Motivação e clima organizacional em uma rede de farmácias / Motivation and organizational climate in a pharmacy network

Marco Antônio de Oliveira Viana, Suelen Aparecida Duarte Silva, Wesley Mendes Oliveira, Eliezer Carneiro de Oliveira

Resumo


Este artigo objetiva analisar a influência dos fatores motivacionais sobre o clima organizacional em uma rede de farmácias, localizada em um município da região do Alto São Francisco, Estado de Minas Gerais, em 2017. A abordagem metodológica consiste em pesquisa qualitativa e quantitativa, específica a um estudo de caso, com a aplicação de um questionário a 30 colaboradores e realizada uma entrevista com três diretores. Os resultados sobre motivação são: a rede de farmácias oferta treinamento aos colaboradores; divulga informações sobre metas a serem atingidas, faz reuniões semanais para discussão de resultados, a equipe tem autonomia para propor sugestões de mudanças; em relação ao clima organizacional: há boa relação interpessoal entre colaboradores e com a chefia imediata; há existência de ambiente de trabalho favorável e reconhecimento da direção sobre o trabalho realizado por colaborador. Conclui-se que os fatores motivacionais percebidos pelos colaboradores contribuem para a formação de clima organizacional favorável.


Palavras-chave


Fatores motivacionais, Clima organizacional, Rede de farmácias

Texto completo:

PDF

Referências


BISPO, C A. F. Um novo modelo de pesquisa de clima organizacional. Produção, v. 16, n. 2, p. 258-273, maio/ago. 2006. Disponível em: ; Acesso em: 08 abr. 2017.

CHIAVENATO, I. Administração nos novos tempos: os novos horizontes em administração. 8. ed. Barueri, SP: Manole, 2016.

CHIAVENATO, I. Introdução a teoria geral da administração. 8. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

CHIAVENATO, I. O novo papel dos recursos humanos nas organizações. 4. ed. Barueri, SP: Manole, 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2017.

COLTRO, A. Teoria geral da administração. Curitiba: InterSaberes, 2015. Disponível em: < http://unisa.bv3.digitalpages.com.br/users/publications/9788544302071/pages/-2>. Acesso em: 18 fev. 2017.

DUTRA, J. S. Competências: Conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. 1. ed. 10. São Paulo: Atlas, 2012.

FERREIRA, P. I. Clima organizacional e qualidade de vida no trabalho. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

JOHANN, S. Comportamento organizacional. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

LUZ, R. S. Gestão do clima organizacional. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora, 2012.

ROMERO, S. M. T. Gestão de Pessoas: conceitos e estratégias. Curitiba: InterSaberes, 2013. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2017.

SCATENA, M. I. C. Ferramentas para a moderna gestão empresarial: teoria, implementação e prática. Curitiba: InterSaberes, 2012. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2017.

SEBRAE. O Ramo da farmácia e potencial das drogarias. 2014. Disponível em: Acesso em: 22 maio 2018.

SEBRAE. O Ramo da farmácia e potencial das drogarias, 2017. Disponível em: Acesso em: 22 maio 2018.

SILVA, E. S; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. Florianópolis : UFSC, 2005.

SILVA, R. O. Teorias da Administração. 3. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2013. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2017.

SOBRAL, F; PECI. A. Teorias da administração: bibliografia universitária Pearson. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012. Disponível em: < http://unisa.bv3.digitalpages.com.br/users/publications/9788564574335/pages/-6>. Acesso em: 18 fev. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n3-005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.