Estudo da análise e viabilidade de aplicação de conceitos da organização do trabalho na produção em uma lanchonete na região do Alto Paranaíba / Study of the analysis and feasibility of applying concepts of work organization in production in a cafeteria in the Alto Paranaíba region

Gustavo Alves de Melo, Maria Gabriela Mendonça Peixoto, Samuel Borges Barbosa, Maria Cristina Angélico Mendonça

Resumo


O presente artigo tem como objeto de estudo uma microempresa que produz e comercializa alimentos, no qual é realizado um diagnóstico da empresa afim de buscar propostas de melhorias e mudanças através das ferramentas fornecidas pela Organização do Trabalho na Produção. Para este estudo, houve o enfoque de abordagem quantitativa, utilizando entrevistas (com o proprietário e com os funcionários) e uma visita para observar o cotidiano e o processo produtivo da empresa. Os resultados apontaram que apesar de ser uma empresa familiar, não possuindo características organizacionais bem formalizadas, a mesma se preocupa em aplicar melhorias, bem como manter a qualidade dos produtos e serviços prestados.


Palavras-chave


Serviços alimentares, setor alimentício, organização, produção, qualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BALCÃO, Yolanda Ferreira. Organograma: representação gráfica da estrutura. Revista de Administração de Empresas, v. 5, n. 17, p. 107-125, 1965.

BLOG ACOM SISTEMAS. Food Service - Alimentação fora do lar. Disponível em: . Acesso em: 14 de novembro de 2018.

BON, J. V. Fundamentos do Gerenciamento de Serviços em TI baseado no ITIL. ItSMF da Holanda, 2006.

CARPINETTI, L. C. R. Gestão da qualidade: conceitos e técnicas. 2ª Ed.. São Paulo: Editora Atlas S.A., 2012.

CRONIN, J.; TAYLOR, S. Measuring service quality: A reexamination and extension. Journal of Marketing, v. 56, n. 3, p. 55-68, 1992.

DAVIS, L. E. The Design of jobs. Industrial relations, 6(1)21, 1966.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª Ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GRÖNROOS, C. A service quality model and its marketing implications. European Journal of Marketing. v. 18, n. 4, p. 36-44, 1984.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de Orçamentos Familiares – POF. Disponível em: < https://ww2.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/19052004pof2002html.shtm>. Acesso em: 22 de novembro de 2018.

MATOS, Eliane et al. Teorias administrativas e organização do trabalho: de Taylor aos dias atuais, influências no setor saúde e na enfermagem. Texto & Contexto-Enfermagem, 2006.

MINTZBERG, H. Criando Organizações Eficazes. São Paulo: Atlas, 2005.

MORGAN, Gareth. Imagens da Organização. São Paulo: Atlas, 1996.

MOTTA, Fernando C. Prestes. Teoria geral da administração: uma introdução. 19ª Edição, São Paulo (SP): Pioneira; 1995.

OLIVEIRA, D. P. O. R. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. 21ª Edição, São Paulo: Atlas, 2013.

PARASURAMAN, A; ZEITHAML, V. A; BERRY, L. L. A conceptual model of service quality and its implications for future research. Journal of Marketing, fall, 41-49p., 1985.

PARASURAMAN, A; ZEITHAML; BERRY; LEONARD, L. Servqual: Multiple-Item Scale for Measuring Consumer Perceptions of Service Quality. Journal of Retailing, v. 64, n. 1, 12-39p., 1988.

PRODANOV, Cleber Cristiano; DE FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2ª Edição. Editora Feevale, 2013.

PESSOA, Rosiomar Santos; DINIZ Francisco. Os Principais Desafios que as Pequenas e Médias Empresas (PME´s) enfrentam no Brasil. REGMPE, Brasil-BR, V.2, Nº1, p. 137-161, Jan./Abr.2017.

REVISTA FORBES BRASIL. Mesmo com crise, o setor de alimentação continua a crescer no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 14 de novembro de 2018.

REZENDE, D. A. Engenharia de Software e Sistemas de Informação. Rio de Janeiro: Brasport, 2006.

RODRIGUES, William Costa et al. Metodologia científica. Faetec/IST. Paracambi, p. 2-20, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv3n3-037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.