Estrutura produtiva das mesorregiões do Rio Grande do Sul: uma abordagem com matriz insumo-produto / production structure at macro regions of Rio Grande do Sul state: an approach trought input output table

Rodrigo da Rocha Gonçalves, Gustavo Inácio de Moraes, Jacó Braatz

Resumo


O objetivo deste artigo é estimar matrizes insumo-produto para as mesorregiões do Rio Grande do Sul para o ano de 2011. Em paralelo, encontrar os indicadores de impacto (multiplicadores e índice de ligação) de cada mesorregião, auxiliando na formulação de políticas públicas do tipo top-down, principalmente com ênfase nas atividades de transporte. Os resultados indicaram que os setores com maior efeito na produção na maior parte das mesorregiões são: fabricação de calçados e couro; manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos e outros equipamentos de transporte. No segmento de transporte, destacaram-se em todas as mesorregiões os transportes rodoviários de cargas e passageiros. 


Palavras-chave


Economia Regional, Matriz Insumo-Produto, efeitos multiplicadores.

Texto completo:

PDF

Referências


FOCHEZATTO, A.; CURZEL, R. Matriz de Contabilidade Social Regional: procedimentos metodológicos e aplicação para o Rio Grande do Sul. Revista Economia, v. 6, n. 1. 2005.

CNT. Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte sobre Rodovias, 2014. Disponível em: http://pesquisarodovias.cnt.org.br/Paginas/index.aspx.

FIGUEIREDO, M. G. F; BARROS, A. L. M; GUILHOTO, J. J. M. Relação econômica dos setores agrícolas do Estado do Mato Grosso com os demais setores pertencentes tanto ao Estado quanto ao restante do Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural. Rio de Janeiro, v. 43, n. 03, p. 557-575, 2005.

GUILHOTO, J. J. M.; SESSO FILHO, U. A. Estimação da Matriz Insumo-Produto Utilizando Dados Preliminares das Contas Nacionais: Aplicação e Análise de Indicadores Econômicos para o Brasil em 2005. Economia & Tecnologia. UFPR/TECPAR. Ano 6, Vol 23, Out. 2010.

GUILHOTO, J. J. M. Input-Output Analysis: Theory an Foundations. Departamento de Economia. FEA-USP. Versão Revisada. 2011.

HIRSCHMAN, A. O. The Strategy of Economic Development. New Haven: Yale University Press, (1958).

ISARD, W. Inter-regional and regional input-output analysis: a model of a spaceeconomy. Review of Economics and Statistics, Cambridge-Mass.: Elsevier, n. 33, p. 319-328, 1951.

ISARD, W.; KUENNE, R. The impact of steel upon the greater New York-Philadelphia industrial region. Review of economics and statistics, v. 35, p. 289-301, 1953.

LEITE, A. P. V.; PEREIRA, R. M. Matriz insumo-produto da economia baiana: uma análise estrutural e subsídios às políticas de planejamento. In: ENCONTRO DE ECONOMIA BAIANA, 6., 2010, Salvador. Anais... Salvador: Desenbahia, 2010.

LEIVAS, P. H; FEIJÓ, F. T. Estrutura produtiva e multiplicadores de impacto intersetorial do Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Sul (Corede Sul) do Rio Grande do Sul: uma análise de insumo-produto. Porto Alegre: Ensaios FEE, v. 35, n. 2, p. 521-554, dez. 2014.

LEONTIEF, W. Quantitative Input-Output Relations in the Economic Systems of the United

States‖. Review of Economics and Statistics, n.18, p. 105-25, 1936.

MILLER, R. E.; BLAIR, P. D. Input-output analysis: foundations and extensions. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

MORETTO, A. C.; RODRIGUES, R. L.; SESSO FILHO, U. A. Estrutura produtiva e relações comerciais entre o norte do Paraná e o restante do Estado: agropecuária e setores agroalimentares. Informe GEPEC, Toledo: Unioeste, v.12, n.2, p.73-90, 2008.

NUNES, P. A.; MELO, C. O. Estrutura Produtiva da Mesorregião Sudeste Paranaense com Abordagem Insumo-Produto. Revista Paranaense de Desenvolvimento. n.123, p. 179-212, 2012.

PEROBELLI, F. S; MATTOS, R. S; FARIA. W. R. Interações energéticas entre o Estado de Minas Gerais e o restante do Brasil: uma análise inter-regional de insumo-produto. Revista Economia Aplicada, v. 11, n. 1, p. 113-130, 2007.

PARRÉ, J. L. O agronegócio nas macrorregiões brasileiras. 191 f. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2000.

PORSSE, A. A.; HADDAD, E. A.; RIBEIRO, E. P. Estimando uma matriz de insumo-produto inter-regional Rio Grande do Sul: restante do Brasil. São Paulo: Núcleo de Economia Regional e Urbana da USP: NEREUS2003. (Texto para discussão, 20). Disponível em: . Acesso em: 10/04/2016.

PORSSE, A. A.; PEIXOTO, F. C.; PALERMO, P. U. Matriz de Insumo-Produto inter-regional Rio Grande do Sul-restante do Brasil 2003: metodologia e resultados. Porto Alegre: FEE, (Textos Para Discussão FEE, n. 38), 2008.

PORSSE, A. A.; HADDAD, E. A.; RIBEIRO, E. P. Estimando uma matriz de insumo-produto inter-regional Rio Grande do Sul-Restante do Brasil. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE ESTUDOS REGIONAIS, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Editor institucional, 2004.

RASMUSSEN, P. N. Studies in intersectoral relations. North Holland, Amsterdam, 1958.

RIBEIRO, L. C. S.; LEITE, A. P. V. ESTRUTURA ECONÔMICA DO ESTADO DE SERGIPE EM 2006: UMA CONTRIBUIÇÃO ATRAVÉS DA MATRIZ DE INSUMO-PRODUTO. Revista Econômica do Nordeste. v. 43, n. 4, p. 96-118, 2012.

RIBEIRO, L. C. S; MONTENEGRO, R. L. G; PEREIRA, R. M. ESTRUTURA ECONÔMICA E ENCADEAMENTOS SETORIAIS DE MINAS GERAIS: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA AS POLÍTICAS DE PLANEJAMENTO. Revista Planejamento e Política Públicas, n. 41. jul./dez, p. 261-290, 2013.

STONE, R. Input-output and demographic accounting: a tool for education planning. Minerva, v.4, n. 3, p.365-380, 1966.

TALAMINI, E.; PEDROZO, E. Á. Matriz do tipo insumo-produto (MIP) e alguns indicadores para gestão e planejamento de propriedades rurais: uma aplicação prática. Revista Teoria e Evidencia Econômica, Passo Fundo: UPF, v.12, n.23, p.25-43, 2004.

WIEBUSCH, F. C. Estrutura produtiva e multiplicadores de insumo-produto do COREDE Vale do Taquari. 2007. 88f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv3n2-042

Apontamentos

  • Não há apontamentos.