Desempenho de cultivares de milho na infestação e danos de insetos pragas e nas características fitotécnicas da cultura / Performance of corn cultivars on the infestation and damage of pests insects and phytotechnical characteristics of the culture

Gabriela Marques Marega, Míriam de Almeida Marques

Resumo


A cultura do milho  é atacada por um complexo de pragas que reduzem a sua produtividade durante o seu desenvolvimento. Informações sobre as características genéticas de cada cultivar da planta é fator preponderante para determinar os níveis de danos provocados pelos insetos fitófagos. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo avaliar o desempenho de cultivares de milho convencional (Advanta), crioulo e transgênica (Monsanto VT PRO 3), na percentagem de danos de insetos pragas e sob as características fitotécnicas da cultura. Foram realizadas seis avaliações durante a fase vegetativa do milho, quantificando por planta, a percentagem de danos das seguintes pragas: Diabrotica speciosa, Spodoptera fugiperda, Leptoglossus zonatus e Dalbulus maidis. Ainda foram medidas semanalmente a altura das plantas, o número de folhas e o diâmetro do colmo para cada cultivar de milho. O experimento foi conduzido no campo experimental do Centro Universitário de Goiás Unigoiás, Goiânia-GO, utilizando o delineamento em blocos casualizados com três tratamentos repetidos seis vezes.  . Em todas as datas de avaliação, a cultivar convencional e a crioula reduziram em até 66,25 a infestação de D. speciosa, quando comparada as demais cultivares de milho. Essas mesmas cultivares reduziram em até 83,13 % os danos causados por percevejos (Leptoglassus zonatos) (folhas com orifícios) e em até 83,75% os danos causados pela cigarrinha (Dalbulus maidis) (plantas com sintomas de enfezamento vermelho). A cultivar transgênica não apresentou danos causados pela S. fugiperda (folhas raspadas e com orifício) e foi significativamente diferente das demais cultivares. Todas as cultivares de milho analisadas apresentaram valores semelhantes quanto às médias de altura de plantas e número folhas. A cultivar transgênica apresentou maiores valores de diâmetro de colmos. Cultivares de milho apresentam desempenho variável com relação à sua resistência contra insetos e quanto às características fitotécnicas da cultura.


Palavras-chave


Insetos fitófagos. Manejo de pragas. Resistência genética. Grandes culturas.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, L.; CANSI, E.; JURIATTI, C. Avaliação do rendimento sócio-econômico de variedades crioulas e híbridos comerciais de milho na microregião de Chapecó.

Avaliação de cultivares de milho crioulo, 2010.

BOIÇA JUNIOR, A.L.; SOUZA, B.H.S.; LOPES, G.S.; COSTA, E.N.; MORAES,

R.F.O.; EDUARDO, W.I. Atualidades em resistência de plantas a insetos. In: Tópicos em Entomologia Agrícola. Ed. Antonio Carlos Busoli...[et al.]. Jaboticabal: Maria de Lourdes Brandel, p. 207- 224, 2013.

BUENO, L. C. de S.; MENDES, A. N.; CARVALHO, S. P..Melhoramento genético de plantas: princípios e conceitos, 2° ed. UFLA, p. 213 - 219, 2006.

CECCARELLI, S. Specific adaptation and breeding for marginal conditions.Euphytica, v. 77, n. 3,p. 205-219, 1994.

CHRISPIM, T. P. & RAMOS J. M. Revisão de literatura: Resistência de plantas a insetos.Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal, 2007, 10p.

CONAB COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO: Acompanhamento da safra brasileira grãos. V.5 – Safra 2017/2018 – N.5 – Quinto Levantamento, Fev. 2018.

COSTA,R.V. DE; CASELA C.R.; COTA, L.V. EMBRAPA: Doenças causadas por molitutes e vírus. Disponível em

:

CRUZ, I. O CULTIVO DO MILHO VERDE. Sete Lagoas, MG, 2010.

CRUZ, I.; MENDES, S.M.; V., P.A.; CIRCULAR TÉCNICA 175: Importância econômica e manejo de insetos sugadores associados á parte aérea de plantas de milho Bt. Sete Lagoas,MG,dezembro de 2012.

GRIGOLLI, J. F.; J.LOURENÇÃO,A. L. F.DOENÇAS DO MILHO SAFRINHA. GUIMARÃES, J. A.; FILHO,M. M.; MOURA, ALEXANDRE P. DE C. Disponível

em:

wx7ha0g934vgybwopsa.html>. Acesso: 22 de Setembro de 2018

file:///C:/Users/G%20a%20b%20r%20i%20e%20l%20a/Downloads/E-book_BoletimZdeZSafrasZ-Z9oZlevantamento_1.pdf

MENDES,S.M.; WAQUIL,J.M. COMUNICADO TÉCNICO 170: Uso do milho Bt

no manejo integrado de Lepidópteros-praga : recomendações de uso. Sete Alagoas, MG, Dezembro 2009.

MORAES, A. R. A.Resistência de híbridos de milho convencionais e isogênicos transgênicos a Spodopterafrugiperda(J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) / Andrea Rocha Almeida de Moraes. Campinas, 2014.

MOREIRA,H. J. da C.;ARAGÃO, F. D.MANUAL DE PRAGAS DO MILHO.

Campinas- SP,2009.

NUNES, J. L. da S.Importância Econômica. Disponível em:Publicado em 27/08/2017 às 01:47h.AGROLINK:Importância Econômica.Acesso: 15 de Abril de 2018.

OLIVEIRA,A. INFORMATIVO TÉCNICO: Cigarrinha do milho. Março 2018 OMOTO, C.; BERNARDI, O..VISÃO AGRÍCOLA NÚMERO 13:Estratégias de manejo podem prolongar vida útil das tecnologias de milho Bt. JUL/DEZ 2015.

OMOTO,C.; BERNADI,O.; SALMERON, E.; FARIAS, J. R.. MANEJO DA RESISTÊNCIA DE SPODOPETERA FUGIPERDA A INSETICIDAS E PLANTAS BT.Esalq/ Uss, Piracicaba-Sp, Junho 2013.

PATERNIANI, E.; CAMPOS, M.S. Melhoramento do milho. In: Bórem, A. Melhoramento de espécies cultivadas. Viçosa: UFV, 1999. 817p.

SABATO, E. de O.; TEIXEIRA, F. F.CIRCULAR TÉCNICA 210:Processos para avaliação da resistência genética dos genótipos de milho aos enfezamentos causados por molicutes. Sete Lagoas, MG, Junho 2015.

SABATO, E.O. ; OLIVEIRA, C.M.; S., R.B.Q. CIRCULAR TÉCNIA 209: Transmissão dos agentes causais de enfezamento através da cigarrinha DalbulusMaidis, em milho. Sete Lagoas, MG, junho 2015.

VALLICENTE,F. H. CIRCULAR TÉCNICA 208: MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS DA CULTURA DO MILHO. Sete Lagoas,MG,Junho 2015.

WAQUIL, J. M..CIRCULAR TÉCNICA 41: Cigarrinha do milho vetor de molicutes e vírus. Sete Lagoas,MG,junho 20




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv4n2-095

Apontamentos

  • Não há apontamentos.