Aproveitamento de resíduos alimentares no mercado de Açailândia (MA) / Use of food waste in the Açailândia (MA) market

Júlio César Freitas Rosas, Valdiza Nascimento de Abreu

Resumo


O reaproveitamento de alimentos representa uma parcela de grande relevância entre as medidas para mitigar impactos ambientais provocados pelo desperdício de alimentos, os municípios necessitam investir em politicas públicas, que venha a abrandar a problemática dos resíduos sólidos orgânicos, uma das fontes geradoras desses resíduos são os supermercados, objeto de estudo do presente trabalho, deste modo, temos por objetivo avaliar a destinação dos resíduos alimentares em supermercados de Açailândia. Averiguar o posicionamento dos funcionários em relação à destinação dos resíduos. Assim como Analisar a viabilidade da implantação de um sistema de compostagem como alternativa para destinação adequada dos resíduos alimentares gerados em supermercados de Açailândia. O estudo caracteriza-se como uma investigação exploratória. A investigação do desperdício foi desenvolvida em um supermercado de médio porte localizado no centro comercial do município de Açailândia-MA, através de análise in loco. Com a análise dos dados obtidos foi possível identificar os principais setores que causam desperdício e a percepção dos colaboradores quanto à forma de perdas proveniente do processo de vendas, observou-se que os funcionários em geral estão alheios a essa vertente, contudo, atribuem ao setor de armazenagem como principal protagonista dos desperdícios alimentares. O tratamento dos resíduos é uma forma de reduzir os impactos negativos que o setor oferece ao meio ambiente.


Palavras-chave


Desperdício de Alimentos, Impactos Ambientais, Compostagem.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBIERI, José Carlos. Gestão ambiental empresarial. Editora Saraiva, 2017.

BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Editora Vozes Limitada, 2017.

Brasil, Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010. Ministério da Justiça. (2010). Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

CARVALHO, Joana Gonçalves; LIMA, João Pedro Marques; ROCHA, Ada Margarida Correia Nunes da. Desperdício alimentar e satisfação do consumidor com o serviço de alimentação da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, Portugal. Demetra; 2015.

CRUZ, Fernanda - Repórter da Agência Brasil - São Paulo - Supermercados desperdiçam R$ 3,9 bi em alimentos por ano, diz Abras https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018

CUNHA, Elisangela Souza; DA SILVA MARTINS, Denise. Proposta de atividade prática na aula de ciências: análise do tempo de decomposição de resíduos no solo. Revista Ciências & Ideias ISSN: 2176-1477, 2017, 8.1: 118-135.

DO PRADO, Lucas Sciencia; CERIBELI, Harrison Bachion; MERLO, Edgard Monforte. Como os varejistas podem contribuir para a redução das perdas de alimentos? Um estudo no pequeno varejo alimentar. Revista de Ciências Gerenciais, 2015, 15.21.

DOS SANTOS SILVA, Claudiane,. III-409–Análise do sistema de gerenciamento de resíduos sólidos de um supermercado no município de itacoatiara/am. Congresso abes, 2017.

FERNANDEZ NASCIMENTO, Victor Sobral, Chimini Anahi, Andrade ,Ribeiro Pedro de, Ometto ,Pierre Henry Balbaud Jean . Evolução e desafios no gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos no Brasil. Ambiente & Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, v. 10, n. 4, 2015.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

MARCHI, Cristina Maria Dacach Fernandez. Novas perspectivas na gestão do saneamento: apresentação de um modelo de destinação final de resíduos sólidos urbanos. Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 7, n. 1, p. 91-105, 2017.

Ministério do Meio Ambiente https://www.mma.gov.br/informma/item/7594-compostagem

SANTOS, Amanda Thirza Lima Aproveitamento da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos para produção de composto orgânico. Revista Brasileira de Ciências da Amazônia/Brazilian Journal of Science of the Amazon, v. 3, n. 1, p. 15-28, 2015

SILVA, Rafael de Carvalho,. Sistema de gestão alimentar em supermercados na cidade de Mossoró-RN. Universidade federal rural do semiárido – ufersa 2018.

SIQUEIRA, Thais Menina Oliveira de; ABREU, Marcos José de. Fechando o ciclo dos resíduos orgânicos: compostagem inserida na vida urbana. Ciência e Cultura, 2016.

SIRVINSKAS, Luiz Paulo. Manual de direito ambiental. Editora Saraiva, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n4-028

Apontamentos

  • Não há apontamentos.