Impacto da Lei de Crédito Consignado nos diferentes Tipos de Crédito para Pessoa Física / Impact of the Payroll Credit Law on the different Types of Credit for Individuals

Reynaldo Luiz Fassarella

Resumo


O presente estudo analisou o impacto da nova Lei de crédito consignado (Lei 10.820) nos empréstimos livres à pessoa física.  Foram utilizados dados de um grande banco com atuação em todo o território brasileiro relativos a saldos de empréstimos e de inadimplência das carteiras de crédito livre à pessoa física. Os resultados são alinhados com a teoria onde um aumento da proteção ao credor por meio do desconto em folha de pagamento reduz o risco moral e induz os credores a oferecer o crédito em melhores condições resultando em benefício para os tomadores de empréstimos. Foi constatado aumento significativo nos saldos de empréstimo livres a pessoas físicas e migração de crédito das demais carteiras por serem produtos substitutos. O efeito da Lei na inadimplência do crédito consignado foi considerado estatisticamente insignificante enquanto no CDC houve aumento da inadimplência o qual é justificado pelo efeito da seleção adversa, ou seja, a saída de bons tomadores para o crédito consignado.


Palavras-chave


Crédito Consignado, Inadimplência, Lei.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR et al. O Efeito da consignação em folha de pagamento nas taxas de juros dos empréstimos pessoais, Brasília: Banco Central do Brasil, Departamento de estudos e pesquisas, 2006.

ARAUJO, A.; FUNCHAL, B. Bankruptcy law in Latin America: past and future. Economía, v. 6, n. 1, fall, 2005, p. 149-216.

BARTH, J. R. et al. The Effect of government regulations on personal loan markets: a obit estimation of a microeconomic model. The Journal of Finance, v. 38, n. 4, 1983.

COELHO, C. A; FUNCHAL, Bruno. Strategic default and personal credit: the brazilian natural experiment. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 34., 2006, Rio de Janeiro (RJ). Anais...Rio de Janeiro: ANPEC, 2006.

COSTA, A. C. A; MELLO, J. M. P. Judicial risk and credit market performance: micro evidence from brazilian payroll loans. NBER Working Paper n. 12252, 2006.

DUBEY, P.; GEANAKOPLOS, J.; SHUBIK, M. Default and punishment in general equilibrium. Econometrica, v. 73, Jan. 2005.

GROSS, D. B.; SOULELES, N. S. An Empirical analysis of personal bankruptcy and delinquency. The Review of Financial Studies, v. 15, n. 1, p. 319-347, 2002.

KNAPP, L. Greene; SEAKS, T. G. An Analysis of the probability of default on federally guaranteed student loans. The Review of Economics and Statistics, v. 74, n. 3, p. 404-411, 1992.

STEPANOVA, Maria; THOMAS, Lyn. Survival analysis methods for personal loan data. Operations Research, v. 50, n. 2, p. 277-289, 2002.

STIGLITZ, J. E.; WEISS, A. Credit rationing in markets with imperfect information. American Economic Review, v. 71, n. 3 p. 393-410, 1981.

WOOLDRIDGE, Jeffrey M. Introdução à econometria: uma abordagem moderna. São Paulo: Thomson Learning, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n3-077

Apontamentos

  • Não há apontamentos.