidade e proteção de dados no Marco Civil da Internet. Anatel, 2016. Disponível em: . Acessado em: 20 mai. 2018.

______. A proteção de dados pessoais nas relações de consumo: para além da informação creditícia. Escola Nacional de Defesa do Consumidor. Brasília: SDE/DPDC, 2010, p. 22.

______. A proteção dos dados pessoais como um direito fundamental. Espaço Jurídico Joaçaba, v. 12, n. 2, 2011.

FARIA, G. N. Teoria jurídica da informação. Belo Horizonte: 2010.

FLORENÇO, L. B. A proteção de dados pessoais nas relações de consumo como um direito fundamental: perspectivas de um marco regulatório para o Brasil. Revista Esmec, v.23, n.29, p. 165-182 , 2016.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2012.

G1 SP. Procon-SP notifica Facebook por vazamento de dados de usuários brasileiros. 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/procon-sp-notifica-facebook-por-vazamento-de-dados-de-usuarios-brasileiros.ghtml. Acesso em maio 2018.

GOUVEIA, L. GAIO, S. Sociedade da Informação: balanço e oportunidades. Porto: Universidade Fernando Pessoa, 2004.

GOLDSHMIDT, R. Data mining: conceitos, técnicas, algoritmos, orientações e aplicações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

KUNEVA, M. Personal data is the new oil of the Internet and the new currency of the digital world. Discurso proferido na mesa redonda sobre coleta de dados, direcionamento e perfilação. Bruxelas: 2009.

JENNINGS, C.; FENA, L. Privacidade.com: como preservar sua intimidade na era da internet. Tradução: Bazán Tecnologia e Linguística. São Paulo: Futura, 2000.

LACOMBE, F. J. M. Administração Princípios e Tendências. São Paulo: Saraiva, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.