A integração de novos colaboradores para a socialização organizacional: o caso do sistema Cresol Baser / Corporate education: the strategy for building ead courses of cresol institute for Cresol confederation cooperatives

Rosiane Dalacosta, Sandra Maria Coltre, Francieli Pilati Gervasoni

Resumo


Certamente um dos maiores anseios dos colaboradores recém contratado é saber qual o seu papel, o que a organização espera dele e conhecer o contexto no qual ele está inserido. Para a organização, sua preocupação é transmitir sua cultura, valores, princípios de forma que o novo membro seja familiarizado com o novo ambiente. Por isso, as organizações criam programas de integração com vistas a suprir tanto as suas expectativas, como as do novo colaborador. Considerando o exposto, este estudo teve como objetivo apresentar e descrever como ocorre o programa de integração de colaboradores do Sistema Cresol Baser, e as contribuições deste momento de formação para a integração dos mesmos. Para tanto, este trabalho caracteriza-se como um estudo de caso descritivo, com corte temporal em julho de 2017. Os dados demonstram a estrutura, cronograma, desenvolvimento, conteúdo programático, bem como uma descrição detalhada dos conteúdos abordados no objeto deste estudo, considerando-se, portanto, que os mesmos elementos favoráveis para a criação de um ambiente integrador entre colaborador e cooperativa Cresol.

Palavras-chave


Colaboradores, Cooperativa, Integração.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, L. Gestão de Pessoas. Estratégias e Integração Organizacional. São Paulo: Atlas, 2006.

ARAÚJO, R. N. de O.; CARIOCA, J. M. G.; MACHADO, D. de Q. Estratégia de Integração para novos colaboradores: uma avaliação do processo de treinamento em uma indústria de transformação. VII Congresso Nacional de Excelência em Gestão. ISSN 1984-9354, 2011.

BORGES, L. O.; ALBUQUERQUE, F. J. Socialização organizacional. In: ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (Org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004.

CARVALHO, A. V. Desenvolvimento de Recursos Humanos na Empresa. São Paulo: Pioneira Editora, 1974.

CARVALHO, C.; RONCHI, C. Cultura organizacional: teoria e pesquisa. Rio de Janeiro: Fundo de cultura, 2005.

CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. Rio de Janeiro: Campus, 2008.

CRESOL. Institucional. Relatórios - Relatórios das atividades e balanço social. 2017. Disponível em http://www.cresol.com.br/site/conteudo.php?id=19 acesso 03 jul. 2017.

BRYMAN, A.; CRAMER, D.. Análise de dados em Ciências Sociais. Oeiras: Celta Editora, 2002.

FABRE, C. C. A socialização no contexto organizacional: um estudo acerca do entendimento das práticas. Universidade do Sul de Santa Catarina. Orientador: Msc Flávio Rodrigues Costa, Palhoça 2006.

FLEURY, M.T.L. Cultura e poder nas organizações. São Paulo: Atlas; 1996.

FREITAS, M. E. Cultura organizacional: identidade, sedução e carisma. E.ed. Rio de janeiro: FGV, 2002.

INFOCOS. Bem-Vindo à Cresol. Francisco Beltrão/PR, Grafisul, 2016.

JOHANN, S. L. Gestão da cultura corporativa: como as organizações de alto desempenho gerenciam sua cultura organizacional. 3ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

LIMA, R. A. - Como a relação entre clientes e fornecedores internos à organização pode contribuir para a garantia da qualidade: o caso de uma empresa automobilística. Ouro Preto: UFOP, 2006.

MARRAS, J. P. Administração de Recursos Humanos, do operacional ao estratégico. São Paulo: Editora Futura, 2000.

MARCIAN, L. M. Treinamento e desenvolvimento de Recursos Humanos. São Paulo: EPU, 1987.

MARTINS, J. B. MSc. Universidade Federal de Viçosa, fevereiro de 2008. A contribuição dos programas de integração de novos colaboradores para a gestão estratégica de pessoas – O caso da prefeitura de Belo Horizonte – MG. Dissertação de Pós-Graduação. Orientador: Adriel Rodrigues Oliveira. Co-orietadores: Nina Rosa da Silveira Cunha e Afonso Augusto Teixeira de Freitas de Carvalho Lima.

MOTTA, F. C. P. Controle social nas organizações. Revista de Administração de Empresas. V.3, n.5, set/out.1993. pp.68-87.

PORTO, M. A. Missão e Visão organizacional: orientação para a sua concepção. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP1997_T4105.PDF. Acesso em: 15 de maio de 2012, as 21:14 horas.

RIBEIRO, A. L. Gestão e Pessoas. São Paulo: Saraia, 2008.

ROBBINS, S. P. Comportamento organizacional. São Paulo: Pearson Prentice Hall; 2005.

ROESCH, S. M. A. Projetos de Estágio do curso de Administração: guia para pesquisas, projetos, estágios e trabalho de conclusão de curso. São Paulo: Atlas, 1996.

SCOTT, C. D.; JAFFE, D. T.; TOBE, G. R. Visão, Valores e missão organizacional: construindo a organização do futuro. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1998.

SNELL, S. Administração de Recursos Humanos. São Paulo: Ed. Thomson, 2003.

TACHIZAWA, T. Gestão com pessoas, uma abordagem aplicada as estratégias de negócios. Coleção FGV Negócios. 5. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

TELES, C. D.; FEIJÓ, C. N. B. Integração à primeira impressão de uma instituição. Einstein: Educ Contin Saúde. 2008, 6 (3 Pt 2): 142-143.

TOCCHIO, L. R. A correta integração de novos colaboradores. RHevista RH. Integrar pessoas. Agosto 2010. Disponível em: http://www.rhevistarh.com.br/portal/?p=766, Acesso em 15 de maio de 2012.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n2-036

Apontamentos

  • Não há apontamentos.