O papel da contabilidade ambiental para a tomada de decisão / The role of environmental accounting for decision-making

Adrielly Nunes de Abreu, Daniela Cristina Silva, Maria José Floriano Ferracini

Resumo


Algumas empresas utilizam recursos naturais para a produção de bens e serviços, e sua utilização inadequada, com o tempo, poderá causar o esgotamento e também outros danos ambientais. Este estudo tem como objetivo geral analisar a importância da contabilidade na gestão ambiental em empresas de produção sustentável. Para atingir o objetivo proposto, este estudo foi realizado a partir de pesquisa bibliográfica, ou seja, estudo dedicado a teorias. Foram coletados dados e informações a partir do apuramento de outros autores, através de artigos científicos, dissertações, livros e revistas, entre outras fontes quando necessário. Após a seleção do material bibliográfico, realizou-se as leituras e fichamentos dos textos levantando os dados para a análise e discussão. Buscando demonstrar como é mensurado os fatos contábeis ambientais utilizou-se também de pesquisas bibliográficas e situações fictícias. Desta forma, o presente trabalho demonstra a influência dos relatórios que indiquem aos seus usuários qual parte da empresa foi empregada com o comprometimento ambiental e ainda foca em como podem ser utilizadas essas informações no processo de tomada de decisão interna e externa.


Palavras-chave


Gestão. Mensuração. Informação.

Texto completo:

PDF

Referências


BERTONCINI et al. Processo decisório: a tomada de decisão. Revista FAEF. Garça, v. 5, n. 3, p. 8-34, 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 out.2017.

CARAVANTES, G.; PANNO, C.; KLOECKNER, M. Administração: teorias e processo. São Paulo: Pearson, 2005.

CHIAVENATO, I. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

COSTA, C. A. G. da. Contabilidade ambiental. São Paulo: Atlas, 2012.

EUGÉNIO, T. C. P. Contabilidade ambiental: um estudo de caso aplicado à indústria de portas e janelas de madeira. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 1, n. 1, p. 102-115, maio/ago., 2005.

FERREIRA, A. C. de S. Contabilidade ambiental: uma informação para o desenvolvimento sustentável. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

GARCIA, R. S. M.; OLIVEIRA, D. L. Contabilidade Ambiental: história e função. Revista Gestão & Tecnologia, Faculdade Delta, Goiânia, n.12, set./out., 2009.

HENDRIKSEN, E.; BREDA, M. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 1999.

KRAEMER, M. E. P. Gestão ambiental: um enfoque no desenvolvimento sustentável. Disponível em: . Acesso em 11 out. 2017.

LAURINDO, J. da S. A contabilidade ambiental como instrumento de gestão interna nas organizações. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2017.

LIMA, H. M. A.; SENNA, A. R. de. Apostila da disciplina contabilidade social e ambiental. Volta Redonda, 2013. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2017.

MARION, J. C. Contabilidade básica. 10.ed. São Paulo: Atlas, 2009.

NAUJACK, J.; FERREIRA, J. L.; STELA, E. R. Contabilidade ambiental: uma revisão de conceitos. Revista VII ENPPEX Disponível em: Acesso em: 16 out. 2017.

NUNES, D. da R.; JUNIOR, J. L. P. A contabilização dos impactos ambientais: um estudo de caso numa empresa Metal Mecânica de Caxias do Sul. Anais VII Seminário de Iniciação Científica Curso de Ciências Contábeis da FSG, v. 4, n. 2, p. 688-689, 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 out. 2017.

PRODANOV, C. C., FREITAS, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Universidade FEEVALE, 2013.

RAUPP, E. H. Desenvolvimento sustentável: a contabilidade num contexto de responsabilidade social de cidadania e de meio ambiente. Revista de Contabilidade Conselho Regional de São Paulo, São Paulo, 2002.

RIBEIRO, M. de S. Contabilidade ambiental. 2.ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

RIBEIRO, M. de S.; LISBOA, L. P. Passivo ambiental. Trabalho premiado no XVI Congresso Brasileiro de Contabilidade, Goiânia, 2000.

SANTOS, A. de O.; SILVA, F. B. da; SOUZA, S. de. Contabilidade ambiental: um estudo sobre sua aplicabilidade em empresas brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças FIPECAFI - FEA - USP, São Paulo, FIPECAFI, v. 16, n. 27, p. 93, set./dez., 2001.

SANTOS, L. P. R. dos; SOUZA, L. D. de. Contabilidade ambiental: uma contribuição da ciência contábil à sustentabilidade da gestão ambiental. Revista Conexão Eletrônica, Três Lagoas, v. 11, p. 509-521, 2014. Disponível em: Acesso em: 5 out. 2017.

SILVA, J. C. P.; RIOS, R. P. Contabilidade ambiental: o grau de conhecimento dos contadores do sul e sudeste do Estado do Pará. Revista Eletrônica Gestão e Negócios, São Roque, v. 5, n. 1, p. 19, 2014. Disponível em: Acesso em: 10 out. 2017.

SILVA, B. C.; FILHO, H. P. C. Planejamento e importância da visão sistêmica para um planejamento estratégico. Alunos do Programa de Mestrado Profissional da Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas e Segurança Social da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 7 p., 2014. Disponível em: . Acesso em: 17 out. 2017.

SPERANDIO, L. A.; TRINDADE, M.; FAVERO, H. L. Uma introdução à discussão do passivo ambiental. Enfoque reflexão contábil. v. 24, n. 2, p. 10, jul.-dez., 2005.

TINOCO, J. E. P.; KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e gestão ambiental. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv3n4-026

Apontamentos

  • Não há apontamentos.