Avaliação da Atividade Antagonista de Trichoderma harzianum sobre Fusarium oxysporum e Botrytis cinerea / Evaluation of the antagonistic activity of Trichoderma harzianum on Fusarium oxysporum and Botrytis cinerea

Luciano Nobuhiro Aoyagi, Suely Mayumi Obara Doi

Resumo


O controle biológico, empregando microrganismos para prevenir doenças em plantas, tornou-se uma alternativa de baixo custo e menos agressiva ao meio ambiente, evitando a contaminação indesejável do ecossistema por agrotóxicos de alta estabilidade. Os fungos do gênero Trichoderma constituem uma das espécies mais estudadas e aplicadas como agentes de biocontrole, devido ao seu alto potencial antagônico a diferentes fitopatógenos, decorrentes de seu eficaz controle, alta capacidade reprodutiva, plasticidade ecológica, efeito estimulante sobre os cultivos, ação indutora de resistência sistêmica em plantas a diferentes patógenos. Este trabalho objetivou avaliar a capacidade antagonista de Trichoderma harzianum sobre os fungos fitopatogênicos Botrytis cinerea e Fusarium oxysporum. Para a avaliação do antagonismo in vitro, com auxílio da escala de Bell et al., o T. harzianum foi confrontado com  F. oxysporum e B. cinerea utilizando a técnica de cultivo pareado. Os resultados indicaram elevada capacidade antagônica, com 100% de inibição dos 2 fungos testados.


Palavras-chave


controle biológico, antagonismo, Trichoderma.

Texto completo:

PDF

Referências


BETTIOL, W.; GHINI, R. Proteção de plantas em sistemas agrícolas alternativos. In: CAMPANHOLA, C.; BETTIOL, W. Métodos alternativos de controle fitossanitário. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2003.

ETHUR, L.Z. Dinâmica populacional e ação de Trichoderma spp. no controle de fusariose em mudas de tomateiro e pepineiro. Tese Doutorado em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, 2006.

HURMANN, E. M.S.; POZZOBON, T. M. H.; MARTINS, C.V.B. Atividade antimicrobiana de Trichoderma viride e Trichoderma stromaticum. Braziliam Journal of Animal and Environmental Research, v. 3, n. 2, p. 575-591, abril/junho, 2020.

LISBOA, B.B.; BOCHESE, C.C.; VARGAS, L.K.; SILVEIRA, J.R.P.; RADIN, B.; OLIVEIRA, A.M.R. Eficiência de Trichoderma harzianum e Gliocadium viride na redução da incidência de Botrytis cinerea em tomateiro cultivado sob ambiente protegido. Ciência Rural, v. 37, n.5, p. 1255-1260, 2007.

OLIVEIRA, J. B. de et al. Efeito da aplicação de biochar sobre o carbono da biomassa microbiana em solo cultivado com melão. Braziliam Journal of Animal and Environmental Research, v.4, n.1, p. 368-377, 2021.

POLETTO, I. Caracterização e manejo do patossistema erva-mate/podridão de raízes. 2010. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul.

PUNJA, Z.K.; UTKHEDE, R.S. Using fungi and yeast to manage vegetable crop diseases. Trends in Biotechnology, v.21, p.400-407, 2003.

SANHUEZA, R.M.V.; MELO, J.S. Obtenção de epífitas de fruto e seleção de antagonistas no controle da podridão de pós-colheita. Métodos de seleção de microrganismos antagônicos e fitopatógenos. Manual técnico. EMBRAPA CNPMA, p. 11-13, 1995.

SANTIN, R.C.M. Potencial do uso de fungos Trichoderma spp. e Paecilomyces lilacinus no biocontrole de Meloidogyne incógnita em Phaseolus vulgaris. 2008. Tese (Doutorado em Fitotecnia Área de concentração fitossanidade) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul.

SILVA, J.B.T.; MELLO, S.C.M. Utilização de Trichoderma no controle de fungos fitopatogênicos. 1 ed. Brasília: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv4n3-035

Apontamentos

  • Não há apontamentos.