Estudo de caso de confiabilidade humana: uma análise quantitativa / Human reliability case study: a quantitative analysis

Ariane Ferreira Porto Rosa, Rogério Royer, Natalia Reinaldo Lowe, Gilberto Tavares dos Santos

Resumo


A Análise da Confiabilidade Humana tem como objetivo determinar a probabilidade que um indivíduo possui para realizar determinada tarefa em um período de tempo pré-definido, ou seja, ela procura avaliar a influência de fatores humanos na realização dos processos produtivos. O processo a ser analisado neste trabalho é a distribuição de objetos em âmbito nacional por uma empresa pública. Dessa forma, esse trabalho possui como objetivo principal a elaboração de um modelo estatístico que demostre a realidade da atuação profissional das pessoas como uma forma de supervisionar o comportamento, e as ocorrências de falhas a fim de proporcionar melhorias de cunho operacional e comercial no processo estudado. Consequentemente, esse trabalho possibilitou analisar como os dados de falha humana se comportam através do estudo de caso proposto, permitindo relacionar suas variáveis. Além disso, esse trabalho contribuiu de forma efetiva para ampliar o referencial teórico nacional sobre o tratamento estatístico de dados de falhas relacionados à confiabilidade humana.


Palavras-chave


A Análise da Confiabilidade Humana tem como objetivo determinar a probabilidade que um indivíduo possui para realizar determinada tarefa em um período de tempo pré-definido, ou seja, ela procura avaliar a influência de fatores humanos na realização dos pr

Texto completo:

PDF

Referências


LAFRAIA, João Ricardo Barusso. Manual de confiabilidade, mantenabilidade e disponibilidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001. 374 p.

IIDA, I. BUARQUE, L. Ergonomia: Projeto e Produção. 3. ed. São Paulo: Blucher, 2016.

FOGLIATTO. F. S.; RIBEIRO, J. L. D. Confiabilidade e Manutenção Industrial. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

KARDEC, Alan; LAFRAIA, João Ricardo. Gestão estratégica e confiabilidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002. 90 p.

MENÊZES, R. D. C. Uma metodologia para avaliação da confiabilidade humana em atividades de substituição de cadeias de isoladores em linhasde transmissão. 2005.

NORMAS BRASILEIRAS REGULAMENTADAS (NBR) – N. 5462, Confiabilidade e Mantenabilidade. Terminologia, ABNT, SP 1994.

PALLEROSI, C.; MAZZOLINI, B.; MAZZOLINI, L. Confiabilidade Humana. conceitos, análises, avaliação e desafios. São Paulo: All Print Editora, 2011.

SLACK, N. Administração da produção / Nigel Slack, Stuart Chambers, Robert Johnston; tradução Maria Teresa Corrêa de Oliveira, Fábio Alher; revisão técnica Henrique Luiz Corrêa. --2. ed. --São Paulo: Atlas, 2002.

VILELA, J. A. B. M. SAMPAIO, R.D.S. Utilização do Modelo de Fatores Humanos (HFACS) na Estruturação de Mapas Causais de Segurança Operacional. Revista Conexão SIPAER, v. 3, n. 1, p. 216-247, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv3n3-051

Apontamentos

  • Não há apontamentos.