Design de ambientes e as tecnologias sociais: boas práticas para o desenvolvimento de projetos sociais com materiais recicláveis / Design of environments and social technologies: good practices for the development of social projects with recyclable materials

Nadja Maria Mourão, Rita de Castro Engler, Priscila Martins de Oliveira, Pâmela Martins de Oliveira

Resumo


Tecnologias sociais são atividades e métodos simples, replicáveis e de impactos positivos para solução de problemas da sociedade. Estão fundamentadas em duas proposições importantes: a participação de pessoas das comunidades que as desenvolvem e a sustentabilidade nas soluções apresentadas. Busca-se, neste trabalho, investigar exemplos de tecnologias sociais que possam incentivar o desenvolvimento de projetos sociais com aplicação de materiais reclináveis, em comunidades. A metodologia para desenvolvimento deste projeto consiste em pesquisa qualitativa, fundamentada no design social, de natureza aplicada. O objetivo do problema é abordado no método descritivo, através de dados qualitativos. O método de investigação se consiste em estudo de exemplos viáveis em reaproveitamento de materiais nos ambientes construídos. Foi verificado que as tecnologias sociais podem reduzir os custos na construção dos ambientes. Entre estas citam-se sistema do aquecedor solar caseiro, a iluminação com lâmpadas de garrafa pet e o revestimento térmico de Tetra Pak, incentivando a concepção de moradias sustentáveis.


Palavras-chave


design, comunidades, tecnologias sociais

Texto completo:

PDF

Referências


ABIPET. ASSOCIAÇÃO BRASLEIRA DA INDÚSTRIA DO PET. Disponível em: . Acesso em: 29 fev. 2019.

BAUMGARTEN, Maíra. Tecnologia. In: CATTANI, Antonio; HOLZMANN, Lorena. Dicionário de trabalho e tecnologia. Porto Alegre: Ed. UFRGS, p. 288-292, 2006.

CALDERONI, S. Os bilhões perdidos no lixo. 4ª ed., São Paulo: Humanitas Editora/FFLCH/USP, 2003.

COSTA, Eduardo José Monteiro. Políticas Públicas e o Desenvolvimento de Arranjos Produtivos Locais em Regiões Periféricas. Tese (Doutorado). Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2007.

D’ALESSIO, S. P. Aumenta a reciclagem de embalagens Longa vida. Revista Celulose & Papel, nº 62, p. 27-29, 1998.

FANTINELLI, J. T. Tecnologia solar de interesse social e baixo custo para aquecimento de água na moradia. Dissertação (mestrado). Campinas: Faculdade de Engenharia Mecânica – Unicamp, 2002.

FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL (FBB). Banco de tecnologias sociais. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

GALLI, B.; MAGINA C.; MENEZES, R.; PERE, P.; UENO. H Uso de garrafas de poli-tereftalato de etileno – PET como insumo alternativo na construção de edificações residenciais. Revista de Arquitetura da IMED, v. 1, n.2, p. 174-181, 2012.GEORGI, A. L. V. Aquecimento solar de água – desempenho e racionalização de materiais e energia alternativa fundamental para o desenvolvimento sustentável. (Tese) Engenharia de Materiais. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2015.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. Sexta edição, São Paulo: Editora Atlas, 2008.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (Ipea) Sustentabilidade ambiental no Brasil: biodiversidade, economia e bem-estar humano. Brasília: Ipea, 2010.

INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL - ITS. Declaração das ONGs: ciência e tecnologia com inclusão social. 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2019.

LASSANCE JR., A.E.; PEDREIRA, J.S. Tecnologias sociais e políticas públicas. In: FBB. Tecnologia social: uma estratégia para o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil, 2004.

LASSWELL, Harold D. The emerging conception of the policy sciences. Public Policy, 1, pp. 3-14, 1970. DOI : 10.1007/BF00145189. Acesso em: 15 mar. 2019.

LIMA, R. F. Iluminação com Garrafa Pet – Guia Passo a Passo sobre Como Fazer Luz com Garrafa Pet. BOREAL LED. Postagem em: 06 jul. 2018. Disponivel em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

MANZINI, Ezio; Trad: CIPOLLA, C. Design para a inovação social e sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio de Janeiro: E-papers, 2008.

MOURÃO, N. M.; ENGLER, R. C. Economia Solidária e Design Social: iniciativas sustentáveis com resíduos vegetais para produção artesanal. Revista Interações, Campo Grande, v. 15, n. 2, p. 329-339, jul./dez. 2014.

PEREIRA, D. Lâmpada de Garrafa PET - Luz de graça e economia na conta de energia. Ser Melhor. Postagem em: 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

PIMENTA, T. Projeto usa caixas de leite para revestir barracos e aquecer quem precisa. Campo Grande News. Postagem em: 30 jul. 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

PORTAL ENERGIA. Como construir um aquecedor solar caseiro com garrafas pet. Postagem em: 22 jun. 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

RICCHINI, R. Embalagem longa vida é isolante térmico. Setor Reciclagem. Postagem em: 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

RODRIGUES, I. ; BARBIERI, J.C. A emergência da tecnologia social: revisitando o movimento da tecnologia apropriada como estratégia de desenvolvimento sustentável. Revista da Administração Pública. Novembro/Dezembro, Rio de janeiro: FVG, 2008.

SEMPRE SUSTENTÁVEL. Projeto experimental do refletor solar feito com embalagens Tetra Pak: Manual de construção Versão 1.0. Postado em: S/D.

ZUCOLOTO, G. F.; PEREIRA, L. S Tecnologias sociais e economia solidária: projetos certificados pela Fundação Banco do Brasil. Mercado de Trabalho: conjuntura e análise. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nº63, out. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n2-034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.