A credibilidade por trás da identidade! Plano de Marketing: Influenciadores na divulgação de produtos e serviços / The credibility behind the identity! Marketing Plan: Influencers in the dissemination of products and services

Harvey José Santos Ribeiro Cosenza, Luis Claudio Bernardo Moura

Resumo


O mundo globalizado, incita uma evolução cotidiana rotineira, onde a busca de novos instrumentos se faz necessária para o andamento célere de uma sociedade capitalista. O Marketing, nesse campo, requer extensão de suas práticas, objetivando o alcance das inovações provenientes do avanço tecnológico. As novas formas de atingir o cliente e proliferar marcas e produtos nas mídias digitais, requer habilidade na condução. Com o aumento significativo da utilização das plataformas digitais (Facebook, Youtube, Instagram entre outras), o surgimento da modalidade Influenciador, passa a ter posição de destaque. Estes são pessoas que, em utilização dos princípios os quais norteiam o marketing pessoal e digital, promovem, através de seus perfis, a capacidade de interagir com milhões de pessoas mediante comentários, fotos ou vídeo. O Youtube foi a plataforma que alavancou os influenciadores digitais, passando a denominação de Youtubers. Ao cadastrar-se nesse site de compartilhamento, mediante conta Gmail, cria-se um canal, objetivando a interação social mediante a propagação de vídeos. Em detrimento desse avanço, a contrapartida fica por conta da credibilidade que assiste essa função. Assim sendo, como se audita a credibilidade dos influenciadores digitais ou youtubers? O objetivo geral versa a identificação da real influência deste novo ramo profissional, para tanto, onde se estabelece a confiabilidade das marcas as quais divulgam? A problemática necessita da identificação de um Youtuber em sua relevância, para atingir seus seguidores ou o público geral. A visualização da plataforma que ele se utiliza, e da marca de sua maior divulgação, propõe a composição do vínculo interativo, fazendo-se necessário traçar o perfil dos quais compartilham seus vídeos, fotos e comentários. A ideia do presente estudo, justifica-se no fato do crescimento significativo no número de YouTubers existentes nos mais diversos ramos consumeristas.

Palavras-chave


Marketing, Plataforma Digital, Influenciador Digital, Youtuber.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Nelsio Rodrigues de; BALDANZA, Renata Francisco. Marketing Pessoal:

ser e querer, percepção e visibilidade. Revista Científica Symposium, Minas Gerais, v.1, n. 2, p. 102-106, Jul. / Dez. 2003.

BURGESS, Jean; GREEN, Joshua. YouTube e a Revolução Digital: Como o maior fenômeno da cultura participativa transformou a mídia e a sociedade. 1ª edição, São Paulo: Aleph, 2009.

CASAS, A. L. L., Marketing de serviços. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2007, 257p.

CARVALHAL, Durval. Marketing Pessoal. Revista da Fundação Visconde de Cairu,

Salvador, v. 6, n. 12, p. 111-126, Jul. / Dez. 2005.

CORTEZ, Eduardo Vieira. A magia do Marketing Pessoal: O segredo das pessoas bem sucedidas. São Paulo: Alaúde Editorial, 2004.

COSTA, Nelson Eduardo Pereira da. Marketing pessoal : uma abordagem para agentes do mercado imobiliário. Goiânia: AB, 2002.

DIAS, Sergio Roberto. et al. Gestão de Marketing. São Paulo: Saraiva, 2003.

FACEBOOK. Perfil público de Vult Cosmética. 2018. Disponível em: https://www.facebook.com/vultcosmetica/. Acesso em: 01 Junho 2018.

G1. Conheça a história do site de vídeos Youtube. 2006. Disponivel em: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,AA1306288-6174,00-CONHECA+A+HISTORIA+DO+SITE+DE+VIDEOS+YOUTUBE.html. Acesso em: 21 de Abril de 2018

G1. Entenda a curta História do Instagram, comprado pelo Facebook. 2012. Disponivel em: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/04/entenda-curta-historia-do-instagram-comprado-pelo-facebook.html. Acesso em: 21 de Abril de 2018.

INSTAGRAM. Perfil público de Bianca Andrade. 2018. Disponível em: https://www.instagram.com/biancaandradeoficial/. Acesso em: 01 Junho 2018.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing. SãoPaulo:Prentice hall,2000.

KOTLER, Philip. HAYES, Thomas / BLOOM, Paul. N. Marketing de serviços profissionais: Estratégias inovadoras para impulsionar sua atividade, sua imagem e seus lucros; Tradução Eduardo Lasserre. 2. ed. São Paulo: Manole, 2002.

KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de Marketing. 12ª ed. São Paulo: 53 Pearson Prentice Hall, 2005.

LEITE, Samuel. Digital influencers: antes de apostar nesse plano tático, conheça-os muito bem. Aberje, 2016. Disponível em: http://www.aberje.com.br/colunas/digital-influencers-antes-de-apostar-nesse-plano-tatico-conheca-os-muito-bem/. Acesso em: 20 Abril de 2018.

MONTELATTO, Luciano. Você sabe quem são os influenciadores digitais? Disponível:http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/voce-sabe-quemsao-os-influenciadores-digitais/89940/. Acesso em: 16 de Abril de 2018.

RECUERO, R. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

SAKFO, Lon; BRAKE, David. A bíblia da mídia social: táticas, ferramentas e estratégias para construir e transformar negócios. São Paulo: Blucher, 2010.

TEIXEIRA, Alberto Carlos. A Origem do Facebook. 2012. Disponivel em: https://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/a-origem-do-facebook-4934191. Acesso em: 20 de Abril de 2018

TORRES, Cláudio. A Bíblia do Marketing Digital. São Paulo: Novatec Editora, 2009.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 16. ed. São Paulo: Atlas. 2016.

YOTUBE. Canal Boca Rosa. 2018. Disponível em https://www.youtube.com/user/Biancaa8159. Acessado em: 01 Junho 2018.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n2-052

Apontamentos

  • Não há apontamentos.