Subsidiar ou não subsidiar, eis a questão. A (im)previsibilidade da posição do Brasil no contencioso Embraer / Bombardier na OMC / Subsidize or not subsidize that's the question. The brazilian (un)predictable position in the litigation between Embraer and Bombardier

Amanda Aires Vieira

Resumo


A Organização Mundial do Comércio, estabelecida em 1995, é o fórum internacional utilizado pelos governos dos países membros para a resolução dos conflitos comerciais. Entre os contenciosos solucionados pela instância supraestatal, destaca-se o observado entre o Canadá e o Brasil entre os anos de 1996 e 2001. Embora diversos trabalhos desenvolvidos analisem os determinantes das políticas de subsídio adotadas pelo governo brasileiro nesse período, buscando identificar quais variáveis microeconômicas causam desequilíbrios dentro do organismo internacional, inexistem, ainda, modelos eficientes no processo de early warning. O presente trabalho tem por objetivo avaliar como os modelos de redes neurais artificiais podem ser utilizados enquanto ferramentas para previsão do comportamento político brasileiro entre os anos de 1995 e 2001. Os resultados mostram que as redes neurais que apresentam maior complexidade em sua estrutura proporcionaram forte previsibilidade do comportamento.


Palavras-chave


Organização Mundial do Comércio, Brasil, Canadá, Redes Neurais Artificiais.

Texto completo:

PDF

Referências


Alexander, C. Model of Markets, BM&F, 2007.

Arnaud, A. Abordagem Híbrida para Otimização de Redes Neurais Artificiais para Previsão de Séries Temporais. UFPE, Dissertação de Mestrado, 2007.

Banco Central www.bc.gov.br Acessado em 15 de janeiro de 2012

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES. Disponível em: http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhecimento/livro_desafio/Relatorio-06.pdf. Acessado em 21 de agosto e 2012

Blanchard, O. Macroeconomia. Prentice Hall, 2004

Botelho, A., Comércio veta os produtos do Canadá. O Estado de São Paulo, São Paulo, p. B8, 8 de fev. 2001.

Bumenschein, F., Lopez, F., Uma análise do desempenho e da segmentação do sistema de crédito à exportação no Brasil. In.: Pinheiro, A., Markwald, R., Pereira, Valls. O desafio das exportações. Rio de Janeiro: BNDES, 2002. P. 175-243

BMF & BOVESPA www.bovespa.com.br Acessado em 15 de janeiro de 2012.

Brasil, Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio Exterior. Disponível em http://www.mdic.gov.br/sitio/ . Acessado em 21 de agosto de 2012.

Brasil, Ministério das Relações Internacionais. Disponível em http://www.itamaraty.gov.br/o-ministerio/conheca-o-ministerio/tecnologicos/cgc/solucao-de-controversias/mais-informacoes/texto-dos-acordos-da-omc-portugues/1.1.11-acordo-sobre-subsidios-e-medidas-compensatorias/view Acessado em 21 de agosto de 2012.

Corrar, J., E. Paulo, E. Dias Filho, Análise Multivariada: para os cursos de administração, ciências contábeis e economia, 2007.

Frascaroli, B., Costa Silva, L., Silva Filho, O. (2009). Os Ratings de Risco Soberano e os FundamentosMacroeconˆomicos dos Países: Um Estudo Utilizando Redes Neurais Artificiais, Revista Brasileira de Finanças, Vol. 7, Nº1, PP 73-106

Hareb, S., Les subventions aux exportations: Étude et application au cas de Bombardier-Embraer, Université de Montréal, Dissertação de Mestrado, 2001

Hilda, H., Sócios Divergem sobre a Embraer. Gazeta Mercantil, São Paulo, p. C-4, 31 de maio de 1996.

Krugman, P. Introdução à Economia, Editora Campus, 2008.

Krugman, P., Industrial Organization and International Trade. Elsevier, 1984

Lucena, A. Cooperar ou não cooperar, eis a questão: A organização mundial do comércio, o Brasil e o contencioso Embraer-Bombardier. UNB, Tese de Doutorado, 2006

Magee, Brock e Young, Black Hole Tariffs and Endogenous Policy Theory: Political Economy in General Equilibrium. Cambridge University Press, 1989

Millette, V., Quel est l’impact des subventions à l’exportation sur le bien-être social du Canada: Le cas de Bombardier-Embraer. Université de Montréal, Dissertação de Mestrado, 2004.

Monteiro, T. Fab encomenda novo avião à Embraer. Estado de São Paulo, São Paulo, 23 de janeiro de 1995.

Morrison, J., Hansmann, R., e Sgouridis S., Game Theory Analysis of the Impact of Single Aisle Aircraft Competition on Fleet Emissions. MIT Press, 2011.

Ottoboni, J. Embraer começa a demitir mais de 350 funcionários. Jornal da Tarde. São Paulo, 3 de abril de 1996.

Pasin, J., A Organização Mundial do Comércio e as Estratégias para o Brasil à luz da Teoria dos Jogos. Revista do BNDES, v.8, nº16, Rio de Janeiro, 2001

Público, Empresa foi privatizada em dezembro. Correio Brasiliense, Brasília, 23 de janeiro de 1995.

Púbico, Embraer negocia venda de 150 aviões aos EUA. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 de maio de 1996.

Silveira, V. EMB-145, o novo avião da Embraer. Gazeta Mercantil, São Paulo, 14 de julho de 1995.

Vieira, A. Avaliação de insolvência no sistema bancário: uma aplicação para o caso brasileiro. UFPE, Dissertação de Mestrado, 2010.

WTO, Organização Mundial do Comércio. Disponível em http://www.wto.org/english/tratop_e/dispu_e/cases_e/ds46_e.htm. Acessado em 21 de agosto de 2012.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n4-007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.