Trabalho em tempos de crise: a percepção de trabalhadores e futuros trabalhadores / Work in a context of crisis: a study about administration students’ points of view

Valéria Quiroga Vinhas, Renata Céli Moreira da Silva Paula

Resumo


O objetivo da pesquisa foi investigar a percepção dos estudantes de Administração sobre o mercado de trabalho em um momento de crise financeira. Foram aplicadas 24 entrevistas com estudantes de mestrado e alunos do último ano de graduação ao longo de 2009 em que ainda havia reflexos da crise. Os resultados apontaram que muitos sentiram os resultados da crise. O sentimento de insegurança por uma falta de maior qualificação ficou evidente especialmente no discurso dos alunos de graduação, que se sentiam mais ameaçados pelo fato de ainda não possuírem níveis elevados de titulação. Também houve o temor dos alunos em relação à recolocação no mercado, à efetivação nos seus estágios ou mudanças na rotina. Este sentimento parece ter refletido numa postura mais flexível em relação às expectativas salariais e às áreas de atuação. Porém, as alterações nas estratégias de carreira podem ser consideradas de curto prazo.


Palavras-chave


Trabalho, Crise, Estudantes, Trabalhadores.

Texto completo:

PDF

Referências


AAKER, D. A.; KUMAR, V.; DAY, G. S. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 2004.

ABRIL. Disponível em: . Acesso em Julho de 2009.

ALBERTON, D. M.; PICCININI, V. C. O Sentido do Trabalho em Agências de Publicidade. In: Anais do XXXIII EnANPAD, São Paulo: Anpad, 2009.

ANTUNES, R.; ALVES, G. As mutações no mundo do trabalho na era da mundialização do capital. Educação & Sociedade, v. 25, n. 87, p. 335-351, 2004.

ATKINSON, C. Career management and the changing psychological contract. Career Development International, v. 7, n. 1, p. 14-23, 2002.

BARROS, A. R. O Setor Informal e o Desemprego na Região Metropolitana do Recife. Revista Econômica do Nordeste, v. 28, n. especial, p. 337-361, 1997.

BOLTANSKI, L.; CHIAPELLO, E. The new spirit of capitalism. London: Verso, 2005.

CAPPELLI, P. The New Deal at Work. Harvard Business School Press, 1999.

CARRIERI, A. P.; SARSUR, A. M. Percurso semântico do tema empregabilidade: a (re)construção de parte da história de uma empresa de telefonia. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. 1, 2004.

DOURADO, D. P.; HOLANDA, L. A.; SILVA, M. M. M.; BISPO, D. A. Sobre o sentido do trabalho fora do enclave de mercado. Cadernos EBAPE.BR, v. 7, n. 2, p. 349-367, 2009.

EXAME. Disponível em: . Acesso em Julho de 2009.

GEPHART, R. P. Qualitative Research and the Academy of Management Journal. Academy of Management Journal, v. 47, n. 4, p. 454-462, 2004.

HARVEY, D. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo, Ed. Loyola, 2003.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA E APLICADA IPEA. Crise internacional: impactos sobre o emprego no Brasil e o debate para a constituição de uma nova ordem global. Disponível em: Acesso em: Junho de 2009, 2009a.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA E APLICADA IPEA. Presente e futuro do emprego-Abril de 2009. Disponível em: Acesso em: Julho de 2009, 2009b.

KUMAR, K. Da Sociedade Pós- Industrial à Pós-Moderna. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

LEMOS, A. H. C.; PINTO, M. C. S. Empregabilidade dos administradores: quais os perfis profissionais demandados pelas empresas? Cadernos EBAPE.BR, v. 6, n. 4, p. 1-15, 2008.

LOPES, A. L. S.; SILVA, J. R. G. Novas Relações de Trabalho e Expectativas Profissionais dos Indivíduos: os Discursos de Terceirizados na Área de TI. In: Anais do I Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho, Natal: Anpad, 2007.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO – OIT. Global Employment Trends – Update, may 2009. Disponível em: Acesso em Junho de 2009, 2009a.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO – OIT. Tackling the global jobs crisis: Recovery through decent work policies. International labour conference, 98th session 2009, Report i(a). Disponível em: 2009b.

PRAHALAD, C. K.; HAMEL, G. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, v. 68, n. 3, may/jun, 1990.

RANDSOME, P. Work, Consumption and Culture: Affluence and Social Change in the twenty-first Century. Sage Publications. 2005.

SARSUR, A. M. Empregabilidade x empresabilidade: novas práticas em recursos humanos? In: Anais do XXI ENANPAD, Rio das Pedras: Anpad, 1997.

SENNETT, R. A corrosão do Caráter. Editora Record. 2001.

SILVA, A. B. A Flexibilização das Relações Trabalhistas na Percepção dos Dirigentes de Empresas Comerciais. In: Anais do XXII ENANPAD, Foz do Iguaçú: Anpad, 1998.

TONELLI, M. J.; ALCADIPANI, R. Organizações pós-modernas: novos modelos organizacionais, gestores e a maquiagem do Self. Revista de Estudos Organizacionais, v. 2, n. 1, 2001.

VALOR ECONÔMICO. Disponível em: www.valoronline.com.br. Acesso em Julho de 2009.

VEJA. O que já foi feito contra a crise. Disponível em: Acesso em Julho de 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.